20 de março de 2015

Resenha: Garota Online - Zoe Sugg @Verus_Editora

Informações do livro:
Título: Garota online 
(Garota online #1)
Título original: Girl online (Girl online #1)
Autor: Zoe Sugg
Editora: Verus
Páginas:308





Sinopse: Penny tem um segredo. Com o nickname Garota Online, ela escreve um blog no qual desabafa seus sentimentos mais íntimos sobre amizade, meninos, os dramas do colégio, sua família maluca e os ataques de pânico que começaram a dominar sua vida. Quando as coisas vão de mal a pior, sua família a leva para Nova York, onde ela conhece Noah, um garoto lindo que toca guitarra, e com quem ela parece ter muito em comum. De repente, Penny percebe que está se apaixonando — e escreve sobre cada momento dessa história em seu blog, de maneira anônima. Só que Noah também tem um segredo, que ameaça arruinar o disfarce de Penny para sempre. Garota Online é um livro encantador, que traduz exatamente o que significa crescer e se apaixonar na era digital.




Resenha: Garota online” é um livro jovial, dinâmico, descontraído e sutil, entre outras características. A autora, Zoe Sugg, é uma vlogger, também conhecida como Zoella, e aborda sobre vários temas interessantes. Estava muito ansiosa para conferir esta leitura, mesmo porque sou grande fã de seu trabalho. A obra em questão não é autobiográfica (o que muitas pessoas estão pensando que é), porém é claro que é perceptível alguns traços de sua realidade na trama. Ainda assim, o texto é bem jovial e descontraído.

A parte mais interessante é que a história aborda assuntos realmente sérios e reais, como os ataques de pânico, valores de uma amizade e problemas com o mundo virtual e todas as suas manifestações. As pessoas são inseguras e desconfiadas por natureza e é por isso mesmo que é tão fácil se identificar com os pensamentos da protagonista. Há quem se sinta melhor quando desabafa para um amigo e/ou um conhecido, assim como há quem se sinta melhor escrevendo... mesmo que seja num diário, num registro simples ou mesmo num blog. E esse último caso é exatamente o de Penny.



Penny decidiu criar um blog anônimo – “Garota Online –, com o principal intuito de compartilhar suas opiniões. A melhor parte é que ela pode expor qualquer coisa, sem ter medo de eventuais julgamentos. É como se ela se sentisse livre, e é exatamente nesse lugar que consegue demonstrar ser quem é de verdade. Mas as controvérsias começam a surgir logo nesse ponto, afinal de contas, porque as pessoas teriam medo de serem quem são ou ao menos de citarem seus pontos de vista?!
                  
Ela é uma garota bem ansiosa, nervosa e um tanto desajeitada, apesar de conseguir se controlar na medida do possível, e carrega consigo alguns dramas típicos de adolescentes, além de toda a pressão envolvida. Dá uma vontade enorme de conversar e dar alguns conselhos, porque Penny é uma pessoa amigável, dentre tantas outras características positivas, mas parece que alguns não conseguem perceber esses detalhes tão especiais e importantes.

Muita coisa muda quando ela vai para Nova York, pois é nessa ambientação que começa a se redescobrir e ter novas percepções e esperanças renovadas. Aprende também a lidar com o medo e ser mais confiante em relação aos seus sentimentos. E é a partir disso, que um romance inusitado faz tudo parecer ainda mais autêntico. Melhor ainda é ler sobre as emoções e aventuras de Penny. Ai, nessa ocasião, a gente entende perfeitamente que algumas coisas valem muito a pena.

Vários personagens se destacam na trama, como seu amigo e vizinho Elliot. Ele é gay, e os dois se entendem perfeitamente, talvez desde sempre mesmo, já que são extremamente sinceros um com o outro. E sim, ele também sabe sobre o blog!  Os diálogos entre os dois são revigorantes, e passa uma sensação muito boa de acolhimento, harmonia e amor mútuo. Há também a amiga (que não é tão amiga assim) Megan e Ollie (o romance que poderia ser promissor, mas ainda bem que não é), e o querido Noah (apenas ♥) entre outros.



Mas até que a garota tem uns fundamentos e aprendizados bem interessantes, o que torna o texto ainda mais instigante, motivador, chamativo e cheio de emoções complicadas. Seus posts no blog também são muito divertidos e, de fato, incrivelmente inspiradores. Isso porque há uma aceitação bem positiva diante dos leitores, e seu espaço está chamando cada vez mais atenção. E por sinal, é uma ótima maneira para interagir com o leitor, para ter novas ideias, ter coragem para desabafar, refletir sobre mensagens, sonhos, interpretações, entre outros. Enfim, terminei esse livro querendo começar a ler tudo novamente...

Vocês precisam ler esse livro.  Mesmo!
  


“Sabe quando você sacode uma lata de Coca, depois abre e a Coca espira para tudo que é lado? Entao, é assim que eu me sinto agora. Tem muitas coisas fervilhando dentro de mim, mas fico insegura de falar delas em voz alta.” Pg.07


Classificação SEL: 5/5 


4 comentários:

  1. Conheço a Zoe por um canal no YouTube que sou muito fã, os SacconeJolys. Porém, não faço idéia do que esperar desse livro! Mas se tiver oportunidade de lê-lo, com certeza o farei :)

    Clara
    @clarabsantos
    clarabeatrizsantos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. já tinha ouvido falar na blogueira, mas não conhecia ela.
    quando vi a divulgação deste livro, confesso que fiquei curiosa pela capa kkkkkk
    adorei a sua resenha. ele parece ser um livro bem fofo e divertido! sabe que eu adoro quando tem personagens gay na trama? torna tudo tão mais divertido! *-*

    ResponderExcluir
  3. Estou curiosa com essa história, vejo que está agradando geral. Amei saber sua opinião e assim que possivel pretendo ler!!!! Beijos

    ResponderExcluir
  4. Na minha família existem duas pessoas que sofrem com ataques de pânico e também tenho quatro amigas próximas com o mesmo problema, sendo que uma delas passou seis meses internada em um hospital e quase veio a falecer devido à síndrome do pânico. Quando li a sua resenha e vi na sinopse que o livro aborda esse assunto, já coloquei ele na lista. Quero muito entender mais sobre o assunto para poder ajudar as pessoas que eu amo. Mesmo sabendo que este assunto não é abordado como assunto central.
    Quanto ao livro, eu particularmente não conhecia a blogueira Zoella e fiquei bastante curiosa quanto ao canal da mesma pela quantidade de inscritos e pelo talento da menina. Adoro romances adolescentes leves e fofos para ler entre um livro que me deixou de ressaca literária e outro. Então este acaba de entrar para a lista.

    Beijos e parabéns pela resenha.
    Viviane Gonçalves
    vsg_caue@hotmail.com

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo