16 de dezembro de 2015

Resenha: Ovelha - @literatortura @geracaobooks

Informações do livro:
Título: Ovelha
Memórias de um pastor gay
Autor: Gustavo Magnani
Editora: Geração Editorial
Páginas: 232




Sinopse: Este livro, estreia impressionante de um jovem e talentoso escritor, é o relato pecaminoso de um decadente. A história de um homem religioso e carismático, temente a Deus, mas amante insaciável de sua própria carne exótica, a carne de outros homens.Um pastor gay, casado com uma ex-prostituta, filho de uma fanática religiosa. Neurótico e depravado. E agora condenado.Internado no hospital, debilitado e com um segredo de uma tonelada nas costas, este personagem atormentado decide libertar-se de seus demônios e relatar seu drama.Num relato cru e sem censura, ele literalmente vomita seus trinta anos de calvário e charlatanice na cara da congregação (e de qualquer um que se interesse por um bom inferno). Sexo, paranoia, corrupção e destruição são os ingredientes tóxicos dessa obra provocante, polêmica e inovadora.





Resenha:Ovelha – memórias de um pastor gay” foi escrito pelo autor Gustavo Magnani, este que também é administrador do espaço Literatortura.com. Dentre tantas características, o que mais define este livro é a sua ousadia em abordar assuntos tão contraditórios, além das expressões igualmente fortes. E confesso que é até difícil saber por onde começar a escrever, ainda mais diante de tantas mensagens e relatos importantes.


O livro é dividido em quatro partes e essa sequência representa todas as experiências e criticas, seja por conta das decisões e suas consequências, vivenciadas pelo protagonista. A agonia começa a aparecer logo nas primeiras páginas, mas não do personagem e sim por causa de tudo que precisou passar. E é através de seus sentimentos mais íntimos, que começa a narrar seu trajeto perturbador.


O protagonista sempre foi cercado por pessoas que nutriam pensamentos diferentes ao dele. Ele até chegou a casar e amava a mulher, mas não se sentia completo ao lado dela. Nunca é a mesma coisa mesmo, mesmo se a pessoa faça esforço para que aconteça. Em paralelo, também é possível entender um pouco sobre a relação com sua mãe, e acredito que é um dos principais focos da obra.


O homem escondeu suas vontades por muito tempo, mas os questionamentos sempre o cercavam, mesmo porque ele queria entender as atitudes e pensamentos dos que o cercavam. Porque ter medo de sentir? Quem impôs tais regras? Será que existe mesmo a igualdade hoje em dia? Essas e outras perguntas podem ser feitas durante a leitura, já que o que mais importa neste caso é a compreensão dos conceitos, dos julgamentos e demais informações.


É muito interessante destacar que o autor criou as memórias e a ambientação com elementos que se completam bastante no decorrer dos episódios. No relato, há receios, intrigas, opressões, mas também é possível encontrar descontração e poesia, mesmo que não tão visível – ela está lá para minimizar as exposições que são narradas.


Os capítulos são apresentados como se o leitor estivesse lendo um diário, que pode ser até definido como uma autobiografia. Assim, o enredo é muito realista e é claro que isso já é de esperar mesmo. São situações cheias de conflitos, especialmente por causa da audácia nas palavras, e nos fazem perceber que as pessoas escondem muitas coisas, principalmente porque o medo as impede de tentar. Enfim, é uma leitura muito positiva e que vale a pena ser inserida na vida das mais variadas pessoas.


Classificação SEL: 4/5


2 comentários:

  1. Oi, Fê!
    Eu não tenho problemas com livros considerados polêmicos (como esse), mas eu juro que tentei várias vezes ler Ovelha, mas a leitura não fluiu.
    Quem sabe, no futuro, eu tente de novo e mude de ideia. Por enquanto, vou deixar de mão.
    Parabéns pela resenha! Você conseguiu expor pontos interessantes da história.
    Beijos
    Balaio de Babados | Participe da promoção Natal do Babado

    ResponderExcluir
  2. A própria resenha é complicada, realmente é um tema polêmico, o título por si só já chama atenção. Imagina tocarmos em assuntos "tabus". Colocando na fila.....

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo