11 de janeiro de 2015

Resenha: Um cântico para Leibowitz - Walter M. Miller Jr., Editora Aleph

Informações do livro:
Título: Um cântico para Leibowitz
Título original: A Canticle for Leibowitz
Autor: Walter M. Miller Jr.
Editora: Aleph
Páginas: 400




Sinopse: Após ter sido quase aniquilada por um holocausto nuclear, a humanidade mergulha em desolação e obscurantismo. Os anos de loucura e violência que se seguiram ao Dilúvio de Fogo arrasaram o conhecimento acumulado por milênios. A ciência, causadora de todos os males, só encontrará abrigo na Ordem Albertina de São Leibowitz, cujos monges se dedicam a recolher e preservar os vestígios de uma cultura agora esquecida. Seiscentos anos depois da catástrofe, na aridez do deserto de Utah, o inusitado encontro de um jovem noviço com um velho peregrino guarda uma surpreendente descoberta, um elo frágil com o século 20. Cobrindo mil e oitocentos anos de história futura, "Um cântico para Leibowitz" narra a perturbadora epopeia de uma ordem religiosa para salvar o saber humano. Marco da literatura distópica e pós-apocalíptica, vencedor do prêmio Hugo de 1961, este clássico atemporal é considerado uma das obras de ficção científica mais importantes de seu tempo.



Resenha: Um cântico para Leibowitz” é um livro extremamente complexo, reconfortante e ainda mais instigante. Isso porque faz analises relevantes acerca da humanidade em tempos distintos. A narrativa construtiva segue caminhos alternativos, e até fica difícil identificar qual será o próximo passo a ser exposto, mesmo que abordando sempre religião, confiança, esperança e afins.

As situações chamam a atenção justamente por interpretarem atos de sobrevivência, e se torna notável como cada pensamento e atitude são importantes para a compreensão do mesmo. É uma narrativa bem diferenciada, mesmo que trate sobre um tema apocalíptico, já que expõe maneiras inovadoras diante de tantas incertezas e temores.

Os acontecimentos são muito marcantes e a ficção cientifica explorada nesse contexto é muito bem complexa e ao mesmo tempo realista. O leitor consegue perceber as alterações recorrentes diante de tantas tragédias e episódios difíceis. O homem tenta explicar essas consequências, mas também não é fácil elaborar hipóteses plausíveis para os questionamentos que surgem no caminho.

O trabalho espiritual de monges são fundamentais nessa jornada e cada ação tem uma explicação fundamentada nas descobertas. Há episódios arriscados e conturbados, mesmo porque a ambientação se encontra comprometida, mas a busca pela renovação é que dá novos sentidos de fé, coragem e esperança.

É interessante citar que há uma divisão de períodos, estes que se tornam fundamentais para a compreensão de cada realidade. Em cada parte há personagens diferentes, e mesmo assim todos possuem ligações visíveis entre eles. O cenário é bem completo e auxilia nas compreensões acerca da ciência, avisos e estruturas complementares.

Acredito que o que mais motiva nessa leitura são as partes direcionadas ao conhecimento e a cultura. Tem muita coisa a ser explorada e repensada sobre os pontos de vista abordados. A religião se destaca bastante, mas não é um foco que se torna incompreensível, já que consegue determinar sua relevância, pelo menos de acordo com o esperado.


Classificação SEL: 4/5


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo