25 de maio de 2014

Resenha: Nós somos Anonymous - Parmy Olson @NovoSeculo

Informações do livro:
Título: Nós somos Anonymous
Por dentro do mundo dos Hackers:
LulzSec, Anonymous e o poder revolucionário do ativismo na internet
Título original: We are Anonymous
Inside the Hacker World of LulzSec, Anonymous, and the Global Cyber Insurgency
Autor: Parmy Olson
Editora: Novo Século
Páginas: 570



Sinopse: Eles acreditavam que toda informação deveria ser livre, e eram capazes de invadir seu site se você discordasse disso. Combatiam o sistema e toda forma de governo imposta. Alegavam que não se tratava apenas de um grupo organizado, mas sim de pessoas dispostas a "tudo ou nada". A descrição mais próxima seria uma "marca", um "símbolo", um "coletivo". Suas poucas regras eram como aquelas do "Clube da Luta": não fale sobre o Anonymous, não revele sua verdadeira identidade e não ataque a mídia. Naturalmente, o anonimato dava a eles a liberdade de cometer certos delitos, como invadir servidores privados, roubar dados secretos de uma empresa, derrubar um site e depois devolvê-lo, completamente desfigurado. Algumas destas ações poderiam, inclusive, ser consideradas crimes, condenando-os à prisão por dez anos ou mais.


Resenha:Nós somos Anonymous” é um livro que aborda, de forma clara e detalhada, os meios e características gerais dos hackers da internet. Apresenta uma narrativa dinâmica, consistente e avaliadora, justamente por discutir assuntos tão relevantes para a area tecnológica. 

São tantas inovações que é muito difícil acompanhar todos os passos de desenvolvimentos e afins, mas de qualquer maneira, há uma exploração que entende os motivos dos serviços do Anonymous e o LulzSec.

É um assunto que rende muita conversa e não é de admirar que este livro tenha mais de quinhentas páginas. Realmente é o esperado quando se trata de muitas especulações, de atitudes enigmáticas e generalizações mundiais. A autora Parmy Olson – editora da revista Forbes – elabora um texto muito bem elaborado sobre os tantos partidos, comunidades e organizações (que podem ser bem poderosos) envolvendo grupos hackers e os ataques que lhe atribuíram a notoriedade.

O enredo cria analises sobre a cultura e utiliza-se de esclarecimentos e informações que podem ser interligadas a muitos outros dados em questão. É um relato envolvente e utiliza-se de uma divisão complexa para adentrar neste ambiente curioso, por meio de tantas operações e mensagens de protestos, entre outros.

A autora faz a junção dos tantos nomes usados na internet, que são bem conhecidos, para tentar elaborar um perfil destes trabalhos. No decorrer da narrativa, além de acompanhar alguns trechos divertidos, ainda é possível conhecer muitos significados de expressões e as mais variados palavras utilizados por eles.

A grande compreensão desta obra é pela apresentação da filosofia destes hackers e a expansão nas redes sociais, mesmo que ainda haja muitos questionamentos sem respostas (Quais são principais regras e quais os resultados? E por ai vai). É visível o quanto houve uma pesquisa bem extensa para juntar todo esse material, principalmente para fazer as ligações necessárias dos envolvidos, as ações capturadas bem como a funcionalidade da crítica.

Por fim, o leitor consegue refletir sobre o comportamento, muitas atitudes incompreendidas por trás dos talentos e da própria formalização dessas equipes. Há vários conflitos internos que podem desestruturar os membros, porém a força maior se concretiza por meio das opiniões formadas para a sociedade em si. 

A amplitude exposta é muito real, possibilitando uma visão mais prática em cima da contextualização. Pelas conspirações e planos sem fim, dá a entender que muitas pessoas se infiltram nas mais diversas ares para expor verdades ou impedir o que for considerado erro. É uma leitura muito empolgante! Dá vontade de pesquisar mais e mais sobre estes assuntos...



“Ao cabo daquele fim de semana, a palavra Anonymous tinha nova concepção. Ampliando a definição do dicionário (algo sem nome identificável), parecia ser um grupo nebuloso e sinistro de hackers empenhado em atacar inimigos do acesso livre a informações, inclusive indivíduos como Barr, cidadão casado, pai de gêmeos, que cometera o engano de tentar vislumbrar quem realmente estava por trás do Anonymous.” Pg.03




Classificação SEL: 4/5 


3 comentários:

  1. não gosto muito de livros assim, mas meu namorado que adora essas coisas, com certeza vai amar!
    adorei a capa dele, ficou tão lindda! os detalhes ficaram incríveis!!! *-*

    ResponderExcluir
  2. Oi :)

    Me interesso muito sobre essa comunidade de Hackers e estou querendo comprar o livro. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi adorei.. muito obrigado, amei a maneira que vc usou para descrever essa resenha...me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda
    shopping.uol.com.br/e-book-reverso_2631732.html

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo