22 de fevereiro de 2016

Resenha: O Deus adormecido @LeandroRSFilho @ZapBook

Informações do livro:
Título: O Deus adormecido
Autor: Leandro R. S. Filho
Editora: Zap Book
Páginas: 232

                     



Sinopse: “Uma arma misteriosa ressurge nos campos de Asgard na mão de um humano. Guiado pelos deuses Vanir, Ariel é envolvido em uma guerra que não deveria pertencê-lo, uma jornada que quando se dá conta, tem o poder de definir o resto de sua vida.”




Do mesmo autor:
Asgard: O poder esquecido- Leandro R. S. Filho (Editora Novo Século) 




Resenha: O Deus adormecido”, de Leandro R. S. Filho, apresenta uma trama empolgante e repleta de mistérios fantásticos e aventuras inesperadas. Esse é o segundo livro que eu leio do autor e sua narrativa se mostra tão ágil quanto o anterior. A fantasia não tem limites e é incrível como o texto capta as melhores sensações ao redor dos personagens.

Personagens conhecidos aparecem nessa trama, como Loki (irônico e insano, como sempre), Freya, Odin, Njord, Thrym, entre outros. Loki apresenta um plano que seria muito oportuno no período de guerra, mas é necessário que um humano se uma nessa caminhada para que tudo dê certo. Parece loucura, mas aos poucos as coisas começam a se encaixar, pelo menos é o esperado por todos.
                  
Este é o universo fascinante de Asgard, e mais uma vez somos envolvidos diante de muitas surpresas, eventos e planejamentos ameaçadores. O autor demonstra várias perspectivas diferentes sobre estes, por mais que o leitor já esteja habituado aos tipos de personalidades. É sempre interessante poder conferir mais uma trama ambientada nesse espaço.

Ariel mora com a Avó Helga, um local pequeno, porém com um clima sombrio. Ele se sentia atraído por uma floresta e vivia cercado de questionamentos. A narrativa começa no ano de 2003, porém a sequencia informa que se passaram 8 anos após determinado ocorrido. O garoto é muito entusiasmado, curioso e determinado, e por isso é certo dizer que é essencial no projeto que segue.

Freya é encarregada na missão de encontrar um humano e como esperado encontra com Ariel mais rápido do que se imagina. Na verdade, ela se depara primeiro com Helga, e é muito divertido ler sobre as distrações que surgem inesperadamente. As passagens de Freya como Victória e Loki sendo “Doutor” Fell são hilárias.

A leitura é bem rápida, especialmente porque os capítulos são curtos e ao mesmo tempo bem detalhados. Há momentos de muitas tensões, e o desenvolvimento não poderia ser mais esclarecedor. O desfecho conclui os acontecimentos com um jeito bem empolgante e dá até vontade de conferir novas tramas dessa aventura. Que tal, Leandro?


“Caminhou de volta pela campina carregando na mão uma flor e no peito a sensação de que estava vivendo uma aventura.” Pg.15



Classificação SEL: 4/5

Book trailer:



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo