16 de agosto de 2014

Resenha: Estranho Irresistível - Christina Lauren @univdoslivros

Informações do livro:
Título: Estranho Irresistível
Beautiful Bastard - Livro 02
Título original: Beautiful Stranger (Beautiful Bastard #2)
Autor: Christina Lauren (Christina Hobbs, Lauren Billings)
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 288




Sinopse: Um charmoso playboy britânico. Uma garota determinada a finalmente viver. E uma ligação secreta revelada em cores quentes... Após ser traída, Sara Dillon se muda para Nova York em busca de agitação e paixão sem compromisso. É assim que ela encontra um sexy e irresistível dançarino britânico de uma boate que não deveria significar nada além de uma noite de diversão. Mas a maneira – e a velocidade – com a qual ele acaba com suas inibições está prestes a transformar essa relação em algo arrebatador. A cidade inteira sabe que Max Stella ama as mulheres. Isso não significa que ele tenha encontrado uma que realmente desejasse manter por perto. Apesar de atrair muito com seu charme de bad boy da Wall Street, é só quando Sara aparece em sua vida que ele começa a se perguntar se existe alguém para estabelecer uma relação fora do quarto. Encontrando-se em lugares onde qualquer um pode vê-los, o que assusta Sara mais do que ser pega em público é ter Max muito próximo...




Leia também:
Beautiful Bastard #1 Cretino irresistível - Christina Lauren (Universo dos Livros)
Beautiful Bastard #1.5 Cretina irresistível - Christina Lauren (Universo dos Livros)



Resenha:Estranho Irresistível” é mais um livro intenso, que trabalha com personagens destemidos e também inconstantes – cada um a sua maneira. A história expõe momentos de muita sensualidade, e o melhor é que há a exposição de sentimentos que precisam de maiores desenvolvimentos. O enredo é bem intenso e busca captar as principais essências das emoções e da própria ambientação.

Sara Dillon sofreu recentemente uma decepção amorosa diante de uma relação de longa data e no momento precisa se adaptar em uma nova vida para conseguir se reestruturar. A moça começa a trabalhar em uma empresa de marketing, sendo que foi Bennet Ryan (personagem de Cretino irresistível) que lhe conseguira a vaga. Claro que Chloe também aparece nesta trama e participa de algumas cenas com a protagonista.

Quando Sara se depara com Max Stella, gentil e extremamente sedutor, ela reflete sobre poder fazer coisas que nunca passaram por sua cabeça. Primeiro eles se encontram em uma boate, e após isso, a surpresa é maior quando se deparam na empresa que ela trabalha, já que ele é amigo de Bennet. Max é um cara estranho, mas aos poucos vai se caracterizando por suas passagens marcantes e descrições charmosas.

Os encontros dos dois são cada vez mais almejados e é muito interessante conhecer as indecisões, receios diante de uma relação carregada de loucuras e tensões. Sara está em uma fase em que tudo é arriscado, só que ela ainda se sente muito insegura por conta dos sofrimentos passados. Já Max precisa saber quais os melhores caminhos para que a garota se sinta mais segura e desejada.

As mudanças são bem perceptíveis a partir do momento em que há um avanço no relacionamento deste casal. Ambos têm seus próprios conflitos e a própria narrativa intercalada se encarrega de demonstrar seus questionamentos e anseios mais reservados. Ainda bem que as várias situações inusitadas também são carregadas por significados fantasiosos, além da própria diversão estampada nas entrelinhas.

É uma trama bem descontraída, apesar de algumas crises que podem ser facilmente resolvidas com base nos encontros e diálogos centrados. As implicações também acabam sendo alvo fácil para brigas e intrigas. E mesmo que haja vários episódios motivados pelo sexo, ainda dá para refletir sobre as variações de temperamentos, escolhas e percepções.




“Pensamentos sobre o que eu deveria fazer evaporaram enquanto e pensava sobre a velha e chata Sara em Chicago. A previsível Sara que sempre fazia tudo aquilo que todos esperavam dela. Eu não queria mais ser essa pessoa. Eu queria ser irresponsável, selvagem, jovem. Eu queria viver para mim mesma pela primeira vez na minha vida.” Pg. 22





Classificação SEL: 4/5 


2 comentários:

  1. Deu a impressão de ser um pouco mais tranquilo que o casal dos primeiros volumes, é isso mesmo?
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo