26 de julho de 2014

Resenha: Duas vezes amor - Katie Cotugno, Editora Rocco

Informações do livro:
Título: Duas vezes amor
Título original: How to Love
Autor: Katie Cotugno
Editora: Rocco
Páginas: 384




Sinopse: É possível se apaixonar duas vezes pela mesma pessoa? Em Duas vezes amor, elogiado romance de estreia da norte-americana Katie Cotugno, a jovem Reena descobre que sim. Aos 16 anos, ela vê seus sonhos interrompidos por uma inesperada gravidez, ao mesmo tempo em que enfrenta a ausência da mãe, que morreu quando Reena era criança, a indiferença do pai e o sumiço do namorado, Sawyer. Mas quando ele retorna à cidade, dois anos depois, e fica sabendo que é pai de uma menina, Reena tem a chance de tentar entender o que levou o garoto a desaparecer. E desse reencontro, os dois descobrem o amor pela segunda vez.



Resenha: Pense em um livro encantador e infinitamente comovente. “Duas vezes amor”, de Kate Cotugno, me surpreendeu mais do que esperava. É aquela história que a gente não cansa de pensar e falar a respeito, e posso afirmar que até agora pode ser considerado o melhor livro que já li nesse ano. Sabe quando você se apaixona por um livro e pelos personagens e seus dramas? Fiquei assim diante dessa leitura mágica, tão repentina e tocante.

Serena Monteiro, mais conhecida como Reena, é uma garota bem esperta, mas é claro que não consegue pensar com clareza quando esta perto do garoto que sempre gostou. Todos acham que a garota tem um futuro brilhante pela frente, mas por conta de algumas escolhas e momentos inconsequentes as coisas não saem como o planejado.

Sawyer LeGrande pode, afinal, ser considerado um cara bem problemático e ainda mais surpreendente em todos os sentidos. Pode ser definido por tantas maneiras que eu realmente nem tenho ideia por onde começar. Primeiro ele demonstra ser bem popular, um tanto inibido e ao mesmo tempo um tanto pacífico, depois é sem duvida um cara muito imprudente e emblemático. Mudei de opinião várias vezes diante de suas atitudes sem explicações, mas nunca duvidei de seu amor por Reena.

Reena e Sawyer se conhecem desde crianças por causa da amizade dos pais. Há alguns dramas envolvendo cada um deles e as peculiaridades são bem analisadas ao longo dos episódios. O fato é que ela sempre gostou dele, só que os dois acabaram se envolvendo em um momento muito intricado. Ele tinha começado a namorar sua melhor amiga e depois disso nada mais volta ao normal e é muito triste acompanhar algumas tragédias, estas que desencadeiam outros problemas mais inesperados.

A gravidez de Reena e o sumiço de Sawyer alteram muitas passagens durante os dois anos narrados. Só que o grande destaque está no fato de que, não importa quantas coisas tenham mudado, justamente porque os sentimentos confituosos ainda continuam fortes – mesmo que haja tanta mágoa e desentendimentos surreais. O amor deles se torna quase uma obsessão, mas o leitor entende que é verdadeiro por causa das decisões definitivas. A filha deles, Hannah, acrescenta novos sentimentos de renovação, para aprender a superar as dificuldades e entender mais a vida com os tantos aprendizados e reconciliações.

Os capítulos são alternados entre o antes e o depois, só que desde o principio tive a sensação de que o tempo não mudou em nada a relação desse casal tão complicado. As conversas dos dois tendem a parecer meio estranhas, mas o que mais impera é a ansiedade por querer descobrir o desfecho deste romance. Na verdade, é muito interessante perceber como a escrita se conecta perfeitamente com as cenas, seja por causa dos significados ou das mensagens escondidas nas entrelinhas.

É um livro sobre escolhas, mudanças, segundas-chances, encontros e desencontros. Confesso que fiquei com muito medo diante de alguns caminhos difíceis, mas o texto me fez sentir esperança diante dos sentimentos tão realistas e especiais. Eu queria falar muito mais para vocês sobre esse livro, mas sei que acabaria soltando algum spoiler. Por isso, só quero finalizar esta resenha dizendo que vocês não vão se arrepender ao dar uma chance para este livro tão lindo.  Eu li em ebook, mas agora sinto uma necessidade urgente de ter esse livro na minha estante!

LEIAM! LEIAM! LEIAM!

“Sawyer, gostar de você jamais foi o problema.”

Classificação SEL: 5/5


6 comentários:

  1. Nossa diante de uma resenha tão empolgada não tem como não sentir vontade de ler ele.
    Parece ser um ótimo livro da editora. Fiquei curiosa agora.
    Que bom que gostou tanto.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Esse título me pareceu perfeito para a trama, já que dois momentos principais dividem a narrativa: a gravidez dela, e a volta dele anos depois. Gostei demais, parece ser simplesmente emocionante. Com tantos romances rápidos e superficiais hoje em dia, é legal acompanhar uma história de amor mais profunda.

    Abraços, Mallú Ferreira
    semclichesporfavor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Nao gosto de livros que mesclam dois tempos diferentes!! Mas tu disse que as coisas encaixam e se completam, entao acho que vou dar uma chance!!

    Beijos
    Nati

    www.meninadelivro.com.br

    ResponderExcluir
  4. Nossa o livro parece mesmo ser maravilhoso, já estava querendo muito ler esse livro, depois de ler essa resenha fiquei super ansiosa pra conferi essa história!

    ResponderExcluir
  5. já estou até imaginando qual foi esse "momento inconsequente" hahaha
    a trama parece ser incrível!! estou muito curiosa para ler! *-*
    e essa capa, apesar de ser simples, é tão linda!!!
    acho que não soltou nenhum spoiler não :D

    ResponderExcluir
  6. Amei o livro. Simplesmente perfeito. Comecei a ler e não consegui parar até o final. Obrigada pela dica!

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo