6 de dezembro de 2015

Resenha: Star Wars: O último comando - Timothy Zahn, Editora Aleph

Informações do livro:
Título: Star Wars: O último comando
Trilogia Thrawn # 3
Star Wars Legends
Título original: The Last Command
(Star Wars: The Thrawn Trilogy #3)
Autor: Timothy Zahn
Editora: Aleph
Páginas: 528





Sinopse: Depois de Herdeiro do Império e Ascensão da Força Sombria, chega ao fim a legendária trilogia com o grão-almirante Thrawn, no auge de seu poder. Após resgatar a tecnologia de clonagem de soldados do derrotado Império, Thrawn se prepara para o ataque definitivo à Nova República. Nesse cenário, Han Solo e Chewbacca seguem com os últimos esforços para montar uma parceria com antigos traficantes; Leia, prestes a dar à luz seus filhos gêmeos, tenta manter a Aliança unida e Luke lidera uma importante missão para acabar com as forças remanescentes do Império. O grandioso final da trilogia que fez história no Universo Expandido de STAR WARS traz alianças inusitadas, muita ação e grandes revelações, na aventura final para salvar a galáxia muito, muito distante.




Leia também:
Star Wars Legends | Thrawn #1 Herdeiro do império - Timothy Zahn (Editora Aleph)
Star Wars Legends | Thrawn #2 Ascenção da força sombria - Timothy Zahn (Editora Aleph)


Vale a pena conferir esse link:



Sem spoilers.



Resenha: Star Wars: O último comando”, de Timothy Zahn, é o terceiro e último título da trilogia Thrawn. Quem leu minhas resenhas anteriores de Herdeiro do império e Ascenção da força sombria pôde perceber o quanto essa ambientação é arriscada e ao mesmo tempo poderosa. Por isso mesmo que as expectativas se mostram muito fortes para esse desfecho.

A ação está presente em todas as páginas, tornando a leitura ainda mais rápida e emocionante. E são as intrigas existentes entre os eventos que valoriza ainda mais as preparações e o fortalecimento para os ataques, entre outros objetivos marcantes. Vale ressaltar que o mais esperado é que a união esteja presente sempre, considerando o quanto podem perder nesse confronto final do império.

Como já era esperado, o grão-almirante Thrawn se mostra mais perturbador e infinitamente enérgico, talvez até mais que antes, mas essa impressão pode ocorrer por conta das pressões envolvidas em cada episódio que antecede a guerra. Ele não demonstra ter receio algum, e a própria narrativa é encarregada de reforçar suas características ousadas e determinantes.

Confesso que estava muito ansiosa por essa finalização, ainda mais para poder desvendar muitos questionamentos que ainda estavam em aberto. E é claro que o autor demonstra estar bem preparado para esses acontecimentos, assim como todas as condutas certeiras de cada personagem. É como se ele já soubesse desde o começo sobre todas as conexões e revelações, tornando tudo ainda mais crível e especial.

É muito bom poder rever personagens tão instigantes e que, por mais que apresentem suas diferenças, acabam se complementando muito bem na aventura. Luke Skywalker, Han Solo, Chewbacca, Leia e companhia expõem bem todos os conflitos, até os menos intencionais. O desfecho foi esperado, apesar de esperar alguns acréscimos mais extensos, mas nada que interfira nessa fantasia admirável.

Essa série é sensacional, e além de desenvolver bem os conflitos grandiosos existentes na história, também revela as participações mais importantes e um tanto inusitadas nessa caminhada. O leitor que não se sente acostumado a ambientação em Star Wars pode ter compreensões importantes para os contextos analisados. Mesmo porque, não tem como se perder nesse cenário, já que tudo é detalhado na medida certa.
                                                                                                                                                  
Classificação SEL: 4/5


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo