30 de maio de 2014

Resenha: Se alguma vez... - Meg Rosoff @galerarecord

Informações do livro:
Título: Se alguma vez...
Título original: Just in case
Autor: Meg Rosoff
Editora: Galera Record
Páginas: 256



Sinopse: Um encontro com a morte transforma a vida de David Case. Convencido de que o destino não lhe reserva nada de bom, David decide se reinventar e tornar-se, assim, irreconhecível para o destino e salvar-se de seu sofrimento certo. Ele passa a ser Justin Case, com uma aparência totalmente nova e uma paixão crescente pela sedutora Agnes Bee. Com seu galgo cinzento imaginário a reboque, Justin luta para manter sua nova imagem e, acima de tudo, sobreviver em um mundo onde as reviravoltas do destino o aguardam em cada esquina.



Resenha:Se alguma vez...” ganha destaque inicial, principalmente, por sua simplicidade e inovação. Com uma narrativa dinâmica e habilidosa, a autora Meg Rosoff também usufrui bastante do lado imaginário do protagonista, fazendo as adaptações necessárias de acordo com o ambiente apresentado.

David Case tem 15 anos e vive de maneira bem acomodada e tediosa, seguindo os padrões típicos de uma família que vive numa rotina básica, ao qual nem pensam em mudar alguma coisa. O fato é que esse protagonista passa uma impressão necessária de que precisa provar para si mesmo e para as pessoas ao seu redor quem é realmente. Para poder apontar suas principais características e ser diferente em algum sentido. Quem é ele?

Ele é um personagem bem inteligente, mesmo porque consegue diferenciar o que é certo em sua vida e quais assuntos precisam ser reavaliados. Sabe que tem muitas coisas a serem descobertas, emoções para sentir e caminhos para percorrer. Por isso não mede esforços para dar um novo sentido aos seus dias.

Tudo começa a mudar depois que quase acontece um trágico acidente com Charlie, seu irmão mais novo. Através de uma brincadeira para ver se conseguia voar, tenta pular da janela de David, e se ele não tivesse sido rápido o bastante, o menino de apenas um ano de idade poderia estar morto. Muitos questionamentos lhe passaram pela cabeça, principalmente por ter ficado tão abalado e reflexivo. E se...?

O mais interessante é poder acompanhar a relação de irmãos. Dá para perceber o quanto David, um adolescente com vários pensamentos conflituosos (e até meio paranoicos), se sente solitário. Por isso se apega tanto em Charles, mesmo ele sendo bem mais novo. Então, depois de pensar um pouco resolveu se reinventar, criando uma personalidade nova para assim, se expor por meio de suas definições escolhidas.

Seu nome agora é Justin Case e foi definido como alguém mais ajustado à sociedade, intenso, compreensivo e decidido. David criou o personagem ideal e pensou rápido demais em todos os atributos. Desde esse instante, começou a se sentir mais confiante, sabendo que poderia fazer o que quisesse sendo Justin – porque ele não era real.

Posteriormente, Agness Bee entra em cena para dar novas ideias e mostrar sentimentos revigorantes para Justin – e David, é claro. Ambos parecem se sentir mais reconfortantes quando estão juntos. Enquanto ele tentava não demonstrar insegurança, ela é totalmente perceptiva e alegre.

A imaginação é a base essencial desta trama repleta de diálogos, interações e adaptações, justamente porque há várias mudanças, seja da aparência, do jeito de conversar com os outros ou se relacionar abertamente com quem gosta. O enredo é bem sutil e prende o leitor do início ao fim para entender as razões do personagem e ao longo dos acontecimentos é perceptível o seu amadurecimento, e a captação de suas decisões e princípios se tornam fundamentais.



“Ah, Deus, pensou, escovando os dentes. Tenho que me esconder. Não, esconder não. Mudar. Tornar-me irreconhecível.” Pg.17



Classificação SEL: 4/5 


3 comentários:

  1. tenho muita curiosidade em ler este livro! a trama dele parece ser muito divertida, e essa capa é encantadora né! *-*
    adorei a resenha! não tinha ledo nenhuma deste livro aidna!!! ;~~

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, mas fiquei bastante interessada por tudo que você disse sobre ele na resenha. Mas agora estou atolada, porque preciso ler UM CASO PERDIDO - THE 100 e o Livro dos MIL DIAS, porque só peguei eles depois de ler DESEJOS que amei demais !!!!! (risos) Espero poder gostar desse livro também. E ter essa oportunidade =] Enfim...Amei sua resenha, ficou realmente muito boa e adorei o seu ponto de vista sobre ela.

    Se cuida amiga e fica com Deus
    Depois dá uma espiada na minha resenha de SUPER DESAPEGADA, porque é um livro ÓTIMO para ser lido em momentos assim descontraidos. Bjokas

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    Já estou seguindo o seu blog, poderia me retribuir tbm linda?

    ResponderExcluir
  3. Oi :)

    Já li um livro dessa autora e percebi que eles são bastante complexos e interessantes, estou com vontade de ler esse. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo