24 de setembro de 2014

Resenha: A playlist da minha vida - Leila Sales @GloboLivros

Informações do livro:
Título: A playlist da minha vida
Título original: This song will save your life
Autor: Leila Sales
Editora: Globo Livros
Páginas: 312




Sinopse: Elise Dembowski nunca foi popular na escola. Ninguém conversava com ela na hora do intervalo nem a convidava para sair no fim de semana. Pior. Ninguém jamais se interessou em saber o que tanto a ela escutava em seu iPod: playlists com o melhor da música pop, único território em que Elise se sente confortável e confiante. Diante de seu desajuste em relação à maioria, a adolescente tenta de tudo – inclusive a mais radical das saídas, felizmente sem sucesso. No auge de seu solitário desespero, o acaso a leva até a porta de uma balada noturna, via de acesso para um mundo completamente novo, cheio de som e diversão, no qual sua veneração por música funciona como senha para inclusão em um inédito círculo de amizades. As festas noturnas do Start – o melhor clube underground do mundo – tornam-se o lugar onde a felicidade, a aceitação social e até o amor são possíveis para Elise. Não demora muito para que um misterioso bullying eletrônico e a habilidade da garota como DJ coloquem em confronto este universo com a dura realidade cotidiana. A playlist da minha vida é uma vibrante fábula pop que lida com temas recorrentes nas obras contemporâneas para jovens: exclusão, invasão de privacidade, resgate de autoestima e muita trilha sonora. Escrito pela americana Leila Sales, o livro se ambienta em dois cenários: o escolar, com sua dinâmica de poder juvenil baseada em “popularidade”, e o da cena noturna, em que adolescentes ensaiam seus primeiros voos para uma existência adulta.




Resenha: Pense em um livro que te surpreende desde o começo e que emociona por muitas razões. “A playlist da minha vida” é esse tipo de leitura, que garante vários momentos de empolgação e tantos outros sentimentos contraditórios. O que mais me encantou e que me fez ficar tão surpresa não foi nem o romance em si, mas a superação de uma personagem que tinha tudo para desmoronar, mas que aos poucos consegue dar a volta por cima.

Elise Dembowski é uma garota que poderia ser igual a qualquer outra. Na verdade ela até é, só que os outros não a percebem dessa maneira. O fato é que apresenta problemas bem complicados e tudo se explica por uma palavra: bullying. Não tem como não citar essa palavra e não pensar nos fatores que implicam esse tema. Os questionamentos surgem e é difícil explicar como alguém pode ser excluído de tal maneira.

É revoltante pensar nas situações citadas ao longo do enredo, ainda mais porque a protagonista não fez nada para ser tachada por tantas coisas. Pelo contrário, a menina até tenta ser uma pessoa que não é, além de passar seu tempo livre estudando uma maneira para poder fazer amigos e dessa vez conseguir ser mais social. Infelizmente não adiantou mudar suas roupas, estilo e saber sobre as últimas tendências de moda, já que o período letivo iniciou da mesma forma. E sabe como é: as pessoas sabem mesmo ser cruéis quando querem.

A menina até tenta ser forte e indiferente a sua situação, mas após receber tantos insultos e parecer tão insignificante, Elise começa a ter pensamentos negativos e até pensa em suicídio. E é justamente a partir dessa fraqueza que sua vida começa a mudar de um jeito que ninguém esperava. Mesmo que tenha tido algumas ideias sobre isso, a menina deixa claro num determinado momento que tudo o que deseja é atenção e respeito. As escolhas podem ser erradas e nada parece mesmo favorável, por isso mesmo que esse drama alcança uma proporção tão grande.

Se alguém se interessasse em saber alguma coisa da sua vida saberia que Elise é muito ligada a música e isso define muito a personalidade. Ela tenta encontrar uma solução e uma forma de escapar da solidão e é por meio desse gosto musical que começa a se renovar e ter novas percepções. Após algumas caminhadas para tentar descontrair um pouco, acaba encontrando duas garotas, Pippa e Vicky, que a convidam para uma festa ao melhor estimo underground na Start, um galpão escondido. A aventura está só começando...

É como se Elise mantivesse duas personalidades: uma na escola: onde continuava sendo a excluída e motivo de brincadeiras idiotas, e outra na Start, onde após algum tempo consegue ser vista como uma DJ bem badalada. Claro que nesse meio tempo outros personagens são incluídos, principalmente para intensificar mais as emoções. E é justamente isso que acontece quando Char aparece e apesar de tudo ele é bem importante nessa caminhada, já que representa uma fase de descobertas e aprendizados. Outros aparecem pouco, mas passam sensações de esperança para um futuro melhor... e é bem isso mesmo que importa no final. É um livro incrível e todos devem ler mesmo, seja para entender as mensagens sobre aceitação, valorização, invasão de privacidade, autoestima e afins, ou pela leitura descontraída, sutil e admirável. 




“O que você acha que é preciso fazer para se reinventar como uma pessoa totalmente nova, uma pessoa coerente, que pertence a algum lugar?” Pg.09



Classificação SEL: 5/5 


10 comentários:

  1. gosto de ler livro com este tema. eles sempre me fazem pensar que, as vezes sem querer, acabamos magoando os outros com coisas que eram melhor ficar quieto né?!
    não tinha lido nenhuma resenha dele ainda, mas esperava uma trama diferente.... ainda assim parece ser bom. acho a capa dele linda!!! *-*

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha! Gosto de livros com pessoas meio desajustadas que não se encaixam no seu próprio cotidiano. É sempre interessante ler de que forma elas vão agir, que soluções elas vão encontrar para poder finalmente assumirem as rédeas da própria vida. Vou colocar mais esse livro na minha "listinha" hehehe

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  3. Nossa esse livro parece ser ótimo, bastante emocionante, estou doida pra ler!

    ResponderExcluir
  4. Adoro personagens que acabamos dando nada por eles , que se parecem fracos e no final acabam nos surpreendendo no final, é muito triste saber que a personagem sofreu bullying, pois eu também já passei por isso e é muito horrível, gostei muito da resenha, quero muito ler o livro.

    ResponderExcluir
  5. A história me encantou. Não esperava que fosse tão bom assim. E espero conseguir ler logo, pois sua resenha me deixou bastante curiosa pra ler. Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Gente, que demais. Nunca esperei muito desse livro, mesmo com a capa ótima que ele tem e o título super curioso. A verdade é que, eu esperava um livro muito mais leve e muito mais simples. Me surpreendi com essa resenha por descobri que o livro traz temas muito mais profundos e sensíveis. Me surpreendi muito e fiquei com muita vontade de lê-lo.

    ResponderExcluir
  7. Pensei que era somente um livro que se tratava de música e romance.
    Pela resenha vejo que se trata de um livro emocionante, acho que vou gostar, a protagonista meio que se parece comigo, espero ler ele em breve e gostar também ^^

    ResponderExcluir
  8. Livro muito bom, que aborda diversos temas e principalmente o bullying e a vontade dela de querer pertencer a um lugar!! Achei super interessante e quero ganha-lo na promoção, rsrsrs

    ResponderExcluir
  9. Esse livro é pra mim. FATO! Dude, super apaixonada por esse livro sem duvida alguma, não tenho palavras para descrever como quero ler essse livro quando ele lançou eu o julguei pela capa achei que nao daria nada com nada, porem me enganei (novidade) esse livro é tão .. grr (♥) serio preciso dele apenas isso.

    ResponderExcluir
  10. Acabei de comprar o livro pela Saraiva e parece que fiz a escolha certa depois de ler essa resenha
    Beijos

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo