12 de outubro de 2015

Resenha: Ligeiramente escandalosos - Mary Balogh @editoraarqueiro

Informações do livro:
Título: Ligeiramente escandalosos
Os Bedwyn #3
Título original: Slightly Scandalous 
(Bedwyn Saga #3)
Autor: Mary Balogh
Editora: Arqueiro
Páginas: 288




Sinopse: Freyja Bedwyn é uma mulher diferente das outras damas da alta sociedade: impetuosa e decidida, ela preza a independência e a liberdade acima de qualquer coisa – até mesmo do amor. Até que o destino lhe apresenta Joshua Moore, o marquês de Hallmare, um homem cheio de charme e mistério, dono de uma beleza estonteante e de uma reputação terrível. Quando ambos se encontram a caminho da pacata cidade de Bath, a química entre os dois é imediata. Entre encontros e desencontros, conflitos e provocações, Joshua faz uma proposta inusitada: pede que Freyja finja ser sua noiva, para evitar que uma artimanha de sua tia o leve a se casar com a própria prima. Para uma dupla que acha graça das convenções sociais, esta parece ser a oportunidade perfeita para se divertir. Mas a brincadeira acaba trazendo consequências inesperadas. Aos poucos, suas máscaras vão caindo e ambos se revelam pessoas bem diferentes do que aparentam. Neste terceiro livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh se aprofunda ainda mais nos segredos e desejos dessa família incomum e extremamente sensual.




Leia também:
Os Bedwyn #1 - Ligeiramente casados - Mary Balogh (Editora Arqueiro)
Os Bedwyn #2 - Ligeiramente maliciosos - Mary Balogh (Editora Arqueiro)


Resenha:Ligeiramente escandalosos”, de Mary Balogh, apresenta uma história bem leve, talvez a mais ágil de todos os títulos anteriores (Ligeiramente casados e Ligeiramente maliciosos). Os personagens são tão carismáticos, que até parece que o leitor consegue prever todas as suas atitudes, e é por isso mesmo que a obra não poderia deixar de ser previsível também.

A protagonista, Freya Bedwyn, é muito divertida, e acredito que esse é um dos pontos fortes da trama. Afinal de conta, são as interações que valorizam os entendimentos e demais emoções ao longo dos capítulos. Ela é bem independente, ainda mais diante da ambientação, mas é claro que isso é apenas um detalhe mais que conhecido nos romances históricos.

Joshua Moore é um personagem que tem tudo para ser misterioso, mas que na verdade nem é tanto assim. Assim como Freya, ele também não pensa em casamento, mas é através de um planejamento inusitado, que começa a perceber que a vida tem muito mais a lhe surpreender. De qualquer maneira, sua personalidade é bem marcante e valoriza os diálogos e outras características. Gostei dele principalmente por ser mais compreensivo do que imaginava.

Joshua e Freya fazem o acordo para representar um noivado, mas com intenções bem diferentes do que os outros imaginam. Como esperado, eles começam a descobrir coisas novas quando estão juntos e é claro que isso torna tudo bem mais empolgante. A paixão acontece, mas antes disso, muitas confusões ainda tendem a aparecer.

A relação dos dois é bem espontânea, pelo menos na maioria dos casos. O que acontece é que os sentimentos pegam os dois de surpresa e eles não sabem interpretar muito bem as ações. E isso é muito engraçado, porque os encontros são cheios de conclusões rápidas, anseios desesperados e atrações inegáveis.

A autora juntou traços de um romance clichê com fatos que deveriam surpreender em alguma maneira. Não me surpreendi muito, entretanto a leitura me proporcionou momentos de entretenimento, por isso vale a pena conferir esse volume também. Lembrando que é possível ler a série fora da ordem, já que os protagonistas são diferentes.


Classificação SEL: 4/5


Um comentário:

  1. Claro que eu tinha que ler esse livro, achei que Joshua tinha um toque divertido de HOOK de Once Upon A Time, sempre chamando a protagonista por apelidos.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo