31 de dezembro de 2014

Resenha: Morte súbita - J. K Rowling @ednovafronteira

Informações do livro:
Título: Morte súbita
Título original: The Casual Vacancy (The Casual Vacancy)
Autor: J. K Rowling
Editora: Nova Fronteira
Páginas: 501




Sinopse:  Quando Barry FairBrother morre inesperadamente aos quarenta e poucos anos, a pequena cidade de Pagford fica em estado de choque. A aparência idílica do vilarejo, com uma praça de paralelepípedos e uma antiga abadia, esconde uma guerra. Ricos em guerra com os pobres, adolescentes em guerra com seus pais, esposas em guerra com os maridos, professores em guerra com os alunos… Pagford não é o que parece ser à primeira vista. A vaga deixada por Barry no conselho da paróquia logo se torna o catalisador para a maior guerra já vivida pelo vilarejo. Quem triunfará em uma eleição repleta de paixão, ambivalência e revelações inesperadas? Com muito humor negro, instigante e constantemente surpreendente, Morte Súbita é o primeiro livro para adultos de J.K. Rowling, autora de mais de 450 milhões de exemplares vendidos.



Resenha: “Morte súbita” expõe uma ambientação rica em detalhes enigmáticos e repletos de conflitos, onde o leitor precisa ficar muito atento a qualquer suspeita ou caso conflituoso. Neste livro a autora J. K. Rowling não foca mais na fantasia (como em Harry Potter), mas explora novos assuntos problemáticos e muito realistas.

Os personagens são retratados com muitas características marcantes e é impossível não tentar fazer comparações entre eles. Há um clima meio sombrio desde as primeiras páginas, possibilitando o leitor a imaginar vários acontecimentos para as próximas cenas. Claro que cada passagem tem uma explicação crível e pertinente ao enredo.

Barry Fairbrother era um dos conselheiros principais de uma pequena cidade e após o seu falecimento, as coisas parecem desandar inesperadamente. O foco principal segue após esta premissa, diante dos pensamentos e ações conturbadas dos distintos personagens. Fica visível o quanto se trabalha o setor psicológico de cada um, assim como são apresentados algumas mensagens sobre mudanças, dramas familiares e assuntos extremamente complicados.

É uma surpresa perceber que há tantas gravidades em um só livro, principalmente se isso não for o esperado. Assim, acredito que o destaque principal segue por conta da motivação e da problemática de cada pessoa, incluindo suas reações referente as perdas e alterações.

É como se fosse uma abordagem de acordo com discussões e consequências, violência, brigas, drogas, tristezas entre outros. Esta história se torna inovadora justamente por causa da narrativa inovadora, por envolver tantas dificuldades e personagens complexos.

O texto pode apresentar alguns tópicos tediosos, mas depende do ponto de vista de quem o lê, e isso se aplica nas variações envolvendo temáticas políticas – e impactantes – e outras causalidades. A trama pode até ser considerada bem simples, contudo a autora se encarrega de mostrar o que de fato impera na cidade onde os acontecimentos são narrados.


"As vítimas do Fantasma de Barry Fairbrother estavam atoladas na lama da hipocrisia e das mentiras, e não gostavam de escândalos. Eram insetos estúpidos que fugiam da luz brilhante. Não sabiam nada da vida real." Pg. 380


Classificação SEL: 3/5 


2 comentários:

  1. Gostei de saber suas opinião sobre esse livro. Pretendo ler esse livro esse ano sem falta.
    Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
  2. Digam o que disserem, acho que esta foi uma boa estreia de J. K Rowling no universo literário dos adultos. Apesar de por vezes o uso de palavrões ser excessivo, a realidade que nos mostrou é mais dura, honesta e não tem o final feliz que Harry Potter nos deu. Escrevi um post onde dou a minha opinião integral do assunto: http://mundodelivros.com/uma-morte-subita/ Abraço

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo