12 de julho de 2014

Resenha: A Vida do Livreiro A.J. Fikry - Gabrielle Zevin @cialetras

Informações do livro:
Título: A Vida do Livreiro A.J. Fikry
Título original: The Storied Life of A. J. Fikry: A Novel
Autor: Gabrielle Zevin
Editora: Paralela
Páginas: 190



Sinopse: Uma carta de amor para o mundo dos livros “Livrarias atraem o tipo certo de gente”. É o que descobre A. J. Fikry, dono de uma pequena livraria em Alice Island. O slogan da sua loja é “Nenhum homem é uma ilha; Cada livro é um mundo”. Apesar disso, A. J. se sente sozinho, tudo em sua vida parece ter dado errado. Até que um pacote misterioso aparece na livraria. A entrega inesperada faz A. J. Fikry rever seus objetivos e se perguntar se é possível começar de novo. Aos poucos, A. J. reencontra a felicidade e sua livraria volta a alegrar a pequena Alice Island. Um romance engraçado, delicado e comovente, que lembra a todos por que adoramos ler e por que nos apaixonamos.




Resenha:A Vida do Livreiro A.J. Fikry” apresenta uma narrativa encantadora e sutil, envolvendo livros e sua ambientação rica em detalhes e sentimentos. Assim que li a sinopse soube que o enredo seria envolvente por fazer menções sobre diversas obras, e claro que é interessante principalmente para quem gosta de ler. Mas o texto remete o leitor a querer adentrar nos acontecimentos e é muito mais surpreendente pelas recomendações e entendimentos.




A. J. Fikry é um personagem muito peculiar, parece ser simples levando sua vida tranquila, mas aos poucos surpreende por atitudes acentuadas e pensamentos perspicazes. Ele tem 39 anos e é o proprietário de uma livraria chamada “Island Books” em Alice Island, uma cidade onde não parece haver muitas movimentações. Ele é claramente apaixonado pelos livros e demonstra ser uma pessoa muito objetiva diante de seus hábitos, só que alguns sofrimentos ao longo da sua vida o tornaram mais fechado, irritante e amargurado.

Este personagem tem um temperamento forte e não é acostumado a aceitar mudanças e/ou sugestões com facilidade. É um tanto ríspido com as pessoas ao seu redor e não consegue ser muito atencioso quando sabe que precisa ser. O seu plano é vender a livraria para em seguida se aposentar, assim como leiloar seu exemplar raro de Edgar Allan Poe. Só que ele não esperava que essa obra valiosa fosse roubada, e é por isso que ele fica tão desorientado e sem esperanças.

A partir desse momento muitos acontecimentos – alguns dramáticos e outros bem-humorados – surgem como forma de revigorar a vida desse homem despedaçado por perdas inevitáveis. Eu não esperava que algo tão categórico fosse chegar perto de A. J. Fikry, mas sua desenvoltura muda a medida em que percebe o real significado dessa nova etapa em sua vida.

Todos os personagens também são muito expressivos e realistas, seja por meio de Amelia Loman, uma representante de livros, ou pela inteligente Maya.  Também é possível conferir as avaliações de A. J. Fikry sobre alguns livros, contos e gêneros. Seu gosto é bem definido, mas aos poucos ele começa a ver algumas mensagens de forma bem distinta.

É uma história emocionante de amor e esperança, que envolve perdas, encontros e recomeços mágicos. O texto é descrito com suavidade e é como se fizéssemos parte de seus devaneios e reflexões. Por sinal, acredito que o grande destaque está na maneira como as palavras e os pensamentos são revelados, cheios de emoção, impacto e veracidade.




“Você descobre tudo que precisa saber sobre uma pessoa com a resposta desta pergunta: Qual é o seu livro preferido?” Pg.69




Classificação SEL: 5/5 

Faça o texte e descubra qual personagem você é: CLIQUE AQUI!


11 comentários:

  1. Adorei o livro, parece perfeito para leitores. Sempre gosto de personagens leitores, ou que vivem em meio aos livros. Parece muito mais real.

    Beijos! || ape56.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Amei a quote! ♥ Já havia visto a capa desse livro, mas não pensei que fosse uma narrativa do tipo "estória", entende? Pensei que fosse um livro mais sobre livros. Interessante!

    Clara
    @clarabsantos
    clarabeatrizsantos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Ei Fernanda,
    Conheci esse livro nas cortesias do Skoob. Achei a sinopse simples mas me despertou interesse, principalmente quando diz que ele nos lembra o pq de gostarmos tanto de ler.
    Quero muito ler ele. Nem essa editora eu conhecia O_o. Se já tinha visto outra vez, num lembro agora. rsrs
    Esse trecho do livro no final foi ótimo.

    Abs...

    ResponderExcluir
  4. não conhecia o livro ainda, mas parece ter uma história ótima
    só não gostei desta capa, pois parece ser tão simples para uma trama tão linda! ;~~

    ResponderExcluir
  5. Nossa o livro parece ser ótimo, bem emocionante, fiquei doida pra ler!

    ResponderExcluir
  6. Nossa, que livro fantastico. Ao ler a resenha percebi que é um livro intenso, mas suave, comovente mas delicado...
    É aquela leitura que te consome...
    Quero lê-lo!
    Sem falar que concordo plenamente com ele, quer conhecer uma pessoa pergunte qual o livro preferido dela. Minha resposta é qualquer um do Nicholas Sparks, me define completamente... rs
    Parabens pela resenha.

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pela resenha. Um livro com uma história sobre livros que
    parece ser muito bom, com uma história leve e simples.
    Espero ganhar a promoção para poder ler de imediato.

    ResponderExcluir
  8. Linda resenha! Como todo apaixonado por livros, estou sonhando com esse! Tenho certeza que depois de lê-lo, será o meu livro preferido!!!

    ResponderExcluir
  9. Ana Letícia Loubak4 de agosto de 2014 22:59

    A Vida do Livreiro A.J. Fikry é capaz de quebrar a resistência dos leitores com relação aos pequenos clichês. Eu fui uma dessas leitoras. É uma história perfeita para ser lida quando se quer relaxar, o que não significa que ela não possa te trazer maiores reflexões. Apesar de ser pequeno, o livro possui uma trama bem estruturada, com reviravoltas que nos surpreendem. Logo assim que dei de cara com a capa, antes mesmo do lançamento, saí catando um ePub e li em inglês mesmo (a edição original tem uma capa bem borocoxô, aliás). Não vejo a hora de ter a edição em português na minha estante!!

    ResponderExcluir
  10. Quando vi a capa e a sinopse não dei nada pelo livro. Até achei interessante que fosse um livro com o tema "livros", mas não me deu aquele entusiasmo pra ler. Mas tenho lido tantas resenhas positivas sobre ele que estou morrendo de vontade de ler! Parece um daqueles livros com mensagens lindas, emocionante!

    ResponderExcluir
  11. Fiz o teste e saiu: Amelia - Você é otimista, acredita que é melhor ficar só do que com alguém que não compartilha de suas sensibilidades e interesses. (É, não é?) Nunca mente sobre livros, nunca diz que amou um livro se não é verdade. Normalmente consegue achar algo positivo pra dizer sobre o livro, e quando não, sobre a capa, e quando não, sobre o autor, e quando não,
    sobre o site do autor. Ama descobrir algo novo. Alguns podem achar que é um viajante no tempo, por seu gosto eclético. Alguns te acham uma pessoa durona, mas a verdade é que muitos são capazes e provavelmente irão te machucar. Mas sempre vai achar um bom livro para te animar!

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo