21 de maio de 2014

Resenha: Só depende de mim - M. Leighton. Editora Record

Informações do livro:
Título: Só depende de mim
Bad Boys - Vol. 02
Título original: Up to me: The Bad Boys #2
Autor: M. Leighton
Editora: Record
Páginas: 272



Sinopse: Depois de ter cedido aos encantos do impulsivo Cash Davenport, Olivia só pensa em aproveitar todos os instantes com ele. Porém, um segredo do passado da família Davenport pode colocar tudo a perder. Homens perigosos estão à espreita, esperando o momento certo para recuperar algo que o bad boy mantém guardado a sete chaves, a prova capaz de salvar a vida de seu pai e de colocar em risco todos a seu redor, principalmente Olivia. A jovem corre perigo, e Cash não medirá esforços para acabar de vez com essa ameaça.



Confira também:
Bad Boys #1 - Louca por você - M. Leighton (Editora Record)


Pode apresentar spoilers.


Resenha: “Só depende de mim” é o segundo volume da série Bad Boys, de M. Leighton. No primeiro livro, Louca por você, Olivia conhece dois irmãos gêmeos, Cash e Nash, e cada um possui características bem distintas e perturbadoras. Além disso, é inevitável resistir ao charme dos dois, mesmo sabendo que esses envolvimentos podem implicar muitas coisas. O fato é que após algum tempo, revelações são feitas e um segredo perigoso balança a vida de todos. A protagonista enfim fez a sua escolha, mas ainda assim algumas pendências precisam ser resolvidas.

A narrativa continua sendo alternada entre os protagonistas, só que dessa vez é apenas de Olivia e Cash (há apenas um capítulo com a narrativa de Nash). Agora não existe mais aquela questão de dúvidas ou escolher com quem ficar. Ela já sabe sobre a história de Cash e de sua família, mesmo que algumas lacunas precisem ser preenchidas com o tempo e as respostas certas.

Essa trama não expõe apenas o relacionamento do casal, pois envolve problemas sérios e que precisam de soluções rápidas. Marissa – a prima de Olivia, que era namorada de Nash – acaba sendo arrastada neste caso conturbado de brigas e intrigas entre a família de Cash e um pessoal bem perigoso. Eles querem alguns diários e em troca disso decidem sequestrar a pessoa que Cash ama. Eis que está a situação: Eles levaram Marissa pensando que ela fosse a Olivia. Quanta confusão!

Paralelo a isso, a relação dos protagonitas também se torna bastanta avaliativa. Olivia não poderia se sentir mais insegura, principalmente por temer estar envolvida com um bad boy, mas Cash se dispõe a provar o quanto a quer perto dele. É bem complicado já que ele tem que representar diante de todos ao seu redor, sem poder comprometer seu plano atual.

Novos personagens entram em cena – definitivamente – e ganham mais destaque por contribuir nas cenas de ação e idealizações. Gavin Gibson provou ser um amigo fiel e sincero para Cash, mas outra pessoa rouba toda a cena e desestabiliza qualquer tipo de emoção, confrontos ou armações. 

Claro que não vou escrever o nome desta pessoa para não estragar a surpresa de quem ler, mas garanto que é uma reviravolta enorme. Mas nesse momento, pensando bem em tudo que passou, até que faz muito sentido e é uma jogada excelente por parte da autora. A mãe de Olivia também aparece em algumas cenas e mostra ser uma pessoa irredutível e incrivelmente insensata.

Personalidades são manifestadas sem a menor discrição e esse fator é muito importante para conseguir diferenciar o caráter real de cada figura. Quando eu penso que nada mais pode me surpreender nessa série, acontece algo mais provocador ainda, incrementando sentimentos de angustia e culpa.

É um livro que trabalha mais com a confiança, os aprendizados e o foco dos planos, mesmo diante de tantos contratempos e inimigos irredutíveis. Há um certo tipo de amadurecimento em Olívia, Cash e até em Nash, comprovando que mudanças são mesmo necessárias, mas o companheirismo e a veracidade são peças mais que fundamentais.


“Mas agora as circunstâncias estão ditando as minhas ações. Estou impossibilitada de agir. Pelo menos por enquanto. Tenho que ficar com Cash até que toda essa encrenca de máfia seja resolvida, o que espero que seja muito em breve. E depois poderei decidir. Depois poderei pensar.” Pg.43

Classificação SEL: 5/5


2 comentários:

  1. estou muito curiosa para conhecer a história!
    ainda não li o primeiro livro, mas acho que ele parece ser mais legal que este ;x
    quero muito ler eles! ;~~

    ResponderExcluir
  2. Li os 2 primeiros livros da coleção. O primeiro gostei bastante mas esse segundo deixa muitas pontas soltas e para falar a verdade extremamente absurdas. Eles tratam o pós sequestro como se não fosse nada; mostram uma mulher traída, enganada, sequestrada, espancada que simplesmente muda completamente de personalidade depois de passar um trauma enorme e se torna a madre tereza de calcutá. Fora que a família dela nem liga que ela ficou um fim de semana inteiro sequestra. Sinceramente, não cola

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo