14 de fevereiro de 2015

Resenha: A s.u.p.e.r. gincana - Marcelo Amaral @VermelhoMarinho

Informações do livro:
Título: A s.u.p.e.r. gincana
Turma da Página Pirata #2 
Autor: Marcelo Amaral
Editora: Vermelho Marinho
Páginas: 226




Sinopse: Quando o diretor do Colégio São João anuncia a VI Edição da Gincana Interescolar de Vale Prateado, a vida da turma da Página Pirata vira de ponta-cabeça. Decididos a cobrir o evento de perto, eles farão de tudo para entrar no torneio, até mesmo criar uma máquina que faz chover! Só que a gincana acontecerá no pomposo e tradicional Colégio Vitoriosos, famoso por seus alunos brilhantes e cujo lema é vencer sempre, custe o que custar. Trapaças, mentiras e invenções medonhas são apenas alguns dos desafios que essa turma terá que superar nessa nova aventura. Será que, jogando limpo, o Colégio São João vai conseguir vencer todos os desafios dessa S.U.P.E.R. Gincana?



Leia também:
Turma da Página Pirata #1 A máquina antibullying - Marcelo Amaral 


Resenha: A s.u.p.e.r. gincana” é o segundo volume da coleção Turma da Página Pirata, do autor Marcelo Amaral. A história continua sendo tão empolgante quanto o primeiro título, e o bom é que agora o leitor já conhece bem cada um dos personagens destacados. Nos faz pensar, antes de iniciar a leitura, quais serão as próximas aventuras e problemáticas, e é justamente isso que torna tudo mais envolvente e carismático.

O começo do livro segue o mesmo padrão do volume anterior: mostrando do que se trata o jornalzinho da Página Virada e da equipe que o representa. Por isso acredito que é possível ler esse título sem ler o outro, mas é claro que a recomendação seria para ler os dois na sequência. É muito mais divertido e inovador perceber as mudanças sutis ao longo dos desenvolvimentos de cada um.

A narrativa decidida se mostra ainda mais relevante por conta dos novos acontecimentos apresentados. Seja por conta de situações banais, sentimentos estranhos ou intrigas por causa de ciúmes e afins. Então, é a partir de uma ambientação irreverente que a trama se inicia. Há uma festa de aniversario, encontros e desencontros confusos e muitas conversas ambiciosas. Mas é claro que é apenas o inicio desta aventura repleta de sincronismo e afeições.

Um dos destaques dessa coleção – e que eu não citei na resenha de “A máquina antibullying” – é que os diálogos fazem toda a diferença na hora de perceber o entrosamento nas cenas. Não tem como se cansar da Pastilha, do Paçoca, da Pimenta, da Princesa, do Piolho, do Pinguim e do Peteca, afinal de contas, são incríveis no que fazem..

Existem muitos planejamentos nesse enredo e é legal ver como os personagens enfrentam as dificuldades diante de seus compromissos e momentos inusitados. Eles tem muito mais desafios pela frente, mesmo porque adquiram novos conhecimentos e habilidades. O fato é que se complementam, apesar das indiferenças, omissões e outros tipos de armações.



“Só estava aqui pensando no evento de amanhã na escola. Como o diretor vai falar sobre a Gincana Interescolar a gente tem que chegar lá bem cedo. Isso vai render uma ótima matéria para a próxima edição da Página Pirata.” Pg.13


Classificação SEL: 4/5


Um comentário:

  1. Acabei de ver esse livro na V&R, tenho um filho de 8 anos e acho que ele vai curtir.
    Foi bom ler uma resenha dele! Parabéns pelo blog.
    Venha me visitar e deixe um comentário!
    http://dicasdeboaleitura.blogspot.com.br/
    Abraços

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo