11 de setembro de 2014

Resenha: A namorada do meu amigo - @gracielamayrink @Novo_Conceito

Informações do livro:
Título: A namorada do meu amigo
Você trocaria seu amigo pelo amor da sua vida?
Autor: Graciela Mayrink
Editora: Novo Conceito
Páginas: 336




Sinopse: Quando voltou das férias de verão, Cadu não imaginava a confusão em que a sua vida se transformaria. Era para ser um ano normal, mas ele entrou em uma enrascada e está correndo o risco de perder a amizade do cara mais legal do mundo. O que fazer quando a namorada do seu amigo vira uma obsessão para você? Os churrascos da turma da faculdade talvez ajudem a esquecer Juliana, e, se depender do esforço do divertido Caveira, não faltarão garotas gente boa para preencher o coração de Cadu. Mas não adianta forçar... Quem consegue mandar no coração? Alice, a irmã de Beto, é só mais uma das dores de cabeça que Cadu tem que enfrentar. A vida inventa cada cilada!




Leia também:
Até eu te encontrar - Graciela Mayrink (Editora Novo Conceito)




Resenha:A namorada do meu amigo” é uma leitura despretensiosa, emotiva e muito cativante. Não tem como não se empolgar com os personagens e seus dilemas mais íntimos. Um dos tantos pontos positivos é a construção do enredo que se mostra realista, envolvente, sincera e esperançosa. Esse livro pode ser descrito por várias características, mas é claro que nem uma delas chega perto aos sentimentos leves e divertidos no decorrer da leitura – e vai dizer que não é uma sensação maravilhosa?!

Claro que já é de se esperar que os conflitos apareçam sem que a gente nem perceba. E é mais ou menos assim que a história acontece, permitindo o leitor a conhecer todos os conflitos e temores. Mais interessante ainda é perceber que existem várias passagens motivadoras e que influenciam bastante nas escolhas e percepções.

Por se tratar de um triangulo amoroso surgem algumas expectativas e receios por causa disso. Será que vou gostar dos personagens? Sempre vai ter um favorito, aquele que o leitor já sabe que tem que ser ele e pronto. Nesse caso a autora conseguiu inserir definições ousadas sobre todos os personagens e em nenhum momento forçou a barra sobre eles, ou deixou a narrativa chata.

Sabendo bem o que iria acontecer dá para ficar um pouco ansiosa para o decorrer dos acontecimentos, mesmo porque precisamos entender como os sentimentos surgem nessa trama. Tudo sempre ocorreu tranquilo entre um grupo de amigos (Cadu, Caveira e Beto), sendo que esses três já se conhecem há bastante tempo e é difícil abalar a amizade deles. Na época uma garota também queria se juntar a eles – a Juju –, mas sabe como é né, meninas não tem vez, principalmente quando eles não tem noção das consequências.

Acontece que o tempo é o fator essencial para a concretização de algumas opiniões. Cadu esteve ausente durante um determinado período e quando retorna encontra algumas peças fora do lugar. E de fato ele nem imaginava que esses detalhes poderiam ocasionar tantas dificuldades. Nem sei se pode-se chamar de dificuldade, mas o que quero mesmo dizer é que Cadu se sentiu deslocado, sendo que a partir disso sentimentos surgem para mudar mais ainda a vida dele.

Juju mudou bastante e desperta a atenção de Cadu, mas é obvio que para complicar ela está namorando... com o Beto, amigo de Cadu. Já dá para perceber que vem confusão por ai né?! Há muitas dúvidas nesse caminho, afinal não se sabe qual é o melhor caminho a seguir: investir na garota e perder o amigo ou esquecer esse desejo repentino e continuar a amizade. O que você faria nessa situação? Confesso que se fosse comigo e se houvesse reciproca no sentimento investiria sim, mas claro que tudo deve funcionar na base da conversa e principalmente da paciência. Se é para encontrar a felicidade...

Outro fator que se evidencia bastante são os diálogos, sempre muito coerentes, dinâmicos e atrevidos. Possui um enredo previsível e mesmo que seja clichê o que importa mesmo são os momentos de entretenimentos e devaneios. A narrativa é bem parecida com o livro Até eu te encontrar, e é muito fácil se apegar na trama. Enfim, só posso dizer mesmo que é apaixonante!




       “– A Juliana cresceu e se tornou uma garota muito bonita, agradável e simpática. Ela foi lá na escola fazer a matrícula junto com os pais.
      Continuei mudo. Juju agradável e simpática? Bonita? Difícil de acreditar.” Pg.16




Classificação SEL: 4/5 


3 comentários:

  1. estou muito curiosa para ler este livro! parece ótimo, e mesmo sendo clichê fico curiosa, pois adoro histórias clichês hahaha
    meu único medo é gostar de um personagem mais do que do outro ;x

    ResponderExcluir
  2. Eu me apaixonei por esse livro de uma maneira imensa. Não sou muito achegado a romances infanto juvenil brasileiros, mais descobri o livro por acaso em um catálogo. E como já mencionei me apaixonei. Eu adorei Cadu, tão amigo, tão companheiro sempre pensado nos próximos. Me identifiquei muito com o relacionamento dele com os pais. A narrativa e bem diferente e bem regional, achei legal os bailes, coisa que não sei se ainda existe rsrs. Já Beto eu o achei um babaca, tão agressivo mais tbm não te como não se apaixonar por tanta beleza. Já juliana, não a como tbm ficar apaixonado se ela fosse namorada de um amigo meu, tão perfeita. O Cabeça é hilário e a Alice ousada de mais. Em fim de todos eu gostei assim como da história, cheguei a suspirar e não parar de ler mesmo morrendo de sono. Assim, só espero uma continuação.


    #SPOLEN

    Esperava ver o encontro de Juju com Cadu, por que o livro terminou com um grande talvez.

    ResponderExcluir
  3. Eu me apaixonei por esse livro de uma maneira imensa. Não sou muito achegado a romances infanto juvenil brasileiros, mais descobri o livro por acaso em um catálogo. E como já mencionei me apaixonei. Eu adorei Cadu, tão amigo, tão companheiro sempre pensado nos próximos. Me identifiquei muito com o relacionamento dele com os pais. A narrativa e bem diferente e bem regional, achei legal os bailes, coisa que não sei se ainda existe rsrs. Já Beto eu o achei um babaca, tão agressivo mais tbm não te como não se apaixonar por tanta beleza. Já juliana, não a como tbm ficar apaixonado se ela fosse namorada de um amigo meu, tão perfeita. O Cabeça é hilário e a Alice ousada de mais. Em fim de todos eu gostei assim como da história, cheguei a suspirar e não parar de ler mesmo morrendo de sono. Assim, só espero uma continuação.


    #SPOLEN

    Esperava ver o encontro de Juju com Cadu, por que o livro terminou com um grande talvez.

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo