26 de maio de 2014

Resenha: Desejo à meia-noite - Lisa Kleypas @editoraarqueiro

Informações do livro:
Título: Desejo à meia-noite
The Hathaways - Livro 01
Título original: Mine Till Midnight (The Hathaways #1)
Autor: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Páginas: 272



Sinopse: Após sofrer uma decepção amorosa, Amelia Hathaway perdeu as esperanças de se casar. Desde a morte dos pais, ela se dedica exclusivamente a cuidar dos quatro irmãos – uma tarefa nada fácil, sobretudo porque Leo, o mais velho, anda desperdiçando dinheiro com mulheres, jogos e bebida. Certa noite, quando sai em busca de Leo pelos redutos boêmios de Londres, Amelia conhece Cam Rohan. Meio cigano, meio irlandês, Rohan é um homem difícil de se definir e, embora tenha ficado muito rico, nunca se acostumou com a vida na sociedade londrina. Apesar de não conseguirem esconder a imediata atração que sentem, Rohan e Amelia ficam aliviados com a perspectiva de nunca mais se encontrarem. Mas parece que o destino já traçou outros planos. Quando se muda com a família para a propriedade recém-herdada em Hampshire, Amelia acredita que esse pode ser o início de uma vida melhor para os Hathaways. Mas não faz ideia de quantas dificuldades estão a sua espera. E a maior delas é o reencontro com o sedutor Rohan, que parece determinado a ajudá-la a resolver seus problemas. Agora a independente Amelia se verá dividida entre o orgulho e seus sentimentos. Será que Rohan, um cigano que preza sua liberdade acima de tudo, estará disposto a abrir mão de suas raízes e se curvar à maior instituição de todos os tempos: o casamento?


The Hathaways

Desejo à Meia-Noite #1
Sedução ao Amanhecer #2
Tentação ao Pôr do Sol #3



Resenha:Desejo à meia-noite” é o primeiro volume da série Os Hathaways, e apresenta uma história complexa e muito bem descritiva. Os sentimentos são expostos com clareza e é muito fácil compreender o que os personagens passam diante de situações difíceis e descontroladas.

Os irmãos Hathaways passam por momentos conturbados e Amelia parece ser a que mais se preocupa, dentre todos os quatro. Os pais morreram cedo e por isso há uma analise maior sobre a relação desses irmãos, levando em consideração seus conflitos, companhias e uniões.

Amelia é uma pessoa muito forte, corajosa (muito teimosa também) e responsável, ainda mais se for levar em consideração sua situação e da família, as mudanças de ambiente e os dramas e desilusões de um relacionamento que não deu certo. 

A moça ainda precisa lidar com Leo, o irmão mais velho, que parece estar descontrolado – mesmo que tenha herdado, recentemente, um título nobre. Ele está totalmente desorientado por causa de uma perda recente. Vive bebendo, jogando e não pensa em fazer nada para melhor a condição de sua rotina. Fiquei muito curiosa para entender mais sua história.

Cam Rohan surge na vida da protagonista quando ela vai, incomodada, atrás do irmão. Ele é um cigano sensual e enigmático, e que, como era mesmo de se esperar, desperta uma atração irresistível à Amelia. 

Sua cultura é diferente da que Amelia está acostumada, por mais que ele saiba gerenciar bem a sua vida. Ela sabe que não é o momento ideal para iniciar um relacionamento, onde poderá dar espaço para mais boatos sobre sua família. O fato é que o primeiro encontro do casal já torna tudo mais emocionante e um tanto decisivo.

No decorrer dos acontecimentos, Amelia tenta compreender melhor quais são suas reais obrigações e o que pode ajudar para atingir maiores condições familiares. Mais importante ainda: ela consegue aprender a se valorizar e a sentir emoções, sem se incomodar com o que os outros irão pensar. Cam foi uma peça fundamental e a relação dos dois incentiva no encontro de novos valores, intenções, confianças, sentimentos e empolgações.

Confesso ter pensando que esta leitura seria um pouco mais complicada, mas o que mais me surpreendeu foi a narrativa habilidosa da autora Lisa Kleypas. O livro possui muitas passagens divertidas, e o interessante é que também há o enfoque para todos os personagens, possibilitando o conhecimento sobre eles e para incentivar os próximos volumes. 

Outro romance preenche as páginas desta obra: o cigano Merripen e Win Hathaway, e já soube que haverá uma abordagem deles em outro título da série.



“Na matemática, era possível pegar um número finito e dividi-lo de forma infinita, com o resultado de que, embora o total permanecesse o mesmo, a magnitude de seus limites prosseguia para sempre. O infinito. Era a primeira vez que Cam vislumbrava esse conceito em uma mulher.” pagina 129



Classificação SEL: 4/5


4 comentários:

  1. Olá, tudo bem?
    Adorei a sua resenha e agora fiquei com vontade de ler este livro. Confesso que comprei ele, mas ainda não fiz a leitura, mas agora com certeza vou ler.
    Beijos!

    http://palacioliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Fer, tudo bem?

    Eu adoro romances históricos e amo essa série da Lisa. Ela realmente escreve super bem, misturando romance com diversão. Os próximos livros da saga são ainda melhores.

    Beijos,

    Pah - Livros & Fuxicos

    ResponderExcluir
  3. estou doida para ler esta série. adoro este tipo de romance, mas até agora não li nenhum deles =/
    preciso comprar logo!! ;~~

    ResponderExcluir
  4. Fê que bom que vc leu e gostou desse livro. Sou suspeita para falar porque amo e estou ansiosa para o ultimo volume da série que sai em julho. Muitas emoções!!!
    Além de capas perfeitas!!!! Beijos

    Leituras, vida e paixões !!!!

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo