1 de maio de 2014

Resenha: O último passageiro - Manel Loureiro, Editora Planeta

Informações do livro:
Título: O último passageiro
Título original: El último pasajero
Autor: Manel Loureiro
Editora: Planeta
Páginas: 384



Sinopse: Agosto de 1939. Um enorme transatlântico chamado Valkirie aparece vazio e à deriva no Oceano Atlântico. Um velho navio cargueiro o encontra e decide rebocá-lo até o porto, mas não sem antes descobrir que nele há um bebê de poucos meses... e algo mais que ninguém é capaz de identificar. Por volta de setenta anos depois, um estranho homem de negócios decide restaurar o misterioso transatlântico e repetir, passo a passo, a última viagem do Valkirie. A bordo, presa em uma realidade angustiante, a jornalista Kate Kilroy busca uma boa história para contar. Mas acabará descobrindo que somente sua inteligência e sua capacidade de amar podem evitar que o transatlântico pague novamente um preço sinistro durante o percurso. Inquietante. Enigmático. Viciante. Bem-vindo ao Valkirie. Você não poderá desembarcar… mesmo se quiser.




Resenha: O último passageiro” é um livro que parece despretensioso no início, mas acabei me surpreendendo com a narrativa forte e uma ambientação característica, intrincada e um tanto assustadora. As cenas são expostas de diferentes formas e é muito fácil absorver cada movimento, atitude ou expressão. O que mais impera na história é a enigmática do problema que se torna reveladora a cada página virada.

Me senti presa neste enredo instigante e alinhado. Não sabia o que pensar sobre os fatos apresentados e mesmo pensando sobre os objetivos, algumas passagens previsíveis e certas verdades citados ao longo dos acontecimentos, somente o desfecho se torna o responsável por todas as respostas e enfim soluções.

O transatlântico Valkirie fora encontrado por Pass of Ballaster, um navio cargueiro no ano de 1939, diante de uma névoa irregular. Sob um momento tenebroso, havia apenas um bebê a bordo e mais nada. Foi um caso bem penetrante, mas não repercutiu o suficiente para iniciar uma investigação, mesmo que tenha aguçado a curiosidade de muita gente. Os diversos questionamentos giram em torno das dúvidas e do medo inquietante. O que poderia ter acontecido naquele navio? E quem era o bebê?

Não havia evidências do que poderia ter ocorrido, por isso tentava-se descobrir esse enigma. Consequentemente, algumas mudanças e passagens estranhas se fazem visíveis ao redor desse local, como por exemplo: o frio inexplicável, o silencio opressivo, uma voz assustadora e a sensação de ser observado.

Nos dias atuais, conhecemos Kate Kilroy, uma jornalista que demonstra ser uma pessoa muito determinada, corajosa e ousada. Ela passou por um momento triste, mas aos poucos consegue ser mais irreverente e alegre, dependendo da ocasião. Foi designada para cobrir uma reportagem cheia de significados e extremamente importante para a história. A moça aceitou na hora, já que precisava ocupar seus pensamentos nostálgicos com alguma coisa.

Issac Felman está obcecado com esta história e Kate precisa descobrir os reais interesses dele com Valkirie. Outros personagens aparecem durante as investigações e se revelam tão importantes quanto as várias surpresas temíveis do navio.

O autor relata muitos dados sobre o navio incompreensível, mas o destaque está no jeito como tudo parece se encaixar, mesmo que pareça o contrário. A trama é fascinante e repleta de sinais intimidantes, desaparecimentos, insinuações e tensão.



“A situação era desconcertante. Aquele navio estava totalmente parado, com todas as luzes apagadas e sem que ninguém a bordo desse sinal de vida. Não fazia sentido.” Pg.21
                                                               
                              
Classificação SEL: 4/5


2 comentários:

  1. Resenha maravilhosa! Faz a gente ter vontade de abandonar todos os livros e começar a ler agora mesmo!

    ResponderExcluir
  2. Adorei esse livro! Na verdade gosto muito de livros de terror que se passam em navios. Tem um novo muito bom chamado "O Pesadelo do Príncipe" que se passa no navio Príncipe de Astúrias! Uma ótima dica de leitura! Beijos.

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo