25 de agosto de 2014

Resenha: O livro dos vilões - Cecily Von Ziegesar, Diana Peterfreund, Carina Rissi, Fabio Yabu @galerarecord

Informações do livro:
Título: O livro dos vilões
Autor: Cecily Von Ziegesar, Diana Peterfreund, Carina Rissi, Fabio Yabu
Editora: Galera Record
Páginas:320




Sinopse: Organizado da mesma forma que O livro das princesas – também com o esquema de dois populares autores nacionais, e dois nomes famosos do exterior – O livro dos vilões reúne estes autores para uma coletânea de contos sobre vilões icônicos dos contos de fadas. As irmãs de Cinderela? Malévola? Madrastas e lobos? Carina Rissi, Cecily Von Ziegesar, Diana Peterfreund e Fábio Yabu estão aqui com a mensagem: este não é um livro tão bonzinho quanto o seu antecessor. · Cecily Von Ziegesar é a popular autora das séries It Girl e Gossip Girl, esta última que inspirou o seriado na televisão. · Diana Peterfreund é autora das séries Sociedade Secreta e Caçadora de Unicórnios. · Carina Rissi é autora dos populares Procura-se um marido e Perdida, publicados pela editora Verus, que já venderam mais de 40 mil exemplares no Brasil. · Fábio Yabu já publicou, pela Galera, seu livro A última princesa.




Leia também:
O Livro das Princesas - Patrícia Barboza, Paula Pimenta, Lauren Kate, Meg Cabot (Galera Record)



Resenha: O livro dos vilões” é um livro que apresenta contos de fadas recriados pelos autores: Cecily Von Ziegesar, Diana Peterfreund, Carina Rissi e Fabio Yabu. As quatro histórias são bem distribuídas e possuem toques bem realistas e ainda mais divertidos, apesar de todo o cenário ser fantasioso. Os cenários também acabam contribuindo com as atitudes e revelações expostas.

O primeiro conto é de Cecily Von Ziegesar e se chama #Stepsisters – Sobre sapatos e selfies. Esta trama é baseada na Cinderela e é muito interessante perceber a modernidade por meio de seus modos. As três meninas não tinham um convívio muito agradável, a não ser quando o assunto é sapatos. Duas eram irmãs gêmeas enquanto a outra é meia-irmã, já que sei pai se casara novamente depois que a mãe morreu. Até ai nenhuma novidade, mas aos poucos surgem alguns incrementos que parecem bem naturais, de acordo com as ações realizadas.

O fato é que este conto também pode ser descrito como o mais superficial, já que não elabora um contexto complexo sobre os antagonistas em si. Talvez o leitor queira encontrar uma analise mais profunda, só que se depara apenas com algo mais simples e sem enredamentos. Nastia e Dizzy são temperamentais e totalmente fúteis, mas pelo menos se expressam com facilidade, principalmente sobre Cindy, a garota doce e ingênua.



“Era surreal que alguém conseguisse ser tão tapada e infantil depois dos 11 anos, como Cindy parecia ser. Talvez a morte da mãe quando ela tinha exatamente essa idade a tenha feito parar no tempo e seu cérebro se recusasse a envelhecer, deixando-a eternamente de olhos brilhantes, imatura e confiante mesmo agora, aos 16. Ou talvez ela só fosse uma vaca falsa, má e louca por sapatos que sabia exatamente o que fazia e só fingia reservar os calçados que Nastia e Dizzy queriam enquanto fazia compras escondido para si mesma.” Pg.13



O segundo conto é de Carina Rissi, e se chama Menina Veneno. Sou uma grande fã dos trabalhos da autora e fiquei com ótimas expectativas para esta história. Claro que não me decepcionei, afinal a narrativa é muito envolvente e cheia de emoções marcantes. Dessa vez, é a fábula da Branca de Neve que ganha destaque.

Incrível como a autora surpreende com seu jeito espontâneo de mostrar os fatos e para fazer as devidas apresentações dos personagens. Também é contemporâneo e é justamente a narrativa em primeira pessoa que torna tudo bem mais dinâmico e irreverente. Com essas passagens, pode-se concluir que nem tudo é realmente o que parece.



“Mas vamos deixar de lado por um momento sua disposição em acreditar que todos têm apenas um lado – bom ou mau. Quanta inocência... Fico contente que o bom senso tenha trazido você até mim.” Pg.57



O terceiro conto é de Diana Peterfreund, e se chama Quanto mais afiado o espinho. Esta narração trabalha bastante com a personalidade da protagonista em questão. É uma bruxa que faz várias referencias sobre suas experiências e fica visível o jeito como se sente um tanto desconfortável com algumas situações.

É interessante perceber os dilemas da personagem diante de algumas questões bem complicadas e a escrita se torna mais envolvente quando surgem novas alterações em suas perspectivas. O emocional é bem mais discutido nesse conto e assim se torna mais complexo também. A autora consegue inverter algumas situações e ocasiona problemáticas sérias e tudo se torna mais reflexivo.



“As pessoas chamam nossas semelhanças de bruxas há tanto tempo que paramos de recusar o título, embora nunca tenhamos feito nada parecido com magia negra ou qualquer outra. Antigamente, incendiavam nossos corpos e nos enterravam em covas de indigente. Não fazem mais isso.” Pg.161



O quarto e último conto se chama A menina e o lobo, de Fábio Yabu. Assim como a trama elaborada por Carina Rissi, esse foi um grande destaque por conter tanto enredamento fascinante. Há muitos assuntos abordados e a mensagem discutida é muito importante, principalmente por conta dos valores existenciais. Em especial, esta história é cercada por sentimentos diversos e é essencial para o fechamento da coletânea.



“Ele sentiu a grama embaixo de si, penetrando por entre os pelos e roçando-lhe a pele. Abriu os olhos e, uma vez mais, lamentou estar vivo.” Pg.225



Classificação SEL: 4/5


2 comentários:

  1. Oiiii! Eu não li a resenha, confesso.. Pois estou lendo o livro, rs só vim deixar uma mensagem e dizer que eu aforei o site!

    beijos,

    Alichel
    http://entrelivroseoutrosvicios.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho o Livro das Princesas e com certeza quero O Livro dos Vilões! E a capa é linda!

    Clara
    @clarabsantos
    clarabeatrizsantos.blogspot.com

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo