9 de maio de 2014

Resenha: As Herdeiras - Joanna Philbin @galerarecord

Informações do livro:
Título: As Herdeiras
As herdeiras – Livro 01
Título original: The Daughters (Daughters #1)
Autor: Joanna Philbin
Editora: Galera Record
Páginas: 304
SKOOB | GOODREADS   



Sinopse: Desajeitada e doida por literatura, Lizzie não poderia ser mais diferente de sua mãe, Katia Summers, a supermodelo mais famosa do mundo. Acostumada aos flashes de paparazzi e aos muitos admiradores de sua mãe, a menina sabe como ninguém como é não ser notada. Mas ela não está sozinha. Suas duas melhores amigas também sentem na pele como é ter pais famosos. Carina Jurgensen tem um magnata de telecomunicações como pai, enquanto Hudson Jones é filha da cantora pop Holla. Mas tudo muda quando Lizzie é descoberta por uma fotógrafa de modelos exóticas. Agora, ela tem que conciliar a escola com sua nova carreira, lidar com a constante comparação com sua mãe e conquistar o gato da sala... Ufa!



Resenha: As Herdeiras” é um livro voltado ao publico infanto-juvenil e apresenta uma linguagem bem descontraída e leve, apesar de alguns dramas, conflitos e problemas complexos. A trama aborda a relação entre pais e filhos, juntamente com a convivência de pessoas que vivem cercadas de reconhecimentos.

Neste volume, conhecemos Lizzie Summers e suas amigas Carina Jurgensen e Hudson Jones. As meninas são filhas de celebridades e precisam lidar com muitas coisas complicadas em suas vidas. É possível entender mais suas personalidades e opiniões por meio de narrações intercaladas.

Neste volume a personagem que mais ganha destaque é Lizzie, com seu jeito mais amedrontado, desengonçado e bem diferente da mãe, apontada com uma mulher linda e perfeita. As comparações com sua mãe são inevitáveis, assim como momentos de tensão por imaginar o que os outros devem falar dela.

É algo muito complicado, porém a autora Joanna Philbin abordou com clareza algumas atitudes relevantes quando se trata de pessoas conhecidas. Ao longo da história, as meninas lidam com a exposição de diferentes maneiras. Algumas novidades surgem no decorrer dos acontecimentos e Lizzie pode perceber que nem tudo é como parece e que as ações dependem de quem a produz.

Carina é uma garota intensa, aventureira e não tem medo de ousar. Já Hudson parece ser a mais tranquila de todas, apesar de demonstrar algumas fragilidades. As três amigas possuem afinidades fortes, são companheiras e se ajudam sempre que for necessário. 

Fiquei com boas expectativas para os próximos livros. Entra em cena também o personagem Todd, um antigo amigo de infância de Lizzie. Eles acabam se aproximando e o leitor consegue captar várias características dele.

Este divertido e despretensioso enredo faz analises de momentos determinantes de transformações e interferências sob uma menina que está se descobrindo aos poucos.  Ela precisa entender o mundo que a cerca, assim como seus próprios interesses.



“ – Olhe para mim! Acha que é fácil ir para esses lugares com você? Por que não entende? Ou você só quer mostrar para as pessoas como é maravilhosa por ter uma filha de 14 anos?” Pg.66


Classificação SEL: 4/5


2 comentários:

  1. não sabia que este livro iria ter continuação :o
    logo de cara ele me chamou a atenção por causa da capa bonitinha, e depois que li a primeira resenha dele, fiquei mais curiosa ainda.
    não é um livro que normalmente me interesse, mas por se tratar de um livro leve, as vezes faz bem né? hehe

    ResponderExcluir
  2. Esses livros que abordam o assunto relacionamento entre pais e filhos são ótimos, sempre leva o leitor a refletir. Simplesmente amo!

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo