24 de julho de 2015

Resenha: Brilhantes - Marcus Sakey @galerarecord

Informações do livro:
Título: Brilhantes
Brilhantes #1
Título original: Brilliance (Brilliance Saga #1)
Autor: Marcus Sakey
Editora: Galera Record
Páginas: 476



Sinopse: A partir de 1980, um por cento das crianças começou a apresentar sinais de inteligência avançada. Essa parcela da população, chamada de “brilhantes”, é vista com muita desconfiança pelo restante da humanidade, que teme a forma como esse dom será usado. Nick Cooper é um deles, um agente brilhante, treinado para identificar e capturar terroristas superdotados e levá-los para a custódia do governo. Seu último alvo está entre os mais perigosos que já enfrentou, um líder responsável pelo maior ataque terrorista dos últimos tempos e que pretende começar uma guerra civil. Mas para capturá-lo, Cooper precisa se infiltrar em seu mundo e ir contra a tudo o que acredita. Denominado pelo Chicago Sun-Times como o mestre do suspense moderno, Markus Sakey criou um universo ao mesmo tempo perturbador e incrivelmente semelhante ao nosso, onde um dom pode se tornar uma maldição. 



Resenha: Brilhantes”, de Marcus Sakey, é um sci-fi surpreendente, principalmente por desenvolver uma trama tão complexa e especial. O autor cria laços importantes entre os personagens e suas habilidades são o destaque central, além das conspirações e afins. Claro que há muitos problemas ao longo das cenas, porém cada aspecto acaba se tornando essencial para o entendimento das atitudes.

Os brilhantes possuem aptidões especiais que os tornam muito temidos diante da sociedade. Nick Cooper é um brilhante e pode ser considerado perigoso e ao mesmo tempo confiável por conseguir resolver tantos casos ao seu redor. Ele trabalha como agente e é claro que acaba se destacando diante de suas percepções únicas. Tem uma personalidade maravilhosa, porque ele consegue diferenciar o certo do errado muito bem, e não teme por sua vida quando tende a resolver uma dificuldade.

Cooper é muito talentoso mesmo, porém há algumas implicações por conta disso, seja no lado pessoal ou no profissional. Ele já fora casado e tem filhos e ao que tudo indica, uma das crianças também pode ser uma brilhante. Em paralelo, há as ocorrências arriscadas de John Smith, um terrorista ameaçador demais. E é por isso que Cooper se aventura tanto, já que precisa fazer o possível (e até o inimaginável) para conseguir capturá-lo.


Os ideais expostos são mesmo muito intrigantes e nos fazem pensar como a população agiria diante de algo parecido. As pessoas já sentem certos receios quando encontram algo diferente do habitual, então dá para ter uma boa noção de como seria se nos deparássemos com alguém incrivelmente mais inteligente ou como poderes fantásticos.

O enredo possui muitos elementos marcantes e a ação e o suspense estão presentes desde as primeiras páginas. Tudo é muito imprevisível, o que determina ainda mais as situações e suas consequências. Me surpreendi porque imaginei que seria um pouco confuso, mas me enganei ao ter uma leitura ágil, tranquila e muito empolgante.

Como você agiria? Bom, pessoalmente, acredito que seria interessante, mesmo com seus pontos negativos. As capacidades poderiam ser trabalhadas em cima de um bem maior. Só que não posso deixar de citar que também seria revolucionário e excêntrico mesmo, com tantas brigas que poderiam surgir no percurso. Creio que a intenção do autor foi passar mensagens desse gênero, e essas identificações nas entrelinhas do texto indicam valores ainda mais ousados e um pouco confusos.


“A humanidade normal percebeu que algo de ruim ia acontecer. O que antes fora uma curiosidade agora era uma ameaça. Não importava como fossem chamados – brilhantes, superdotados, anormais, esquisitos –, eles mudaram tudo.” Pg.27
                                                                                                                                                 

Classificação SEL: 4/5


Um comentário:

  1. este livro não é muito o meu estilo. não curto este gênero
    já li um nesse estilo, mas não me agradou muito também hehe
    confesso que quando vi a capa e o título pensei que se tratava de uma trama diferente... :P
    estranho pensar em nós passando por situações assim né Oo

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo