5 de maio de 2014

Resenha: Encontre-me - Romily Bernard @GloboLivros

Informações do livro:
Título: Encontre-me #1
Título original: Find me (Find me #1)
Autor: Romily Bernard
Editora: Globo Livros
Páginas: 304



Sinopse: Um clima de suspense crescente, narrado sob o ponto de vista de uma heroína com a cara do século 21: a descolada adolescente Wick Tate. Órfã de mãe, e filha de um violento criminoso, a garota só confia em seu aguçado instinto de sobrevivência quando se trata de cuidar de si mesma e da irmãzinha, Lilly. Não confia em ninguém – nem mesmo nos pais adotivos com quem ela e Lilly temporariamente vivem num confortável lar de classe média alta próximo à cidade de Atlanta. Por isso mesmo, tenta se garantir mantendo uma secreta e rentável "atividade extracurricular". Faz investigações on-line sob encomenda para mulheres que suspeitam da fidelidade dos parceiros. Wick é uma hacker de mão cheia. O peculiar estilo de vida de Wick sofre uma reviravolta quando Tessa Waye, uma antiga amiga de escola, é encontrada morta e o diário dela acaba nas mãos de Wick. Em meio às páginas, uma enigmática mensagem: "Encontre-me". Aos poucos, Wick involuntariamente é enredada numa rede de mistério que se transforma num desafio pessoal, quando se descobre que Tessa foi assassinada – e que Lilly pode ser a próxima vítima. Para chegar à identidade do assassino, Wick terá de contar com todo seu talento em programação de computadores, além da ajuda constante do vizinho, com quem tem uma certa tensão sexual, Griff. Com um enredo que mantém o leitor agarrado ao livro da primeira à última página, Encontre-me é o livro de estreia de Romily Bernard e o primeiro da trilogia homônima, "Encontre-Me".



Resenha: Encontre-me” é um thriller de suspense, que apresenta passagens emocionantes e reviravoltas com abordagens consistentes, detalhes precisos e cheios de ação. As primeiras páginas trazem momentos alarmados, e eu realmente me peguei desprevenida, sem saber o que esperar nas próximas páginas. A seguir, a narrativa se encarrega de delinear os fatos relevantes, e é como se os pensamentos

Wicket Tate é uma garota bem peculiar, desconfiada e batalhadora, com muitas características fortes. Trabalha como hackeadora e a partir de seus pontos de vista é possível acompanhar momentos cheios de tensão e mistério. Adorei a forma como a autora Romily Bernard expõe as conexões e acontecimentos ao longo da trama. Surgem muitos questionamentos, mas é interessante entender a movimentação em cada capítulo e até mesmo perceber as emoções mais simples.

A história é bem complexa, levando em consideração que a protagonista lida com várias preocupações e um trabalho arriscado para proteger Lily, sua irmã mais nova, além dela própria. Agora elas estão com uma família adotiva, mas o passado familiar também é carregado, com um pai traficante – fugitivo – e impetuoso. Claro que Wick demonstra ter medo e essa é uma distinção que lhe cai muito bem, afinal ela sabe quais são seus pontos fortes e os fracos, e compreende o que necessita fazer em casos ameaçadores.

Até que algo inesperado acontece e o diário de Tessa Waye chega às mãos de Wick. Ao virar as páginas encontra um post-it que diz: encontre-me. Após encontrá-lo, os capítulos iniciam com frases encontradas no diário, causando mais inquietações e dúvidas. Tessa era uma antiga amiga de escola e Wick até chegou a questionar-se se ela estaria tentando algum tipo de reaproximação. Porém a partir disso, novas descobertas surgem rapidamente, com muitos mistérios e perigos inacreditáveis.

Wick descobre que Tessa se suicidou – pelo menos é o que dizem – e mais nada parece fazer sentido. Agora a garota precisa desvendar esse enigma: saber porque Tessa fez isso e qual o motivo de o diário ter chegado até ela. Aos poucos, Wick chega a conclusão de que há muitas outras coisas envolvidas e que pode haver um alvo bem mais próximo do que se imagina, bem como perseguições e consequências.

O livro também conta com um romance, que achei ligeiramente estranho e acanhado. Griff não é parecido com ela, mas talvez eles pudessem ser apenas bons amigos e só. Não sei se estou enganada, mas os próximos livros devem mostrar a relação dos dois com uma intensidade melhor, nas medidas certas de compreensão e sem tanta timidez. Independente disso, gostei bastante de Griff, com sua postura ágil e inteligente.

No mais, “Encontre” é uma leitura cativante e bem rápida – excelente ritmo – e com alguns pontos previsíveis. Gostei do estilo da escrita, das argumentações e de como tudo se encaixou em suas determinadas ocasiões.



“E sim, claro, faço isso por um preço. Cobro para invadir a privacidade de qualquer sujeito, para vasculhar suas contas bancárias ou de e-mail. Mas Lily e eu precisamos de dinheiro, e essas mulheres – minhas clientes – precisam de respostas. Por meu intermédio, elas passam a conhecer de fato aqueles que amam. Por meu intermédio, nenhuma delas acabará como minha mãe. Cada uma das minhas clientes implora por ajuda e agradece quando termino. Já respondi ‘Obrigada’ tantas vezes... o gosto da palavra é amargo.” Pg.17



Classificação SEL: 4/5


3 comentários:

  1. Amei o blog!
    muitas resenhas super interessantes!
    Temos muito em comum, pois escrever e ler também!
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
  2. imaginava um livro mais fino, fiquei espantada agora com a quantidade de páginas
    estou curiosa pela trama, e espero conseguir ler logo. é apenas a segunda resenha que leio dele, mas gostei bastante delas, e fiquei curiosa pela trama, principalmente por ter bastante suspense né :P

    ResponderExcluir
  3. Sua resenha ficou ótima, parabéns.
    Confesso que não conhecia esse livro, gosto de romances mas a tempos não os leio. Estou com saudades. Valeu pela dica.

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo