23 de outubro de 2015

Resenha: O diário de Samantha - Ana Monteiro @NovoSeculo

Informações do livro:
Título: O diário de Samantha
Autor: Ana Monteiro
Editora: Novo Século
Talentos da literatura brasileira
Páginas: 540



Sinopse: Samantha Walker é líder da banda Nicghtwalkers, uma vampira que com sua voz suave e melodiosa torna-se em bem pouco tempo uma estrela do rock mundialmente famosa. Só o que ela não sabe era que sua fama repentina facilitaria a aproximação de Hadrian e sua corja, um antigo rival de Nicholas Lacroix, o vampiro que a transformou e com quem ela viveu um verdadeiro conto de fadas no passado, antes de conhecer Victor Hugo, seu amor humano.




Resenha: O diário de Samantha”, de Ana Monteiro, explora uma ambientação inovadora, apesar de ter como foco principal os vampiros. Não é fácil escrever sobre esses seres diante de tantas referências histórias, porém a autora conseguiu evidenciar personalidades mais distintas, poéticas, atraentes, modernas e ainda mais perspicazes.

A protagonista, Samantha Walker, possui um estilo próprio e é impossível não se encantar com suas opiniões. Merece um respeito ainda maior por ter passado por tantos incidentes em sua vida e tudo dificulta ainda mais por ser vampira e ter um trabalho reconhecido. Sempre surgem obstáculos em seu caminho, mas a garota prova que consegue se superar, mesmo quando nada conspire ao seu favor.

Depois de tanto sofrimento, ela fica desorientada mesmo e chega até a pensar em desistir da vida. Mas é por meio do diário, é possível conhecer todo o envolvimento de Samantha com amigos, perdas, recordações, desilusões, a formação da banda e a consequente transformação de vampira. Tudo é muito bem explicado e ainda há uma faixa musical bem interessante para embalar os episódios.

O romance entra em cena na medida em que Samantha se vê divida entre a parte humana e a de vampira. Há vários prós e contras, mas até que suas atitudes fazem com que as coisas se tornem mais tranquilas. Ela tem uma história com Nicholas, só que também há Victor Hugo e já dá para ter uma boa noção das confusões, intrigas, persuasão e loucuras em torno desses três.

Inimigos também se fazem presentes, deixando os episódios cada vez mais sombrios e fantasiosos. Podemos especular sobre muitos outros fatos sobre o enredo, mas é válido citar que a autora dá dicas valiosas sobre o rumo da história durante as passagens. É necessário prestar atenção a todos os aspectos, mesmo porque questionamentos não faltam nesta obra tão enigmática.

Os dramas envolvendo os personagens são trabalhados de modo que o leitor acha que sabe o que está acontecendo, mas na verdade é possível se surpreender com todas as reviravoltas apresentadas. E é por isso mesmo que pode-se dizer que a obra é muito imprevisível. Todos os diálogos garantem uma tensão diferente e não há como saber qual será o desfecho da trama.

Classificação SEL: 4/5


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo