20 de julho de 2014

Resenha: Dias melhores pra sempre - @mauriciogomyde - Editora Porto 71

Informações do livro:
Título: Dias melhores pra sempre
Ficção Brasileira
Autor: Mauricio Gomyde
Editora: Porto 71
Páginas: 232



Sinopse: Bruno dizia que um dos grandes desafios da vida é conseguir provar que as teorias estão erradas. Quando seu grande amor deixa de reconhecê-lo, ele precisa se transformar como nunca para tentar reconquistá-lo. Conseguirá ele contradizer o destino e provar que é possível colocar por terra tudo o que afirmavam? Superação e retribuição em mais este incrível romance de Maurício Gomyde, onde tudo o que já se imaginou sobre o amor será levado ao limite da mais doce loucura.



Leia também:
O Rosto que Precede O Sonho - Mauricio Gomyde (Editora Porto 71)




Resenha:Dias melhores pra sempre” reflete sentimentos intensos e obstinados, e é muito difícil expressar todos os momentos inconstantes e as conveniências apresentadas ao longo do caminho. A escrita do autor Mauricio Gomyde é tão cativante e atenta aos detalhes, que é como se cada palavra fosse um recado ao leitor, oferecido nas entrelinhas do texto.

O protagonista desta trama se chama Bruno e a história faz algumas analises sobre sua vida, de acordo com as experiências vivenciadas e suas reações, assim como alguns dramas, momentos tristes e felizes. Quando mais jovem, ele demonstra toda sua disposição pelo surf, de como ele gosta de estar cercado por amigos e de ser tão alegre. As relações de amizade também têm um grande destaque no enredo e engrandecem lições importantes sobre afeição e beneficência.

Inesperadamente surge uma grande barreira de sua vida e é ai que entra uma nova fase em sua vida: a da superação por um incidente. Logo ele conhece Micaela e as questões do envolvimento são abordadas e relacionadas as novas situações de angustias e dúvidas. 

A paixão acaba surgindo aos poucos e é muito interessante poder acompanhar todas as reviravoltas do casal. Os dois se tornam muito apegados e são muito carinhosos um com o outro, se apóiam bastante e o sentimento se mostra mais verdadeiro e primoroso a cada dia que passa.

Só que acontece mais um acidente, provocando novas provas para superar o inevitável. Neste caso, os agraves são bem maiores e há várias outras implicâncias. É muito triste perceber que ambos passaram por casos complicados, mas em contrapartida é melhor ainda ver como cada um agiu de acordo com as perspectivas, anseios, incentivos e modificações.

É um livro sutil, delicado e sonhador, repleto de emoções e desafios. E por mais que a leitura seja bem rápida, há uma boa consistência dos fatos, principalmente através das mensagens reflexivas. 

O autor inovou ao separar as partes de modo mais complexo, e isso é um dos grandes estímulos para o melhor entrosamento da trama. Justamente para criar muitas expectativas é que há os episódios mais descritivos e é sensacional como é abordado o desenvolvimento das relações de todos os personagens.




“Amor não se compra, compaixão não se implora, paixão não se pede, pena se ignora. Sentimentos de amor devem vir espontâneos, ou é melhor que não venham. Eu era o mesmo, sabia que nada da minha essência havia mudado e não precisava da piedade de ninguém” Pg. 59




Classificação SEL: 4/5 


Um comentário:

  1. estou muito curiosa para ler, não só este livro, mas como todos os livros do Mauricio.
    sempre vejo ótimas resenhas e muitos comentários positivos do livro dele.
    não me recordo de ter visto nenhuma resenha negativa! o cara deve ser bom mesmo! hehe
    e outra, o gênero que ele escreve eu adoro! *-*
    pretendo ler não só esse como todos os outros. e preciso ler lgoo!!! ;~~

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo