22 de dezembro de 2015

Resenha: Moriarty - Anthony Horowitz @editorarecord

Informações do livro:
Título: Moriarty
Sherlock Holmes está morto e as trevas avançam
Título original: Moriarty
Autor: Anthony Horowitz
Editora: Record
Páginas: 350







Sinopse: Sherlock Holmes está morto, e as trevas avançam. Dias após Holmes e seu arqui-inimigo Moriarty encontrarem seu fim nas cataratas de Reichenbach, Federick Chase, um detetive da Agência Pinkerton, chega à Europa vindo de Nova York. A morte do professor Moriarty deixou um vazio no poder que logo foi preenchido por um novo gênio do crime, que ascendeu para tomar o lugar do rival de Holmes. Auxiliado pelo inspetor da Scotland Yard Athelney Jones, um devoto estudioso dos métodos de investigação e de dedução de Holmes, Frederick Chase precisa trilhar um caminho através dos cantos mais escuros da capital inglesa para lançar uma luz sobre essa figura sombria, um homem temido, mas raramente visto, determinado a dominar Londres em uma onda de ameaças e assassinatos. Chase é auxiliado pelo Inspector Athelney Jones, um detetive da Scotland Yard e estudante devoto do métodos de dedução de Holmes, a quem Conan Doyle introduziu em O signo dos quatro. Os dois homens unem forças para abrir um caminho através das ruas sinuosas de Londres vitoriana – das praças elegantes de Mayfair para os cais e becos sombrios das Docks em busca dessa figura sinistra, um homem muito temido, mas raramente visto, que é determinado a estabelecer seu nome como sucessor de Moriarty.




Resenha: Sou fã assumida de qualquer história que envolva o enigmático e sombrio Sherlock Holmes e outros personagens de sua ambientação misteriosa. E “Moriarty”, de Anthony Horowitz, não poderia ser mais intrigante, visto que revela episódios ousados e ainda surpreende por fazer novas considerações a respeito de investigações e afins.

Logo nas primeiras páginas, o leitor se depara com uma nota datada em 24 de abril de 1891, no Times de Londres. O inspetor G. Lestrade estava cuidando das investigações de um caso. E é claro que não há muitas pistas de como essa narração será inserida nos próximos capítulos. Assim, as hipóteses a respeito do que possa estar relacionado também só acaba de começar e realmente há muitas coisas para serem desvendadas.

Um dos questionamentos iniciais são sobre o acontecimento inesperado nas cataratas de Reichenbach. De fato, há muitos relatos sobre o episódio, mas pouquíssimas certezas. Contam que o detetive Sherlock Holmes e seu adversário, o professor James Moriarty, morreram, porém o confronto parece ser um assunto inacabado. Apesar disso, o Dr. John Watson, sempre sabe o que escrever, e isso é mesmo algo muito natural de sua personalidade, principalmente para quem já conhece um pouco sobre esse personagem.

O protagonista da vez se chama Frederick Chase, um investigador de nível superior na Agência de Detetives Pinkerton de Nova York. Ele se viu envolvido em um caso onde precisaria saber mais sobre Moriarty, já que suas atitudes nunca haviam sido publicadas. O Inspector Athelney Jones também acaba sendo inserido na trama em questão.

Há de se imaginar que no dia da morte de Moriarty, haveria mesmo alguém interessado em continuar seus planejamentos. A comunicação é obscura e é um dos principais obstáculos nessa jornada. É algo complicado, repleto de manipulações, possibilidades, intenções e diversos mistérios. O Inspector Athelney Jones também acaba sendo inserido na trama em questão.

O livro é sensacional e o autor trabalha muito bem diante do desenvolvimento, das formulações determinadas com tantas implicâncias e de todas as convicções expostas na história. Confesso ainda que não estava esperando tantos elementos envolventes, e é por isso mesmo que a leitura acabou se tornando tão válida e especial.

Classificação SEL: 4/5


2 comentários:

  1. Oi, Fê!
    Eu sou muito fã de Sherlock Holmes também e estou muito animada pra começar a ler Moriarty.
    Parabéns pela resenha! Só me fez ficar mais curiosa em relação à história.
    Beijos
    Balaio de Babados | Participe da promoção Natal do Babado

    ResponderExcluir
  2. Oláa,
    Não conhecia a obra, mas fiquei curiosa.
    Sou leiga em tudo que refere-se a Sherlock, seria uma boa opção para começar a conhecer?

    Beijos,
    May
    http://mayeosvicios.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo