2 de agosto de 2014

Resenha: Cidade do fogo celestial - Cassandra Clare, Galera Record

Informações do livro:
Título: Cidade do fogo celestial
Os Instrumentos Mortais #6
Título original: City of Heavenly Fire 
(The Mortal Instruments #6)
Autor: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Páginas: 532




Sinopse: ERCHOMAI, Sebastian disse. Estou chegando. Escuridão retorna ao mundo dos Caçadores de Sombras. Enquanto seu povo se estilhaça, Clary, Jace, Simon e seus amigos devem se unir para lutar com o pior Nephilim que eles já encararam: o próprio irmão de Clary. Ninguém no mundo pode detê-lo — deve a jornada deles para outro mundo ser a resposta? Vidas serão perdidas, amor será sacrificado, e o mundo mudará no sexto e último capítulo da saga Os Instrumentos Mortais.



Leia também:
Os Instrumentos Mortais #1 Cidade dos ossos   - Cassandra Clare (Galera Record)
Os Instrumentos Mortais #2 Cidade das cinzas - Cassandra Clare (Galera Record)
Os Instrumentos Mortais #3 Cidade de vidro - Cassandra Clare (Galera Record)
Os Instrumentos Mortais #4 Cidade dos anjos caídos - Cassandra Clare (Galera Record)
Os Instrumentos Mortais #5 Cidade das almas perdidas - Cassandra Clare (Galera Record)



Sem spoilers



Resenha:Cidade do fogo celestial” conclui a saga de Os Instrumentos Mortais, de Cassandra Clare, e é muito emocionante acompanhar até o final uma história tão marcante e repleta de emoções intensas. Admito que nem sei muito bem como expressar as opiniões na resenha, já que tudo parece ser meio contraditório e talvez até um pouco dramático. Não me entendam mal, afinal o desfecho é sensacional, mas mesmo assim fica aquela sensação de despedida, tensão e tristeza.

A narrativa ainda mantém um estilo enigmático e o suspense está mais presente nesta trama, justamente por causa da ansiedade pela finalização. O destaque segue por conta do acréscimo de personagens e é muito interessante perceber a conexão destas novas figuras. Melhor ainda é quando surgem as menções da série As peças infernais, juntamente com seus respectivos personagens – e é evidente que essa amarração é genial! O texto une todos os comentários e dá direções sutis sobre todas as direções.

Emma Carstairs entra em cena para apresentar novos significados e esta mesma personalidade será protagonista de uma nova série da autora. Clary está mais ativa do que nunca e Jace, apesar de algumas complicações, surge com seu tão conhecido jeito irônico – mas é claro que ainda é muito encantador. 

Não poderia citar todos os personagens sem soltar alguns spoilers, por isso estou dando apenas algumas dicas sobre as versões de alguns deles. Ainda assim preciso muito dizer que Simon foi o culpado por me arrancar tantas lágrimas. Parece tão inconsequente, mas pelo menos ele conseguiu reaver alguns princípios iniciais.

Todos os personagens continuam sendo destaque na trama, mas vale lembrar que por já terem vivenciado diversas experiências, estão claramente mais desenvolvidos e adeptos as mudanças inesperadas. Jace não possui mais a ligação com Sebastian, mas agora carrega consigo o fogo celestial, o que também é algo muito arriscado e acarreta novos problemas.

Por falar no sombrio Sebastian, este está determinado em seus planejamentos irregulares e segue cada vez mais fortalecido diante dos Caçadores de Sombras. Por outro lado, o enredo expõe outros lados sobre seu passado e de acordo com todas as perspectivas que o levaram a ser tão perverso. Por isso há muitas reviravoltas surpreendentes, incluindo traições insensatas e até que seu desfecho foi bem admissível.

Elementos fortes e nítidos se vinculam nessa caminhada incrível e cheia de superações – e algumas perdas –, além de que a ação também está presente em quase todos os momentos. É claro que o romance também é uma parte essencial e os casais fazem por merecer diante de tantos sentimentos complexos e devaneios alucinados. Cada um teve a finalização merecida e o epílogo não poderia ser mais tocante.

“Jace observou quando Clary olhou por cima do ombro e soprou um beijo enquanto o cabelo vermelho balançava no rabo de cavalo. Ela era tão pequena, delicada, semelhante a uma boneca, pensara uma vez, antes de descobrir como a garota era forte.” Pg.31


Classificação SEL: 5/5


Um comentário:

  1. aaah, todo mundo comentando sobre esta série... acho que eu fui a unica pessoa que começou a ler e não gostou :'(
    tá certo que li só o primeiro né, mas enfim... hahaha
    acho a história interessante, e acho que vou ter que ler o segundo para quem sabe eu me interessar... :P

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo