20 de maio de 2015

Resenha: A herdeira - @kieracass @editoraseguinte

Informações do livro:
Título:A herdeira
A Seleção #4
Título original: The heir
Autor: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Páginas:361




Sinopse: No quarto volume da série que já vendeu mais de 500 mil exemplares no Brasil, descubra o que vem depois do “felizes para sempre”. Vinte anos atrás, America Singer participou da Seleção e conquistou o coração do príncipe Maxon. Agora chegou a vez da princesa Eadlyn, filha do casal. Prestes a conhecer os trinta e cinco pretendentes que irão disputar sua mão numa nova Seleção, ela não tem esperanças de viver um conto de fadas como o de seus pais… Mas assim que a competição começa, ela percebe que encontrar seu príncipe encantado talvez não seja tão impossível quanto parecia.




Leia também:
A Seleção - Livro #1 – Kiera Cass (Editora Seguinte)
A Seleção - Livro #1.5 O Príncipe – Kiera Cass (Editora Seguinte)
A Seleção - Livro #2 A Elite – Kiera Cass (Editora Seguinte)
A Seleção - Livro #2.5 Contos da Seleção – Kiera Cass (Editora Seguinte)
A Seleção - Livro #3 A Escolha – Kiera Cass (Editora Seguinte)
A Seleção - Livro extra Diário da seleção – Kiera Cass (Editora Seguinte)



Resenha: A herdeira” é o quarto volume da série A seleção, de Kiera Cass. E explora ambientação inédita, sendo que desta vez a seleção é realizada por uma mulher, a filha de America Singer e Maxon Schreave. È claro que eu – assim como muitas pessoas – estava repleta de expectativas diante desta leitura, mesmo porque os livros da autora são sempre fantásticos e ainda mais empolgantes.



Me controlei bastante para ler com calma e absorver todas as novas informações com tranqüilidade, e o que mais me surpreendente é o fato de que se torna impossível não se envolver demais com a história. No começo, até achei os acontecimentos um tanto quanto parados, porém a evolução dos personagens é muito intensa e valoriza cada escolha apresentada. Não posso nem dizer que esperava mais desse enredo, justamente porque não sabia o que esperar. Assim, gostei das opções analisadas, bem como das transformações de diversos aspectos.

É muito fácil escrever sobre um livro que a gente realmente gosta, porém eu nem sei como desenvolver uma boa resenha sem me emocionar demais ou não repassar algo que possa ser classificado como spoiler. Afinal de contas, qualquer coisa é importante e decisivo. Gostaria de falar muitas outras coisas, mas acredito que o melhor é que o leitor descubra cada detalhe por si mesmo.


America e Maxon tiveram quatro filhos, sendo Eadlyn e Ahren gêmeos e posteriormente vieram Kaden e Osten. Eadlyn é a primogênita pela diferença de sete minutos do nascimento do irmão e isso implica muitas responsabilidades em sua vida. Apesar dos conflitos entre eles, os laços familiares conseguem se destacar acima de qualquer outro problema. Ainda bem que todos possuem participações relevantes nas cenas.

Vinte anos se passaram desde que Maxon virou rei e dissolveu as castas, porém novas rebeliões começam a surgir e é por isso mesmo que os pais de Eadlyn fazem um acordo com ela para realizar a seleção. É uma forma de distração enquanto tentam reverter a situação, porém nenhuma das partes esperavam por tantas surpresas ao mesmo tempo.


Sou uma romântica incurável e jamais poderia dizer que, dentre os 35 selecionados, não tenho o meu preferido. Eu escolhi Kile Woodwork desde o primeiro momento em que apareceu e por mais que surjam outros caras atraentes, não consigo pensar em outra pessoa para ficar ao lado de Eadyn. Os dois são perfeitos um para o outro, só precisam aprender a lidar com seus sentimentos confusos e delicados. Infelizmente é apenas uma suposição, porque há outros personagens que também se sobressaem bastante.

Por falar em Eadyn, ela pode ser um pouco egoísta, atrevida e mimada, mas é visível o quanto há mudanças por causa da convivência divertida com os garotos, principalmente por causa do entendimento das possíveis conseqüências de seus atos e as implicâncias perante o povo. Cada um a conquistou pelos pequenos gestos e é justamente isso que importa. Os que mais se destacam são Kile, Hale, Ean, e Henri com seu intérprete Erik.


O desfecho me deixou desolada demais, principalmente porque são personagens que o leitor se apega com muita facilidade e não é nem um pouco fácil notar que o pior pode acontecer a qualquer momento. E diante disso preciso confessar algo que, pelo que eu lembro, nunca tinha acontecido comigo: acabei de ler, fechei o livro, deitei e comecei a chorar. Não parece fazer sentido, mas só quem leu vai compreender a imensidão das emoções, que como eu sempre soube, são muitas. Preciso de mais....


“– Você é Eadlyn Schreave. Será a próxima pessoa a governar este país e a primeira garota a fazer isso sozinha. Nenhuma pessoa – prossegui – é tão poderosa quanto você.” Pg.11


Classificação SEL: 4/5 


19 comentários:

  1. Adorei a resenha Fê!
    Não chorei no final porque simplesmente me nego a acreditar que algo ruim desse jeito possa acontecer.
    Kiera não seria tão maldosa conosco né? kkk
    beijinhos

    www.wonderbooksdaalice.com

    ResponderExcluir
  2. aaaaaaaaaah, estou tão, mas tão empolgada para ler este livro logo!
    não sei o que esperar dele, mas as expectativas estão grandes!
    espero conseguir ler ele logo, e espero não me decepcionar
    estou com saudade do Maxon e da America já ;~~
    e essa capa.. ah, é linda demais *-*

    ResponderExcluir
  3. eu estou louca por essa coleção, não li nenhum dos quatro ainda, mas já cobrei ao meu marido hahaha
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Adorei sua resenha! Ainda não li nenhum de A Seleção (sim!), mas não foi por falta de vontade, acompanho suas resenhas e me dá uma vontade enorme de ler essa série de livros! Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Fernanda!
    Nossa! Essa série é de arrasar nossos coraçõeszinhos românticos e apaixonados.
    É uma das mais desejadas...
    Que delícia ver uma escrita tão maravilhosa como da autora.
    Quero demais!!
    “Coloque a lealdade e a confiança acima de qualquer coisa; não te alies aos moralmente inferiores; não receies corrigir teus erros.” (Confúcio)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu quero muito ler, mas falta completar a coleção.

    ResponderExcluir
  7. Comprei a trilogia de "A Seleção" por estar muito barata (leitora consumista haha). Mas nunca me apaixonei tanto por uma trilogia quanto essa, America e Maxon me ganharam por completo, e agora saber que vem uma continuação e que vai ser com a filha deles, morro de amores. Eadlyn, pelos adjetivos que você citou, é uma combinação dos pais dela pelo jeito. Quando penso que tudo estar resolvido com o último livro, chegam mais rebeliões, mais escolhidos (35 incríveis boys), uma história repleta de tudo que eu amo. Kiera me surpreendeu. Espero que tenha uma continuação, mesmo que eu nem tenha lido este livro, espero que não morra nenhum personagem, ainda estou com trauma da "A Escolha". E espero que eu ame este livro, que eu tenho certeza que não será um problema.

    ResponderExcluir
  8. Uau.. Que livro lindo!!! Ainda não li nenhum livro da série apesar de já ter o primeiro, mas ouvi tanto sobre a série e sobre o incrível Maxon, que já me apaixonei pelos personagens e pela história. Quero ter todos os livros antes de iniciar a leitura, porque tenho certeza que assim que terminar um vou ficar louca pelo outro.. rsrsrs. Bela resenha, só aumentou minha vontade de começar a leitura já!

    ResponderExcluir
  9. Olá. Li a série a A Seleção ano passado e gostei bastante, uma história envolvente, que lembra um conto de fadas, mas com elementos mais reais, humanos…Enfim, espero que A Herdeira, também seja um livro incapaz de largar. Estou ansiosa para conhecer mais sobre Eadlyn e seus pretendentes, como essa história vai se desenvolver, suas surpresas e emoções… *-*

    ResponderExcluir
  10. Até agora, li todos os volumes e os contos dessa série e, apesar de ser #TeamAspen, gostei do que li. Jurava que iria encontrar uma personagem parecida com a America, mas vi que essa Eadlyn não passa de uma aborrescente chatinha e mimada. Mas o bom é que ela vai melhorando aos poucos, não é?!?!
    Claro que vou querer dar uma conferida nesse. E, depois disso que falou no último parágrafo, acabei ficando bem curioso pra saber o que é.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  11. E se alguém tem dúvidas sobre ler ou não este livro, digo: Não perca tempo. Podemos nos arrepender por várias coisas nessa vida e, com certeza, uma delas seria não ler este livro. Leia, porque se você for atento ao modo como essa escritora fantástica dá voz a esses personagens indescritíveis, essa série tem tudo para ser uma das melhores leituras da sua vida.

    ResponderExcluir
  12. Kiera é sensacional, é o tipo de escritora que sabe exatamente te prender e foi assim que ela se tornou uma das minhas favoritas, em cada livro ela me trouxe mais admiração por seu trabalho. A Seleção foi incrível até seu último livro *opaa*, o que até então eu pensei que seria o último, pois eu não via mais continuidade - dava até aquele medo de que se prosseguisse podia estragar -, mas então a nossa amada Kiera viu além, hehe. Tive acesso ao livro graças a minha prima e adorei. Eadlyn é mimada sim, tem uma personalidade forte e para alguns é dificil de se apegar a ela por acharem que é demais, mas... Acho que tudo ficou no ponto. Ela foi criada assim... Achei a ideia de "A Herdeira" muito perfeita, com a filha do casal sendo a próxima a realizar a Seleção... Amei!! <3

    Parabéns pela resenha!!
    Alice dos Santos

    ResponderExcluir
  13. Nossa essa série é maravilhosa, estou doida pra ler esse quarto livro e essa resenha me deixou ainda mais ansiosa em conferi isso tudo.

    ResponderExcluir
  14. Gostei muito da resenha....
    Ainda não li o livro, mas tô anciosa pela nova seleção.
    Vamos ver o que Kiera nos preparou...
    Bjos

    ResponderExcluir
  15. Eu sou APAIXONADA com essa série!!! Amo d++++
    Quero mto ler esse livro e espero q nao seja o último.. tbm espero q o filme seja mto bom!
    Adorei a resenha.. eu pensava q seria uma história diferente, mas agora to super curiosa pra ver essa história!

    ResponderExcluir
  16. Hello!
    Logo que fiquei sabendo que ia ter o quarto livre da série fiquei doida!!
    Como assim?? Estava em choque e super feliz! hahaha
    Muita gente falou que a Eadyn é uma chata mesmo, mas q depois muda mesmo.
    E vi que vc se emocionou mesmo com a estória, so me deixa com mais vontade de ler logo.
    Bjus

    ResponderExcluir
  17. Não li nenhum dos livros, medo desse acontecimento, tudo de ruim vem a minha mente, principalmente matar um dos personagens ao qual se afeiçoa, principalmente se for da série anterior...
    Se eu que não li estou aqui deduzindo, penso naqueles que leram e se apaixonaram, pois me apaixonei só de ler as resenhas, sem ler nenhum das séries, só estou na vontade ainda, mas vou ler.

    ResponderExcluir
  18. Assim como os primeiros livros da série, 'A Herdeira' deve ser mais-que-emocionante! Quem diria que tanto tempo se passou desde que América inscreveu-se para ganhar o coração do príncipe... deficitivamente preciso ler!

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo