26 de novembro de 2015

Resenha: Corte de espinhos e rosas - Sarah J. Maas @galerarecord

Informações do livro:
Título: Corte de espinhos e rosas
Corte de espinhos e rosas #1
Título original: A Court of Thorns and Roses 
(A Court of Thorns and Roses #1)
Autor: Sarah J. Maas
Editora: Galera Record
Páginas: 434






Sinopse: Em Corte de espinhos e rosas, um misto de A bela e A fera e Game of Thrones, Sarah J. Maas cria um universo repleto de ação, intrigas e romance. Depois de anos sendo escravizados pelas fadas, os humanos conseguiram se libertar e coexistem com os seres místicos. Cerca de cinco séculos após a guerra que definiu o futuro das espécies, Feyre, filha de um casal de mercadores, é forçada a se tornar uma caçadora para ajudar a família. Após matar uma fada zoomórfica transformada em lobo, uma criatura bestial surge exigindo uma reparação. Arrastada para uma terra mágica e traiçoeira — que ela só conhecia através de lendas —, a jovem descobre que seu captor não é um animal, mas Tamlin, senhor da Corte Feérica da Primavera. À medida que ela descobre mais sobre este mundo onde a magia impera, seus sentimentos por Tamlin passam da mais pura hostilidade até uma paixão avassaladora. Enquanto isso, uma sinistra e antiga sombra avança sobre o mundo das fadas e Feyre deve provar seu amor para detê-la... ou Tamlin e seu povo estarão condenados.








Da mesma autora:
Trono de Vidro #0.5 A lâmina da assassina - Sarah J. Maas (Galera Record)
Trono de Vidro #1 Sarah J. Maas (Galera Record)
Trono de Vidro #2 Coroa da meia-noite - Sarah J. Maas (Galera Record)
Trono de Vidro #3 Herdeira do fogo - Sarah J. Maas (Galera Record)




Resenha: Corte de espinhos e rosas, é a nova série, lançada pela Galera Record, de Sarah J. Maas. A história gira em torno de muitas expectativas, principalmente para os leitores que já estão habituados com a narrativa habilidosa da autora. E devo confessar que fiquei muito surpresa com a quantidade de elementos fantásticos encontrados nas cenas.

A proposta central gira em torno de ideias baseadas no conto de A bela e a fera, mas como a própria sinopse sugere, também é possível conferir algumas percepções tipo o enredo de Game of Thrones. Mas a originalidade é um dos pontos positivos que mais se evidenciam. E é claro que a ambientação única faz toda a diferença nesse enredo. Nem sei por onde começar a escrever, já que há detalhes mágicos em todas as cenas.

A magia está presente em vários momentos e o leitor se sente muito próximo as descobertas dos personagens. O suspense é tão grande que a gente nem percebe as horas passarem. Mesmo porque, as conexões são muito intrigantes e reveladoras, e não poderiam ser mais desenvolvidas e sutilmente colocadas em cada episódio.

E é claro que o universo das fadas também valoriza ainda mais a atmosfera fantasiosa, intensa e ao mesmo tempo sombria demais. São seres tão tenebrosos e enigmáticos, que só sua menção faz parecer que as ações são arriscadas. Ainda mais porque existem tantos detalhes que estão em jogo nesses relacionamentos.

Feyre é muito determinada e corajosa, e se dispõe a lutar o máximo possível por condições melhores para sua família. Ela precisa caçar par alimentá-los, porém acaba se metendo em uma confusão bem maior do que o esperado. Não é novidade, mas a autora conseguiu criar mais uma personagem sensacional para essa aventura. Seu amadurecimento durante as ocorrências também são incríveis e a tornam ainda mais séria e respeitável.

Ela acaba tendo que conviver com Tamlin, mas não por escolha, afinal de contas, Feyre não tinha ideia das consequências de sua caçada por um lobo. As escolhas precisam ser tomadas com urgente, e com um ritmo ágil, também é possível conferir as delimitações traiçoeiras de cada personagem, bem como quais são as melhores soluções para evitar o mal que está por vir.

A leitura é encantadora, profunda, poética e enérgica, seja por causa do romance inesperado ou pela falta de maiores informações, deixando tudo ainda mais incompreensível e excitante. Essa história é tão bom quanto a série Trono de vidro – ou melhor, talvez –, e eu já estou ansiosa para conferir os próximos capítulos dessa aventura primorosa.


Classificação SEL: 5/5


Um comentário:

  1. Oi, Fê!
    Essa série está na wishlist dessa Black Friday.
    Eu acho essas capas da Galera Record tudo parecida. Essa lembra muito a da série Bloodlines. Eu prefiro a original.
    Beijos
    Balaio de Babados | Participe da promoção Natal do Babado

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo