1 de junho de 2015

Resenha: O príncipe dos canalhas - Loretta Chase @editoraarqueiro

Informações do livro:
Título: O príncipe dos canalhas
Lord of Scoundrels
Scoundrels # 1
Título original: Lord of Scoundrels
Autor: Loretta Chase
Editora: Arqueiro
Páginas: 298




Sinopse: Sebastian Ballister é o grande e perigoso marquês de Dain, conhecido como lorde Belzebu: um homem com quem nenhuma dama respeitável deseja qualquer tipo de compromisso. Rejeitado pelo pai e humilhado pelos colegas de escola, ele nunca fez sucesso com as mulheres. E, a bem da verdade, está determinado a continuar desfrutando de sua vida depravada e pecadora, livre dos olhares traiçoeiros da conservadora sociedade parisiense. Até que um dia ele conhece Jessica Trent... Acostumado à repulsa das pessoas, Dain fica confuso ao deparar com aquela mulher tão independente e segura de si. Recém-chegada a Paris, sua única intenção é resgatar o irmão Bertie da má influência do arrogante lorde Belzebu. Liberal para sua época, Jessica não se deixa abater por escândalos e pelos tabus impostos pela sociedade – muito menos pela ameaça do diabo em pessoa. O que nenhum dos dois poderia imaginar é que esse encontro seria capaz de despertar em Dain sentimentos há muito esquecidos. Tampouco que a inteligência e a virilidade dele pudessem desviar Jessica de seu caminho. Agora, com ambas as reputações na boca dos fofoqueiros e nas mãos dos apostadores, os dois começam um jogo de gato e rato recheado de intrigas, equívocos, armadilhas, paixões e desejos ardentes.




Resenha: O príncipe dos canalhas”, de Loretta Chase, apresenta um ótimo romance, principalmente por destacar personalidades mais ousadas e diferenciadas. A narrativa também é bem simples e é impossível não se envolver com as criticas voltadas a cada personalidade, bem como os dilemas e conflitos ao longo dos acontecimentos.

Após a morte do pai, Sebastian Ballister se tornou o marquês de Dain. Ele tem uma longa história, seja por causa de inúmeros pensamentos tenebrosos diante de sua família, pela aparência incomum (e um tanto quanto deselegante) ou outros tipos de situações em que se mostrou mais descontrolado que o normal.

Houveram problemas entre seu pai e sua mãe que o marcaram bastante e isso foi apenas o início das turbulências relacionadas em sua vida. A mãe fugiu e o pai o deixou em uma escola, onde os alunos não eram nem um pouco receptíveis com ele. Mas acredito que tudo tem um propósito e cada queda e cada ponto negativo o deixaram ainda mais fortes para continuar sua jornada.

Sempre foi considerado feio e desproporcional para os padrões da época, além de receber também outras atribuições apavorantes (como Belzebu) e vários outros insultos. Ainda assim é atrevido e ainda mais inteligente e é muito interessante perceber como a autora inseriu esses aspectos em um personagem que tinha tudo para ser um fracasso total.


Jessica Trent também é bem peculiar, visto que não tende a seguir os exemplos da sociedade, além de ser teimosa demais. É muito independente e é justamente isso que a faz ser tão notável. Sua ousadia a faz ter ótimas oportunidades, mesmo que muitos não concordem com suas atitudes. Só o fato de planejar montar uma loja a torna extremante dedicada e promissora.

É muito divertido perceber o jeito dos dois ao demonstrarem seus sentimentos, já que ambos não possuem experiências nem um pouco produtivas quando o assunto é romance. E é por isso que há tantas cenas cheias de diálogos e pensamentos engraçados, além das outras passagens com teor mais sensual. A ambientação histórica também valoriza muito bem cada descrição e todas as sensações consideradas.


“Essa era uma das razões pelas quais Jessica recebia tantas propostas de casamento – cerca de seis por ano, mesmo agora, quando já devia estar resguardada, usando a touca de solteirona. Mas ela preferia ser enforcada a se casar e se transformar na égua reprodutora de um pateta rico e cheio de títulos – ou a usar uma touca cafona como aquela.”   Pg.20


Classificação SEL: 4/5


2 comentários:

  1. Eu tenho MUITA vontade de ler esse livro, a capa e o enredo são maravilhosos! <3
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adorei eu não consegui ver o Dain feio sempre achei ele lindo,adoro histórias de época ....

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo