3 de novembro de 2015

Resenha: Soldier - Sam Angus @Novo_Conceito

Informações do livro:
Título: Soldier
Leal até o fim
Título original: Soldier Dog
Autor: Sam Angus
Editora: Novo Conceito
Páginas: 256




Sinopse: Quando Tom Ryder é convocado para lutar na Primeira Guerra Mundial, não imagina o quanto o seu irmão mais novo, Stanley, sentirá sua falta. A única alegria do garoto são os filhotes de Rocket, a cadela premiada que é o orgulho da família. Porém, ao descobrir que Rocket teve filhotes mestiços, o pai de Stanley fica furioso e ameaça afogar os cãezinhos. Inconformado e desejando reencontrar Tom, Stanley foge de casa. Mentindo a idade, consegue se alistar no exército britânico. Somente o amor incondicional pelos animais será capaz de fazê-lo sobreviver à brutalidade e à frieza dos campos de batalha. Uma prova de que a inocência e a sensibilidade podem ser mais poderosas do que a guerra. SOLDIER: Leal até o fim é um livro emocionante e intenso, recomendado para leitores de todas as idades, especialmente para os apaixonados por cães.


Resenha: Soldier”, de Sam Angus, é um livro emocionante (que foi baseado em fatos históricos e relatos reais), mas isso não é surpresa, levando em consideração todas as informações que a sinopse já apresenta, e até mesmo pela capa maravilhosa. É impossível não se encantar por Soldier e sua bravura e lealdade, principalmente porque as coisas se tornam cada vez mais complicadas.


Stanley se vê perdido sem o irmão por perto, já que este fora chamado para ir à guerra. Fora isso, o pai se torna uma pessoa difícil depois que a esposa faleceu. E é por isso, dentre outros detalhes, que as cenas são muito tristes, ainda mais porque o garoto não consegue reagir as ofensas ao seu redor. O leitor até consegue compreender as situações, pelo menos um pouco, entretanto há certas situações que tornam tudo ainda mais depressivo.
                          

Rocket é a cadela da família, e em um momento de descuido, acaba tendo filhotes mestiços. E infelizmente, o pai de Stanley planeja acabar com a vida deles. Pelo menos o garoto conseguiu salvar um deles e deu o nome a ele de Soldier. A ligação com o cão é bem forte e os dois começam a trilhar batalhas intensas e cheias de riscos.
                  


Por mais que tente relevar os atos do pai, há certas coisas impossíveis de agüentar. Assim, Stanley foge de casa e decide ir para a guerra, com o principal intuito de estar perto do irmão. As partes envolvendo o treinamento dos cães também valoriza ainda mais a leitura e garante sensações gratificantes para quem está lendo.


A ambientação, em torno da Primeira Guerra Mundial, deixa os episódios mais carregados, e acredito mesmo que essa é a principal intenção do enredo. O personagem central pode até ser um pouco impetuoso, mas é esse aspecto que o torna tão corajoso, juntamente com o cão que está sempre ao seu lado.


É incrível como li a trama rapidamente, mas se pensar bem, não tem como parar de ler mesmo, além de ficar chocada com certas ocorrências, irritada com as injustiças narradas e até chorar dentre as batalhas. O livro foi uma bela surpresa e é claro que vale a pena conferir uma história tão sincera, comovente e realista. Vale evidenciar também que há várias mensagens reflexivas no decorrer dos capítulos.

Classificação SEL: 4/5

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo