15 de agosto de 2014

Resenha: Man Repeller - @LeandraMedine @Novo_Conceito

Informações do livro:
Título: Man Repeller
A divertida moda que espanta os homens
Título original: Man Repeller: Seeking Love. Finding Overalls.
Autor: Leandra Medine
Editora: Novo Conceito
Selo: Novas Ideias
Páginas: 256



Sinopse: Em seu primeiro livro, a badalada blogueira e queridinha do mundo fashion conta suas divertidas memórias. Com jeito insolente, uma franqueza desconcertante e fotos de seu arquivo pessoal, Leandra compartilha detalhes da noite em que perdeu a virgindade, quando esqueceu de tirar as meias soquetes brancas, e descreve o momento em que percebeu que a clutch Hermès vintage da sua avó, feita de pele de avestruz, poderia guardar muito mais do que a chave e o celular. Leandra é a prova de que não precisamos trair nosso estilo repelente nem mesmo ao procurar o vestido de noiva (que pode ser muito bem ser combinado com uma jaquetinha perfecto de organza). Exibindo as opiniões originalíssimas de uma blogueira que ganhou milhões de fãs, este livro reúne experiências divertidas e meio bizarras, uma história amor superdoce e, acima de tudo, um lembrete para celebrarmos um mundo que é feito pelas mulheres e para as mulheres.




Resenha:Man Repeller” da americana Leandra Medine, fundadora e editora do blog fashion de mesmo nome, descreve de forma dinâmica e envolvente algumas passagens sobre suas experiências no mundo da moda. O prefácio deste livro é escrito por Victoria Ceridono (Editora de Beleza da Vogue e dona do blog Dia de beauté).

A premissa está no fato de que ela explica que gosta de se vestir bem – principalmente para se sentir a vontade –, com suas liberdades. O problema central é que seu estilo cordial não é muito convencional, o que pode não ser muito agradável aos olhos dos homens. Por isso o modo “repelente de homens” entra em cena, onde a narrativa se encarrega de contar histórias empolgantes e muito divertidas.

É possível perceber que ela tem um estilo próprio de falar do que gosta, das tendências, assim como de seus próprios gostos retratados. As descrições dos pequenos objetos que lhe marcaram em determinado momento oferecem novas visões por peças que podem parecer desnecessárias. Mas é muito hilariante notar que ela aceita suas peculiares e inova em qualquer ocasião.

Ao longo do texto também é possível conferir algumas fotos suas e ela mesma se diverte com esses momentos, que a seu ver podem, ou não, ser constrangedores. Sua simplicidade é um dos fatores mais relevantes, e aposto que se ela conseguiu o reconhecimento foi principalmente por essas atitudes impensadas e tão agradáveis. Dá para perceber que ela tentou criar soluções para se enturmar com as pessoas ao seu redor, assim como ter mais individualidade, mesmo que não fosse pelas maneiras mais comuns.

As fases mais complicadas são as da aceitação pelo caráter e não por uma definição de roupa. A autora mesmo sendo um tanto excêntrica, deixa isso bem claro e se diverte com cada mania, referencia ou sutileza das pessoas ao seu redor. Mesmo quando ela conta sobre alguma cena de sua infância, adolescência ou mesmo atual, consegue passar muitas mensagens reflexivas sobre os estilos mais significativos da moda. Isso que deve-se levar em consideração que as histórias são bem pessoais (como quando ficou um pouco acima do peso) e irreverentes (sobre relações amorosas) – e que consequentemente envolvem muitos sentimentos conflitantes.

É uma leitura leve e rápida, além de ser bastante espirituosa, divertida e contagiante – talvez até encorajadora – que faz o leitor pensar a respeito de suas próprias atitudes durante a vida. Confira seu blog > manrepeller.com




“Mas, como não conseguia agradar esteticamente as pessoas, cultivei o que chamo de personalidade realmente divertida. Eu fazia os outros rirem, e ser chamada de engraçada evocava em mim a mesma sensação agradável que, imagino, a maioria das outras meninas sente ao ser chamada de bonita.” Pg.35




Classificação SEL: 3/5 


3 comentários:

  1. não tinha lido nenhuma resenha dele ainda, e não sabia que ele realmente tinha o blog e tal :P
    já estava curiosa para ler a trama, agora estou mais ainda!
    parece ser muito divertido!!! *-*

    ResponderExcluir
  2. tenho a impressão que será uma leitura divertida demais! sou meio man repeller!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oieee!! Eu gostei muito da sua resenha, Man Repeller parece ser um livro muito divertido. E a capa é uma gracinha!

    Beijos
    Nati

    www.meninadelivro.com.br

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo