6 de agosto de 2014

Resenha: Amor em jogo - Simone Elkeles, Globo Livros

Informações do livro:
Título: Amor em jogo
Wild Cards - Livro 01
Título original: Wild Cards (Wild Cards #1)
Autor: Simone Elkeles
Editora: Globo Livros
Páginas: 360




Sinopse: Ashtyn Parker já está acostumada a ser abandonada, e aprendeu a não se deixar envolver demais em nenhum relacionamento. Quando sua irmã mais velha volta para casa, depois de dez anos, com um enteado a tiracolo, ela não quer saber de nenhum dos dois. O que Ashtyn não esperava é que o tal garoto mal-encarado e sem nenhum limite seria também... Irresistível. Depois de ser expulso do colégio interno em que estudava, Derek Fitzpatrick não teve outra escolha senão ir morar com a esposa de vinte e poucos anos de seu pai, que está viajando pela Marinha. Além de ter que aturar a madrasta, ele recebe a notícia de será obrigado a se mudar da Califórnia para sua cidade natal, Illinois. A vida não tinha mesmo como ficar pior... Ashtyn se esconde atrás de uma fantasia da vida perfeita: boa aluna, a única menina – e capitã! – do time de futebol americano da escola e namorada do quarterback promissor. Tudo parecia um conto de fadas. Ainda assim, ela se sente deslocada, e tem um plano para deixar tudo pra trás e correr em busca da bolsa de estudos em alguma faculdade bem longe de sua vida atual. Tudo o que Derek menos quer é participar de mais um drama familiar – já bastam os seus. Agora, ele se vê preso a uma casa estranha, com pessoas que não conhece e em uma cidade bem diferente do que está acostumado. O que ele não esperava era que aquela garota briguenta e fã de junk food seria capaz de mexer tanto com seus sentimentos. Ainda mais ele, tão acostumado a descartar meninas por aí. Para azar – ou sorte!? – de Ashtyn e Derek, o destino ainda guarda mais uma reviravolta na manga. Mesmo com hábitos, ideias e sonhos completamente opostos, um desejo incontrolável surge entre os dois e, juntos, eles enfrentarão o desafio de vencer os preconceitos e os tabus da cidade em que vivem, além de seus próprios medos, para se entregarem completamente a uma paixão avassaladora.




Resenha: Amor em jogo” é um livro maravilhoso, que desperta as mais variadas sensações: desde as tão conhecidas emoções conflituosas até os receios pelas escolhas difíceis dos personagens. A narrativa de Simone Elkeles é sutil, comovente e ao mesmo tempo muito intensa. É impossível não se emocionar com os encontros e descobertas de sentimentos.

A narrativa é alternada entre os dois protagonistas Derek Fitzpatrick e Ashtyn Parker, o que torna muito mais fácil o entendimento de cada ação, pensamentos e preferências. Eles não esperavam se envolver, mas também nem imaginariam que seus caminhos se cruzariam algum dia. Por isso é muito interessante acompanhar a trajetória, esta que vem acompanhada por alguns dramas adolescentes e certas situações hilariantes.

Derek parece ter resposta para tudo e está acostumado a fazer piada com tudo. O problema é que ele acaba se metendo em uma situação bem difícil e é por causa disso que sua vida começa a mudar completamente. 

Primeiro ele é expulso do colégio interno e não tem muitas opções ao perceber que precisa seguir Brandi, a mulher do seu pai para onde ela for. O pai trabalha na marinha e por isso é tão ausente, e essa nova esposa é bem nova e em sua ultima decisão, resolve voltar para a casa de seu pai por um tempo.

As coisas não poderiam piorar mais, só que é justamente em uma ocasião bem constrangedora que Derek conhece Ashtyn, já que ela é irmã de Brandi. Confesso que há muitas cenas engraçadas nos períodos em que estão juntos, mas é ainda melhor perceber a atração intensa do casal. O melhor é que aparecem muitos outros personagens secundários e todos eles revelam ter grande importância na trama.

A personagem Ashtyn (que nome diferente né?) é bem peculiar, sendo a única menina do time de futebol americano que integra o time de sua escola. A garota até foi eleita capitã do time, mas percebe que nem todos se agradam com a decisão. Isso porque seu namorado Landon desejava muito a posição. Se sentindo extremamente dividida, sabe também que precisa entender primeiro tudo o que está sentindo. Ela parece ser bem forte, mas claro que sabe esconder muito bem suas emoções.

Ashtyn tem uma grande facilidade em ter amigos masculinos, mas não conseguiu se adaptar com Derek. Isso porque eles não poderiam ser apenas amigos, havia muito mais a se questionar diante de tantas implicações e pensamentos desconexos. É um livro cheio de reviravoltas e novas percepções. O grande destaque está na maneira como o romance é exposto, tão leve, envolvente e totalmente inusitado.

“Eu me deito na cama e espero que ela saia, mas sinto o olhar dela em mim. Quem dera eu não fosse tentado a me esticar, a puxá-la pertinho, calá-la com um beijo que a faria esquecer seu namorado.” Pg.59

Classificação SEL: 5/5


4 comentários:

  1. adoro romances, e este ai parece ser lindo! *-*
    a autora tem outros livros né? porque já ouvi muitos comentários sobre ela...
    achei a sua resenha linda, fiquei curiosa!! ;~~

    ResponderExcluir
  2. Ashtyn, que diferente! Gostei muito da sua resenha, ainda não conhecia o livro.

    Beijos
    Nati

    www.meninadelivro.com.br

    ResponderExcluir
  3. Nossa, ele livro para ser tão lindo... To precisando de uma leitura dessa.

    http://julianamoreire.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Amei o livro, em especial o Dereck kkkk
    o final ficou corrido, mas sem deixar de ser fofo

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo