19 de outubro de 2014

Resenha: Atrás do espelho - A.G.Howard @Novo_Conceito

Informações do livro:
Título: Atrás do espelho
Splintered - Livro 02
Título original: Unhinged (Splintered #2)
Autor: A.G.Howard
Editora: Novo Conceito
Páginas: 400




Sinopse: Em O Lado mais Sombrio , a releitura dark de Alice no País das Maravilhas , Alyssa Gardner foi coroada Rainha, mas acabou preferindo deixar seus afazeres reais para trás e viver no mundo dos humanos. Durante um ano ela tentou voltar a ser a Alyssa de antes, com seu namorado, Jeb, sua mãe, que voltou para casa, seus amigos, o baile de formatura e a promessa de ter um futuro em Londres. No entanto, Morfeu, o intraterreno sedutor e manipulador que povoa os sonhos de Alyssa, não permitirá que ela despreze o seu legado. O mesmo vale para o País das Maravilhas, que parece não ter superado o abandono. Alyssa se vê dividida entre dois mundos: Jeb e sua vida como humana... e a loucura inebriante do mundo de Morfeu. Quando o reino delirante começa a invadir sua vida real ,Alyssa precisa encontrar uma forma de manter o equilíbrio entre as duas dimensões ou perder tudo aquilo que mais ama.




Leia também:
Splintered #1 - O lado mais sombrio - A. G. Howard (Editora Novo Conceito)
A mariposa no espelho - O lado mais sombrio - A. G. Howard (Editora Novo Conceito) EBOOK



Resenha: Atrás do espelho” é a continuação de O lado mais sombrio, história que se destaca bastante por causa da fantasia, da animação e pela ligação entre os personagens. É uma historia emocionante, que instiga o leitor a querer saber todos os significados apresentados nos lugares mais fantásticos e arriscados. A aventura prossegue com mais intensidade e depois de todas as experiências, é mais fácil perceber os enigmas, as emoções e outros tipos de características profundas.

A protagonista Alyssa Gardner já sabe que é bem diferente das pessoas ao seu redor, e isso se dá principalmente pelo fato de ser descendente de Alice Liddel. E o melhor é que a garota sabe que o País das maravilhas é real e esconde muitos mistérios e perigos. Um dos vários pontos positivos é que houve muitas mudanças em relação a sua personalidade, fazendo com que se tornasse mais confiante, preocupada, prática e intuitiva.

As coisas parecem normais, só que Alyssa parece um pouco insegura, até mesmo com seu namorado Jeb. Sua mãe demonstra mais preocupação e isso se talvez aconteça por que ela queira compensar os anos que esteve fora, internada em um sanatório. Apesar de todas as amenidades, ela sabe que é difícil esquecer as lembranças do passado, mesmo porque tudo foi muito marcante e no mínimo fascinante.

Jeb não lembra que também foi no país das maravilhas, e Alyssa está pensando em uma maneira de lhe contar isso sem que ele a ache muito louca. A relação dos dois é muito emocionante, mesmo porque ele parece ser bem sincero em suas atitudes. Já Alyssa não consegue esconder muito bem sua insegura e ciúmes, sendo que ele também precisa fazer algumas escolhas por conta de seus trabalhos.

É tão interessante acompanhar os pequenos detalhes que fazem com que as peculiaridades de Alyssa sejam tão instigantes. Um exemplo é o fato de ela conseguir escutar os sussurros dos insetos e plantas. Essa característica se torna bem confortante, principalmente por que agora ela entende e aceita bem essas saudações. Fazem parte de um lado que ninguém desconfia e claro que isso a define bem, afinal de contas é um segredo bem extraordinário.

Ela anda tendo uns sonhos que podem ter significados bem ameaçadores. O intraterreno Morfeu é arrebatador, insistente e muito sedutor, e obviamente não está nem um pouco disposto a deixá-la em paz. É a partir dessa premissa que as cenas começam a se intensificar mais. Alyssa conhece bem suas intenções, assim como seu jeito de ser, e apesar de tudo gosta da companhia desse ser tão complexo. No fim das contas é bom saber que ele também a conhece muito bem e a protege sempre que necessário.

Nesta seqüente surpreendente e tão esperada, o que mais se espera são as intrigas de ambos os lados. Os personagens trabalham bastante com o equilíbrio ambiente e ao longo dos acontecimentos é inevitável notar que nem tudo parece ser o que realmente é, e que no final das contas o passado pode retornar de maneira ainda mais inusitada e crítica.




“Meu professor de arte diz que o verdadeiro artista dá o sangue por sua obra, mas ele nunca nos disse que o sangue pode tornar-se o seu veículo de comunicação, pode assumir vida própria e formatar sua arte de maneiras repugnantes e medonhas.”Pg.07



Classificação SEL: 4/5


4 comentários:

  1. ai, ando vendo muitas resenhas interessantes deste livro, e apesar de até me interessar um pouquinho, o fato de o livro não ser de um gênero que me agrade muito me desanima, pois sei que não vou gostar muito da leitura =/

    ResponderExcluir
  2. gostei muito do livro, tem uma historia super interessante, fiz uma resenha dele no meu blog, tem varias outras la também. bjjs

    http://kasundry.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Amei a resenha, estou muito ansiosa para ler este livro, só me falta grana kkk. Beijos
    www.opsespalhei.com.br

    ResponderExcluir
  4. Quanto tempo durou meu gosto por este livro? Um segundo.
    Vejam o que penso sobre este livro...
    https://bagaceiradaartis.wordpress.com/2015/08/22/resenha-atras-do-espelho/

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo