7 de setembro de 2015

Resenha: O resgate no mar [Parte 2] - Diana Gabaldon @SdE_Brasil

Informações do livro:
Título: O resgate no mar
Outlander #3 Parte 2
Título original: Voyager (Outlander #3)
Autor: Diana Gabaldon
Editora:Arqueiro
Saída de Emergência Brasil
Páginas: 656                       




Sinopse: Claire Randall finalmente conseguiu voltar no tempo e reencontrar Jamie Fraser na Escócia do século XVIII, mas sua história está longe do final feliz. O casal terá que superar muitos obstáculos, de fantasmas a perseguições marítimas, mas o principal deles são os vinte anos que se passaram em suas respectivas épocas desde a última vez que se viram. Se a intensa paixão e o desejo entre eles não parecem ter diminuído nem um pouco, o mesmo não se pode dizer sobre a confiança. Jamie agora é um homem endurecido pelo que aconteceu após a Batalha de Culloden. Claire, por sua vez, precisa lidar com o segundo casamento de seu amado e suportar a saudade de Brianna, que ficou sozinha no ano de 1968. A união dos dois será posta à prova quando o sobrinho de Jamie for sequestrado. Juntos, eles precisarão singrar pelos mares e cruzar as Índias Ocidentais para resgatá-lo, provando mais uma vez que nada é capaz de deter uma história de amor que vence as fronteiras do tempo e do espaço.




Leia também:
Outlander #1 A viajante do tempo- Diana Gabaldon (Editora Arqueiro)
Outlander #2 A libélula no âmbar- Diana Gabaldon (Editora Arqueiro)
Outlander #3 - Parte 1 O resgate no mar - Diana Gabaldon (Editora Arqueiro)



Pode conter spoilers



Resenha: O resgate no mar – parte 2 (volume 3 da série Outlander), de Diana Gabaldon, explora momentos ainda mais decisivos e conturbados. Isso porque os personagens precisam encontrar quais as melhores opções para vencer as adversidades que surgem no caminho. Há muitas emoções, conflitos e situações arriscadas, e é claro que há muita coisa para ser descoberta ainda.



 Jamie Fraser está vivo e Claire Randall consegue reencontrá-lo no passado. Sua filha, Brianna, fica no tempo presente, apesar de todas as complicações recorrentes. Como esperado, o momento em que Jamie e Claire se encontram é apaixonante, por mais que a calmaria não dure por muito tempo. Mesmo assim, é muito bom poder conferir que os sentimentos ainda estão presentes.


As mudanças são inevitáveis, tanto pela parte de Jamie, quanto pela de Claire. Mas a medida em que vão se adaptando a essas novas personalidades, surgem mais credibilidades e força para lutar por seus ideais. Jamie superou muita coisa em seu passado e é por isso que dá para entender porque se tornou tão pessimista e deprimido. Claire tem certa noção de tudo que ele vivenciou, e por isso tende a ter tanta confiança e paciência com o amado.


É óbvio que as dúvidas e medos insistem em aparecer, mesmo porque a distância foi muito cruel em ambas as partes. Porém, há mais expectativas sobre os próximos capítulos – por mais que os problemas insistam em aparecer –, por isso estou confiante de que essa é a principal intenção diante de todos os acontecimentos empreendidos.

Há aventuras cercadas de perigos, buscas incessantes, segredos e outras revelações eletrizantes. São tantas sensações ao longo dessa leitura que se torna impossível defini-lo em apenas uma palavra ou algumas descrições breves. A parte história é maravilhosa e não há confusões sobre os dois tempos considerados.


Sobre spoilers, afirmo que o leitor já sabe que pode encontrar na própria sinopse dos volumes, mas é claro que sempre é bom se conter sobre alguns detalhes, estes que fazem uma grande diferença no decorrer da leitura. Isso porque a autora explora bem essas características, e é muito importante prestar atenção em cada ocorrência.

Classificação SEL: 4/5


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo