25 de junho de 2014

Resenha: O teste - Joelle Charbonneau @UnicaEditora

Informações do livro:
Título: O teste
Teste - Livro 01
Título original: The Testing (The Testing #1)
Autor: Joelle Charbonneau
Editora: Única
Páginas: 320



Sinopse: No dia de formatura de Malencia ‘Cia’ Vale e dos jovens da Colônia Cinco Lagos, tudo o que ela consegue imaginar – e esperar – é ser escolhida para O Teste, um programa elaborado pela Comunidade das Nações Unificadas, que seleciona os melhores e mais brilhantes recém-formados para que se tornem líderes na demorada reconstrução do mundo pós-guerra. Ela sabe que é um caminho árduo, mas existe pouca informação a respeito dessa seleção. Então, ela é finalmente escolhida e seu pai, que também havia participado da seleção, se mostra preocupado. Desconfiada de seu futuro, ela corajosamente segue para longe dos amigos e da família, talvez para sempre. O perigo e o terror a aguardam. Será que uma jovem é capaz de enfrentar um governo que a escolheu para se defender?



Resenha:O teste” é um livro que tem recebido vários comentários positivos a respeito da trama consistente e avaliativa. A obra apresenta uma ambientação distópica apreensiva, e que parece muito real e plausível, apesar dos tantos conflitos ao longo dos acontecimentos. Diante disso, é possível dizer que é mesmo uma leitura bem estruturada e o melhor é que supera qualquer expectativa.

Cia Vale se mostrou uma personagem forte, sonhadora, empolgada e agradável, apesar de todos os contratempos. Ela faz o que pode para proteger a sua família, mesmo que para isso passe por ações inesperadas. A garota de dezesseis anos está muito ansiosa, já que após finalizar seus estudos espera ser chamada para ‘O teste’. Ela se empenhou muito para chegar ao seu objetivo e dedica seus estudos em busca de muitos ideais.

As emoções se misturam entre o medo, a exultação, o nervoso e tantos outros anseios. A protagonista nunca soube quais são os planos reais após a formação acadêmica e por esse detalhe e outras inseguranças quanto ao futuro, surgem pensamentos conflitantes a respeito das escolhas e aprendizados.

O Teste é apresentado como um jeito de ingresso importante aos futuros profissionais. Os candidatos passam por várias etapas e exames, mas tudo parece ser muito enigmático. Afinal, quem é escolhido não tem muita escolha entre querer ir ou não, já que a própria lei alega que os cidadãos da Comunidade das Nações Unificadas precisam se apresentar para o Teste. Caso não haja o cumprimento dessa obrigação, haverá punições graves.

O pai de Cia passou no Teste e é um dos líderes da sua colônia. O problema é que ao falar sobre essa passagem de sua vida, ele não se sente muito a vontade e parece não ter boas lembranças. Ele não fica feliz que a filha tenha sido escolhida, mas tenta lhe avisar que ela deve tomar cuidado com cada atitude e resolução.

O governo não se importa com as pessoas, e isso é um fato que vai se revelando das formas mais drásticas e infelizes. Fora isso, ainda há a inserção dos personagens secundários que contribuem para o desenvolvimento colidente de relações arriscadas ou não. Todos os períodos dependem de certa forma, da confiança e exposição dos indivíduos.

Durante o processo, o medo pela adaptação pode ser o que mais impera entre todos os desafiantes, mas é perceptível que existem muitos mistérios e perigos ocultos em cada avaliação. Cia fica em pânico e confusa com tantas mudanças em sua vida, mas pelo menos ela fica mais determinada ao pensar que suas ações irão refletir em algum momento de sua vida. Ainda mais depois que percebe que deve se resolver sozinha, confiando apenas em si mesma para lutar por sua sobrevivência

O enredo conspirador é muito bom e considera todas as cenas em suas perspectivas e mensagens. A autora consegue expor as experiências dos personagens de um jeito totalmente avaliativo, fazendo com que eles amadureçam muito rápido e entendam a intensidade dos combates e as consequentes devastações. Estou ansiosa para o próximo passo...



“Todo ano a Comunidade das Nações analisa as conquistas de todos os formandos em todas as dezoito colônias. Os melhores alunos desses grupo de formandos são levados a Tosu City para um teste da universidade. Ser escolhido é uma honra. Os formandos da universidade são nossa grande esperança – aqueles com os quais todos contamos para ajudar a regenerar a terra e melhorar nossa qualidade de vida. São os futuros cientistas, médicos, professores e oficiais do governo – o papel se abaixa e ele nos dá um sorriso – Vocês quatro foram selecionados para participar do Teste.” Pg.26




Classificação SEL: 4/5 


8 comentários:

  1. já vi muitas resenhas positivas deste livro, mas não é muito o meu estilo... =/

    ResponderExcluir
  2. Eu não tinha ouvida falar desta distopia, mas com certeza vou ler. O diferencial dela é que pessoas comuns podem se tornar governantes, gostei disso, só que parece que existe algo por trás... nas distopias nada é certinho assim.
    A capa me lembrou um pouco Divergente, e achei o símbolo meio estranho :P
    Ótima resenha, adorei!

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito por ser diferente e também por ser distopia, gosto de livros assim e acredito que vou amar essa série. Está entre os que vou ler.

    ResponderExcluir
  4. Quero muito ler esse livro. Estou com ele em minha listinha desde que o vi pela primeira vez. Tenho lido resenhas e comentários sobre ele e vejo que está bem cotado. Gostei muito da resenha.

    ResponderExcluir
  5. Essa parece ser daqueles livros que te prende do começo ao fim, um daqueles livros que tem que existir na #wishlist de qualquer pessoa!
    E a sua resenha só me deixou com ainda mais vontade de lê-lo.

    ResponderExcluir
  6. O livro parece ser ótimo, estou bastante interessada em ler!

    ResponderExcluir
  7. Eu amo qualquer distopia, esse estilo literário tem algo que me conquista completamente. Depois de ler críticas incríveis sobre esse livro, tinha ficado doida pra ler. Agora depois da sua resenha, compreendo que será um tipo de livro que me fará amá-lo e se tornará um dos meus favoritos.
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Adoro distopias e só vi elogios sobre esse livro!!! Muito ansiosa para ler!!! Amei a capa =)

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo