27 de março de 2015

Resenha: A morte de Sarai - @JRedmerski @Suma_BR

Informações do livro:
Título: A Morte de Sarai
Na Companhia de Assassinos - Livro 1
Título original: Killing Sarai (In the Company of Killers #1)
Autor: J.A. Redmerski
Editora: Suma de Letras
Páginas: 255




Sinopse: A autora do best-seller de "Entre o agora e o nunca" e "Entre o agora e o sempre" traz uma história de paixão e sobrevivência. Sarai era uma típica adolescente americana: tinha o sonho de terminar o ensino médio e conseguir uma bolsa em alguma universidade. Mas com apenas 14 anos foi levada pela mãe para viver no México, ao lado de Javier, um poderoso traficante de drogas e mulheres. Ele se apaixonou pela garota e, desde a morte da mãe dela, a mantém em cativeiro. Apesar de não sofrer maus-tratos, Sarai convive com meninas que não têm a mesma sorte. Depois de nove anos trancada ali, no meio do deserto, ela praticamente esqueceu como é ter uma vida normal, mas nunca desistiu da ideia de escapar. Victor é um assassino de aluguel que, como Sarai, conviveu com morte e violência desde novo: foi treinado para matar a sangue frio. Quando ele chega à fortaleza para negociar um serviço, a jovem o vê como sua única oportunidade de fugir. Mas Victor é diferente dos outros homens que Sarai conheceu; parece inútil tentar ameaçá-lo ou seduzi-lo. Em “A morte de Sarai”, primeiro volume da série Na Companhia de Assassinos, quando as circunstâncias tomam um rumo inesperado, os dois são obrigados a questionar tudo em que pensavam acreditar. Dedicado a ajudar a garota a recuperar sua liberdade, Victor se descobre disposto a arriscar tudo para salvá-la. E Sarai não entende por que sua vontade de ser livre de repente dá lugar ao desejo de se prender àquele homem misterioso para sempre.
 


Leia também:
Entre o agora e o nunca #1 - J. A. Redmerski (Suma de Letras)
Entre o agora e o nunca #2 - Entre o agora e o sempre - J. A. Redmerski (Suma de Letras)



Resenha: A morte de Sarai” é um livro curioso, a começar primeiramente pela sinopse. O leitor tem uma boa ideia do que se trata o enredo, mas surgem algumas duvidas sobre o desenrolar dos fatos. Assim, ao longo das páginas, percebe-se que há muito mais profundidade na história – que por sinal, é bem crível –, já que vai além do tema de tráfico de drogas, armas e de mulheres, ou mesmo de um assassino a sangue frio. E claro que J.A Redmerski faz a narrativa ser envolvente e arrebatadora, com tantas descrições vívidas da ambientação, dos sentimentos inusitados e principalmente das decisões arriscadas.

Assim como nos outros títulos que li da autora, “Entre o agora e o nunca” e “Entre agora e o sempre”, seu texto se destaca por narrar com uma tranquilidade sensacional, visto que a abordagem contem implicâncias fortes. O que eu quero dizer é que não tem como julgar os atos de cada personagem, já que cada um apresenta uma trajetória de vida complicada demais. E ao mesmo tempo, tudo parece ser tão simples e calculista, mesmo não sendo realmente.
                  
Não espere um romance delicado porque não é isso que você vai encontrar, não mesmo – e em nenhum momento.  O envolvimento de Sarai e Victor demora para acontecer, mesmo que haja indícios de atração em ambos. Claro que quando ocorre, se torna bem mais difícil pensar o que é certo e errado, sendo que os dois são intensos e marcados por experiências complexas.




Sarai está completamente perdida, mesmo que sempre tenha uma esperança de mudar sua vida. Ela é um tanto indiscreta e faz as coisas no calor da emoção, sem pensar nas conseqüências. Como quando fugiu de Javier e foi parar ao lado de um assassino. Ela viu uma boa oportunidade e sabia que tinha que tentar, mesmo que acabasse morrendo depois.

Victor é uma pessoa que planeja muito bem seu trabalho, mesmo porque se mostra bem fiel ao seu empregador. Conhecemos seu irmão, mas não há uma abrangência maior sobre sua vida, por isso acho que haverá mais nos próximos livros. O bom é que além da narrativa de Sarai, também há alguns capítulos alternados com seu ponto de vista. O conflito é bem aparente, mesmo porque o desejo se mistura com o profissionalismo, algo novo em sua personalidade.

Também acho que a trama é bem imprevisível, já que não tem como saber qual será o próximo passo. É tudo tão desconhecido que dá uma enorme sensação de medo ao saber que cada passo, cada conversa e cada encontro podem ser os últimos. O suspense é mesmo de matar, assim como há bastante ação e sentimentos colidentes.

Classificação SEL: 4/5


2 comentários:

  1. estou bem curiosa para ler este livro. li s outros dois livros da autora e fiquei encantada com a escrita dela!
    este livro aqui, quando vi pela primeira vez, pensei que fosse se tratar de uma trama completamente diferente, mas desde que li a primeira resenha dele fiquei encantada. a trama dele parece ser linda. claro, não parece ser perfeito, com a melhor trama do mundo, mas estou mega curiosa e pretendo ler logo!!! ;~~
    não intendo porque este livro da autora não fez tanto sucesso quanto os 2 primeiros dela... porque , sei lá, para mim este parece ser bem melhor ;x

    ResponderExcluir
  2. Acho que não vai ter jeito e terei que me render a este livro, a premissa dele já me prende e até agora li comentários muito bons sobre a história.
    Adorei sua resenha, já estou seguindo o blog!
    ;)
    beijos

    www.wonderbooksdaalice.com

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo