26 de maio de 2015

Resenha: A playlist de Hayden - Michelle Falkoff @Novo_Conceito

Informações do livro:
Título: A playlist de Hayden
Você nunca conhece uma pessoa até ouvir o que ela gosta
Título original: Playlist for the Dead
Autor: Michelle Falkoff
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288




Sinopse: Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente. Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava. A playlist de Hayden é uma história inquietante sobre perda, raiva, superação e bullying. Acima de tudo, sobre encontrar esperança quando essa parte parece ser a mais difícil.





Resenha: A playlist de Hayden”, de Michelle Falkoff, é um livro incrível, incrível mesmo. E eu ainda vou pensar muito nessa história tão marcante e repleta de aspectos estimulantes. É o tipo de história que me agrada bastante, talvez pelo fato de ter tantas emoções envolvidas, por analisar enigmas e ainda por apresentar personagens críveis.

Sam não poderia estar mais desolado após a morte de seu melhor amigo Hayden. E só por esse detalhe, tudo já se torna ainda mais impactante, porque não é nem um pouco difícil se emocionar com essas sensações de perda e sofrimento. A temática é forte e explora momentos de tensão, já que o narrador se sente extremamente perdido diante de cada manifestação.

Algumas coisas podem, ou não, se encaixar a partir do momento em que Sam se depara com um pen drive contendo uma playlist feita por Hayden e um bilhete seu. Sam queria mesmo que ele o encontrasse e tinha certeza de que o amigo iria entendê-lo. Mas tudo fica muito estranho e no fim a gente só tende pensar na injustiça de certos atos, questionar outros pontos e a ter raiva do que possa ter levado Sam a ter tomado tal atitude.

E é assim que o leitor começa a perceber alguns indícios preocupantes e quase surreais da realidade deles, seja por causa da inserção de novos personagens ou pelos segredos e omissões que, aos poucos, são revelados. Essa trama aborda as diferenças diante de várias opiniões e escolhas, seja por meio de um individuo receoso ou pela sociedade rigorosa, e por vezes cruel.

Hayden é um garoto que sempre teve uma vida complicada, principalmente por conta do bullying que sofria. Este sempre foi um assunto sério, ainda mais que pode ser o responsável por tantos danos na vida de uma pessoa, seja por depressão, suicídio, revolta e afins. A compreensão é um dos fatores essências, mas nesse caso o garoto contava apenas com seu amigo Sam, que a sua maneira, também era bem parecido com ele.

Claro que as músicas citadas ao longo de cada capítulo fazem toda a diferença na ambientação, mesmo porque exploram um lado mais sombrio e melancólico. Há músicas de Radiohead, Metallica, Vampire Weekend, Ramones, Nirvana, Linkin Park, Leonard Cohen, entre outros (Playlist completa). Recomendo que os leitores conheçam todas as músicas, já que essa integração torna as experiências ainda mais realistas.


“Na manhã do funeral de Hayden, eu não conseguia sair da cama. Bem que eu queria ficar ali. Mas, se naquele momento eu fosse realmente capaz de querer alguma coisa, eu desejaria que o dia passasse o mais depressa possível. E, se o primeiro passo para que isso se tornasse rea­lidade fosse me levantar, então seria isso o que eu iria fazer.” Pg.11


Classificação SEL: 5/5


Confira o Book Trailer do livro:



2 comentários:

  1. Este livro parece bem intenso... não curto muito este tipo de história, mas com tudo que tenho lido a respeito de A Playlist de Hayden, fiquei curiosa! Trata de temas bem relevantes, e parece muito bem escrito...
    Bjus, adorei a resenha!
    Paty Algayer - http://magicacult.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. só esse quote que você escolheu já me emocionou demais.
    gosto de tramas fortes assim, sempre me deixam com o coração na mão, mas me agrada bastante
    além da perda, a trama tratar sobre bullying faz ela ficar mais interessante para mim ainda...
    não conhecia o livro, mas fiquei mega curiosa. parece ser ótimo! *--*

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo