23 de julho de 2015

Resenha: O safado do 105 - Mila Wander @PlanetaLivrosBR

Informações do livro:
Título: O safado do 105
Autor: Mila Wander
Editora: Planeta
Selo: Essência
Páginas: 512




Sinopse: A analista de sistemas Raissa Magalhães finalmente compra um imóvel e realiza o sonho de morar sozinha. Assim que ela se muda para a casa de número 104, descobre que seu novo vizinho, que ela apelida de Calvin, é um chef de cozinha alto, bonito, jovem e sarado. Com o tempo, ela descobre que dormir em seu novo quarto será uma missão impossível. Da casa 105, geminada com a sua, chegam, noite após noite, gemidos e gritos de prazer das mulheres que visitam seu vizinho. A vocação do rapaz para a safadeza não só impedirá Raissa de dormir profundamente, mas irá incitá-la e excitá-la de tal maneira que ela, também, começará a frequentar o 105. O desejo de Raissa se transformará em paixão. Só que a analista de sistemas sabe muito bem que se apaixonar por um homem com tamanho currículo sexual pode não ser a coisa mais sensata. Conseguirá Raissa mudar o jeito irresponsável e descompromissado de seu vizinho, fazendo-o se apaixonar por ela? Ou será que almejar um futuro amoroso ao lado de um safado convicto é pura ilusão?




Resenha: O safado do 105”, de Mila Wander, é um livro adorável e consegue reunir fortes cenas diante de personagens ainda mais chamativos. Há muitas irreverencias na trama e não tem como prever quais serão os próximos acontecimentos. Por isso que tudo se torna ainda mais revigorante e atraente, entre outros aspectos.

Raissa Magalhães estava mais do que feliz, ela estava realizada em finalmente poder sair da casa de sua família para ter seu próprio lar e sozinha. Mudanças são necessárias e ela deixa bem claro o quanto esperava mesmo por isso. Depois de vinte e oito anos, nada mais justo, afinal de contas, chega um momento em nossas vidas que é tudo que esperamos.

A casa é dividida em duas partes, sendo que a dela é a 104 e o do vizinho a 105. No começo, não há nada o que reclamar, pois a protagonista estava tão empolgada com seu próprio espaço que nem deu atenção a qualquer outro detalhe. Mesmo porque tudo parecia estar bem organizado, pronto para suas devidas instalações. Preciso mesmo citar que ela não achou a tranquilidade que tanto almejava?!


O corretor lhe informou que ao lado morava um homem, só que ela nunca imaginou que ele seria responsável por tantos sentimentos avassaladores – e em tão pouco tempo. O fato é que a atração é intensa e se torna impossível não se envolver nessa relação apaixonante. Ainda bem que o livro não é tão pequeno, já que tem mais de quinhentas páginas, e por isso podemos nos deliciar mais com as cenas.

Não sei nem o que falar desse vizinho, que pode ser chamado de Calvin Klein – além do safado do 105. Tem todo um diálogo por trás disso e é claro que eu não vou tirar a graça de quem for ler. Mas que é hilário é! Bom, ele é demais em todos os sentidos, seja na aparência ou no jeito impetuoso (safado mesmo) de ser. Ele não mede o que fala e mesmo assim é simpático assim mesmo, de um jeito que não achei ser arrogante, mas sim espontâneo. Acho que é por isso mesmo que ele consegue despertar tanto interesse.

A narrativa não poderia ser mais divertida e ousada, e agora entendo perfeitamente todos os comentários positivos que já ouvi a respeito da autora. Suas considerações sobre a família e relacionamentos são as melhores partes, depois é claro, do romance explorado. Também é muito interessante ver Raissa perder todo o controle que ela acha que tem e se perder toda diante de pensamentos e diálogos desconexos.

Só sei dizer que amei cada segundo e principalmente o desenvolvimento dos personagens. A trajetória contou com certos problemas, mas tudo leva a crer que eles se complementam mesmo. O desfecho também não poderia ser mais emocionante e crível, na medida em que tudo vai se ajeitando. Com certeza esta obra já se tornou favorita!

Classificação SEL: 5/5


2 comentários:

  1. Oi Fê,
    eu li este livro quando ele estava no wattpad ainda e também amei a leitura! *-*
    fiquei super feliz por a autora conseguir lançar ele em físico, e estou super curiosa para comprá-lo e ver como ficou a edição final.
    gostei bastante do Kalvin. que bom que você não deu explicações melhores quanto a isso. é uma ótima surpresa este detalhe! hahahaha

    ResponderExcluir
  2. Até gostei da história e com certeza o leria, mas vou confessar que não gostei do título (achei um pouco brega/clichê) e muito menos da capa. Sou contra capa com corpos sarados. Acho brega tb, hahaha!
    Mas sucesso pra autora *.*

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo