29 de julho de 2015

Resenha: Em Busca do Amuleto de Aloni - E. Samuel, Editora Independente

Informações do livro:
Título: Em Busca do Amuleto de Aloni
As Quatro Portas do Tesouro
Autor: E. Samuel
Editora: Independente
Páginas: 235




Sinopse: Daniel não imagina que depois de viver anos em uma metrópole, vai encontrar em uma pequena cidade, a grande aventura de sua vida! Juntamente com seus dois melhores amigos, Júlio e Marcelo, descobre a Mata do Anatema, cercada de lendas e mistérios. Mas será possível que tudo o que falam sobre esse lugar seja verdade? Chegar um pouco mais perto não vai fazer mal nenhum... ou vai? Uma aventura cheia de desafios, coragem, criaturas fantásticas e, principalmente, superação de limites! “Em Busca do Amuleto de Aloni”, o primeiro livro da série “As Quatro Portas do Tesouro”, traz aos jovens leitores uma história bem humorada e cheia de emoção, aventuras e fantasia, que vai capturar a atenção de jovens e crianças de todas as idades. Disponível no site.





Resenha: Em busca do amuleto de Aloni” é o primeiro livro da série “As quatro portas do tesouro”, e apresenta um infantojuvenil repleto de mistérios, aventura e ação. É uma leitura extremamente rápida, dinâmica e com ótimos argumentos sobre os acontecimentos. Por mais que o leitor saiba que é ficção, surgem algumas dúvidas se algo pode mesmo ser verdadeiro. Vai saber também né?!
                  
Daniel, Marcelo e Júlio foram em direção a Mata do Anatema, e dizem que este lugar é mal assombrado e extremamente perigoso. Existe lendas que dizem que quem entra ali não volta mais, além de outros boatos sobre um homem que fora encontrado caído lá e depois nunca mais se recuperou, precisando ficar num hospício.
                  
Há outros tantos casos conhecidos, mas fica claro que ninguém parece ter certeza de nada, por isso o medo é grande. Marcelo e Júlio apenas tinham a intenção de mostrar o lugar para o amigo, este que ficou encantado, apesar de achar meio estranho também. Claro que eles não ousariam ir mais além do que já foram.



Daniel tinha se mudado recentemente, e ele deve ter notado as diferenças mesmo, já que passou de uma cidade grande para uma bem pequena. Ele não conseguiu tirar da cabeça o lugar que seus amigos tinham lhe mostrado e é como se algo o impulsionasse para lá. Ele até tentou voltar, mas da primeira vez se perdeu e não conseguiu encontrar o caminho certo.

Dentre outros personagens, seu Nonô, o avô de Marcelo, também entra em cena para esclarecer algumas dúvidas e contar sobre alguns casos. Mas é óbvio que ainda surgem questionamentos sobre a veracidade deles. Há outras destaques sobre a variedade de situações, fazendo com tudo se torne ainda mais instigante e por vezes tenebroso.

Não é algo terrivelmente assustador, pelo contrário, é bem leve, mas são essas pequenas sutilezas garantem uma diversão ainda maior. Eles se perdem na mata, encontram passagens, pedras falantes, que na verdade é encantada e se chama Seth, entre outros. Há mais histórias complexas do que jamais poderíamos imaginar. Este é só o começo de uma grande aventura!

É muito interessante conhecer a amizade entre os três, esta que se fortalece a cada dia que passa. Ainda mais que nesse caminho surgem muitos desafios e surpresas inimagináveis. É um conjunto completo, seja por conta da superação dos garotos, pelas descobertas surreais e principalmente pela elaboração de um universo tão fantástico.


“Daniel olhou para Júlio e para Marcelo, que estava a seu lado, e sorriu. Ele bem que tinha gostado da confusão! Desse dia em diante, se tornaram amigos inseparáveis.” Pg.27


Classificação SEL: 4/5


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo