26 de dezembro de 2014

Resenha: O livro do perdão - Desmond Tutu, MphoTutu @EdValentina

Informações do livro:
Título:O livro do perdão
Para curarmos a nós mesmos e o nosso mundo
Título original: The Book of Forgiving
The Fourfold Path for Healing Ourselves and Our World
Autor: Desmond Tutu, MphoTutu
Editora: Valentina
Páginas:240




Sinopse: O Arcebispo Desmond Tutu, ganhador do Prêmio Nobel da Paz, testemunhou alguns dos piores crimes que o ser humano possa cometer contra seu próximo. Aonde quer que vá, sempre ouve a mesma pergunta. Este livro é a resposta. Escrito em parceria com sua filha, a Reverenda Mpho Tutu, o livro expõe verdades simples, mais profundas, sobre o significado do perdão, sua dinâmica, por que todos precisam saber como concedê-lo e como recebê-lo, e por que perdoar é o maior presente que podemos dar a nós mesmos quando alguém nos fere. "Com cada ato de perdão, seja ele pequeno ou grande, avançamos em direção à completude. O perdão é o modo como trazemos paz a nós mesmos e ao mundo".


                                                                    

Resenha:O livro do perdão” apresenta visões objetivas sobre experiências fragilizadas e momentos complicados e/ou prejudiciais. Confesso que não estou muito acostumada a ler livros do gênero de autoajuda, mas às vezes é bom tirar um tempo para ler situações diferentes, até mesmo por questões de reflexão e entretenimento. É um livro que explora o poder do perdão por meio de exercícios, guias de apoio, conselhos e recursos de meditação e afins.

Acredito que a narrativa clara do Arcebispo Desmond Tutu e de sua filha, a Reverenda Mpho, Tutu pode servir como exemplo para várias pessoas, quem sabe até pode ser trabalhado em grupos de apoio ou algo relacionado. De qualquer maneira, o texto mexe bastante com o emocional de quem o lê, mesmo que não tenha vivenciado algo semelhante às experiências citadas.

Há todo um processo – diga-se de passagem, bem desafiador – para o perdão e sabe-se mesmo que não é um assunto fácil a ser discutido. Embora também é possível refletir bastante sobre o tema, levando em consideração todos os aspectos das situações vivenciadas. Acredito que depende muito de como as pessoas enxergam essa relação de afetos, transformações e aperfeiçoamentos. Mesmo porque cada um vive uma fase diferente e não tem como comparar as emoções individualizadas.

Os exercícios repassados ao longo das páginas também tornam o volume ainda mais interativo e perceptivo. É muito interessante acompanhar essas ideias, mesmo porque são atos que ajudam bastante quando a pessoa necessita.  O conjunto de informações é muito bem explorado e acredito que de fato esse seja o principal destaque.

A obra é de fácil compreensão e é realmente inspirador perceber tantas questões relacionadas a esperança e fé, entre outros sentimentos renovadores. Não há ligações com qualquer tipo de religião em particular, mesmo porque existe uma profundidade revelada por si mesmo em cada abordagem.  É aquele tipo de título perfeito para estar sempre ao lado da cabeceira, principalmente pelo fato de poder encontrar uma mensagem que possa ajudar em alguma ocasião difícil.



“Perdoamos por nós mesmos. Em outras palavras, o perdão é a melhor forma de autointeresse. Isso é uma verdade tanto espiritual quanto científica.” Pg.24



Classificação SEL: 4/5


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo