3 de agosto de 2014

Resenha: Como sair da friendzone - The Wing Girls @EditoraGente

Informações do livro:
Título: Como sair da friendzone
Pare de conversinha e finalmente conquiste a pessoa dos seus sonhos
Título original: How to Get Out of the Friend Zone
Autor: The Wing Girls
Editora: Gente
Páginas: 224



Sinopse: O famoso “desempacamento” é um problema entre as pessoas da geração Y. A insegurança e a falta de traquejo social fazem com que os flertes evoluam para uma amizade que nunca sai da zona cinza. Como, então, evitar que a relação entre alguém e seu pretendente caia na zona da amizade? As autoras mostram que é possível, sim, sair da cilada da friend zone. Para isso, as Wing Girls dão o caminho para que os apaixonados consigam conquistar seus amantes passando pelas etapas de separação, grande virada e plano de ação.




Resenha: Como sair da friendzone” é um livro que mistura elementos sutis baseando-se nos mais diversos tipos de relacionamentos. Assim, a narrativa é bem jovial, garantindo mais entrosamentos com o leitor, a fim de ter cada vez mais compreensões e afinidades expostas. As autoras “The Wing Girls” (Jet e Star) são bem conhecidas na internet e se comunicam facilmente com as pessoas, e esse é justamente o principal destaque desta obra: a comunicação facilitada.

Sabe qual é a melhor parte? Os assuntos discutidos rendem muitos entendimentos, assim como abre novas questões e dúvidas sobre influências do dia-a-dia, conquistas e afins. Ou seja, este é basicamente uma obra que gera muitas opiniões e todas elas são direcionadas para que o leitor consiga usar essas dicas em algum momento de sua vida.

O ponto de partida apresenta a zona da amizade e suas tantas caracterizações. Afinal de contas, a friendzone (zona de amizade) pode ter mesmo muitas definições. Ainda bem que o próprio texto faz essa pequena introdução de forma clara e extremamente objetiva. Claro que também expõe os sentimentos em suas diversas expectativas.

É possível acompanhar algumas das experiências de vidas de Jet e Star e de outros indivíduos, e o jeito como revelam os detalhes pessoais se mostra bem mais dinâmico e envolvente. Também é muito bom perceber que a escrita tem a principal finalidade de interagir com o leitor, para dar lições e ajudar nas pequenas dificuldades e estratégias amorosas.

Dividido em quatro partes, o enredo disponibiliza respostas para algumas passagens que são bem comuns na vida da pessoa. Não é nem um pouco difícil conhecer alguém que já tenha passado por situações parecidas, por isso que as discussões se tornam tão críveis. Há também várias indagações sobre as definições na zona da amizade, suas problemáticas, diferenças, semelhanças, entre outros.

É muito interessante ler histórias de pessoas que passam por isso e claro que alguns traços podem ser bem identificáveis. E é nesse caminho que surgem os desafios para avaliar em que sentido está o relacionamento e como fazer para mudar o cenário. O volume também traz algumas avaliações e outros tipos de testes para que o leitor consiga compreender seu emocional, as conexões e os caminhos certos para seguir. As historias são de fato, muito cativantes e se torna muito simples captar as emoções inseguras, as confissões dramáticas e as ocasiões repletas de devaneios, precipitações e tumultos.






“A característica definitiva de um relacionamento na Friend Zone (Zona de Amizade) é a ambigüidade. Você não sabe onde pisa, a fronteira é mal definida e a paquera, incerta. É tão confuso que dá vontade de arrancar os cabelos. Pense bem. Nenhuma outra condição de amizade ou relacionamento tem a própria zona.” Pg.11




Classificação SEL: 4/5


Um comentário:

  1. acho a capa deste livro bonitinha, mas não sinto curiosidade em ler ele...
    mas uma coisa que acho legal nele é trazer histórias reais para a trama!
    não pretendo ler ele, mas quem sabe mais para frente... :P

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo