26 de março de 2016

Resenha: Alice no país do amor - Lucilla Guedes, Chiado Editora

Informações do livro:
Título: Alice no país do amor
Autor: Lucilla Guedes
Editora: Chiado
Páginas: 228





Sinopse: Alice é uma advogada beirando os trinta anos, que mora em Curitiba e sonha com o verdadeiro amor. O problema é que ela é apaixonada – desde menina – por Max (atual namorado de sua melhor amiga, Helen), nutrindo, por ele, uma paixão platônica. Esse sentimento se reacende na época da faculdade quando o reencontra como professor do curso de Direito. Alice resolve não revelar que fora sua vizinha quando criança e inicia um flerte com Max, mas a história toma outro rumo quando ele conhece Helen e eles começam a namorar. Sofrendo com essa paixão não correspondida, Alice conta sempre com o apoio de Alan, seu amigo e confidente, mas vê evaporarem suas últimas esperanças ao saber que Max pediu Helen em casamento. Abalada com a notícia, com a autoestima “no pé” e tentando “dar a volta por cima”, Alice decide ousar, com um vestido pra lá de provocante, justamente na festa de aniversário à fantasia de Helen (em que quase todos estão vestidos como as personagens de Alice no País das Maravilhas) e então desperta — novamente — o interesse de Max, que tenta seduzi-la. Será que Alice conquistará o homem dos seus sonhos?


Resenha:Alice no país do amor”, escrito pela autora nacional Lucilla Guedes, e publicado pela Chiado Editora, apresenta uma trama delicada e repleta de sentimentos contraditórios. Conheci esse livro por meio de uma resenha em um blog que acompanho, e fiquei apaixonada pela premissa, assim como pela capa, que também é linda. E é por isso mesmo que não descansei até ter meu exemplar em mãos para poder conferir a trama por conta própria.


O romantismo está presente desde as primeiras páginas, seja por causa de trechos, dos personagens, das cenas ou simplesmente pelas menções ao enredo de Alice no país das maravilhas. Esse último detalhe, já é motivo para grandes expectativas, principalmente para quem é fã do enredo de Lewis Carroll.

No começo, o leitor já compreende todo o drama na vida de Alice: seu amor não era correspondido, e o pior é que ele ia se casar com sua melhor amiga, Helen. Por isso, já é mesmo de se esperar que a protagonista estivesse passando por momentos difíceis e cheios de sofrimento. Sem contar que não consegue pensar muito claramente quanto o assunto gira em torno de suas emoções.


Milo Maximiliano Stein, ou apenas Max, possui um lugar especial na vida de Alice, e não é um sentimento bobo, já que faz um bom tempo em que estão presentes na vida um do outro. Quando se conheceram, ela tinha seis anos e ele já estava com dezessete anos. Anos mais tarde, ela se torna advogada, enquanto ele fora professor do curso de direito.


Alice sempre se mostrou uma personagem muito perceptiva, ainda mais quando o assunto gira em torno de mudanças, apesar de ter alguns receios. Assim, o tempo passa e quando reencontra Max percebe que ainda possui sentimentos por ele. Ainda bem que sempre pôde contar com o apoio de seu amigo Alex, e é muito bom saber a sua importância no enredo. Este personagem se destaca bastante por seu jeito atencioso e carinhoso.



Confesso que fiquei um tempo me perguntando como começaria essa resenha sem demonstrar toda a minha euforia com essa leitura. Por fim, entendi que quando gostamos muito de um livro é inevitável esconder nossas emoções, até as mais intimas. A Leitura de Alice no país do amor não poderia ser mais ágil e descontraída também. O desfecho não poderia ter sido mais agradável, afinal de contas. E é assim mesmo que finalizo afirmando o quanto esse livro é emocionante, divertido e sincero, entre tantas outras características positivas.

Classificação SEL: 4/5


11 comentários:

  1. Oi, Fê!
    Eu não conhecia essa história, mas agora fiquei super curiosa. Deve ser um livro bem fofo de se ler.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio Mês das Mulheres em Dobro
    Porcelana - Financiamento Coletivo

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    É a segunda resenha desse livro que leio,ambas positivas,mas apesar de ter gostado da capa e adorarobras inspiradas nos clássicos não consegui me sentir atraida por essa, não sei dizer o porquê. Acho quenão ando em clima de romance ultimamente haha.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Sua resenha me deixou suspirando porque estou querendo muito ler um livro romãntico e sensível. Já tinha visto alguma coisa sobre o livro, mas não tinha parado para ler nenhuma crítica ainda e as suas considerações me encantaram. Amo as fotos que você posta nas resenhas!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Nossa, eu só fã da Alice (a original) e esse é livro deve ser bem legal e empolgante. Achei a capa um arraso. E só ultimamente vi o data que que a editora chiado está ganhando. Suas considerações ficaram muito boas e espero ler um dia e ter essa mesma euforia que você teve ao término da leitura.
    Bjks

    ResponderExcluir
  5. Olá não conhecia a autora e adorei a sinopse e a capa é realmente linda!!
    amei sua resenha, elo seus comentários os personagens são muito bons e bem desenvolvidos :)
    Vou querer ler este livro em breve!!
    Beijos
    http://tamigarotaindecisa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá Fê,
    A cada resenha que leio desse livro fico mais e mais curiosa para ler logo. Eu acho legal quando a pessoa põe emoção em sua resenha, pois faz ver que ela, de fato, sentiu aquilo.
    A ideia de Alice gostar de uma pessoa e não contar é bastante clichê, mas o livro parece ser fascinante. Já anotei a dica. Espero ter as mesmas impressões que você.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Achei o título do livro muito interessante e criativo. A história parece ser muito fofa e os personagens são interessantes e maduros. O tipo de livro que costumo ler.
    Porém, o livro não me encantou, a premissa não me cativou, apresar de vermos com clareza que o livro mexeu com você e que você gostou muito.
    Mesmo assim vou anotar a dica, pois quem sabe mais para a frente, chame minha atenção, né?!

    Abraços, Lara.
    http://www.imperio-imaginario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Adoro Lewis Carroll e fiquei muito curiosa por esse livro.
    Parece ser um daqueles ótimos pra tirar a gente de uma ressaca literária. :)

    http://vivendomilvidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Fê, eu li esse livro faz pouco tempo e achei uma leitura tão gostosa! a história vai nos envolvendo e quando vemos já está acabando e queremos ler mais. Eu recebi o livro em parceria com a editora e agora quero o meu autografado também kkkk gostei de ver suas impressões sobre a obra, beijos.

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    Já faz un tempo que estou querendo ler este livro, é tanto que ele esta na minha lista de livros da Chiado que eu quero ler. Achei aestoria bem interessante e gostei de remeter a Alice no País das maravilhas. Espero que corra tudo bem para Alicee que se ela não fica com Max, que ela tenha achado o seu verdadeiro amor <3
    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  11. OI!!

    Achei a capa bem interessante o que indiretamente me lembra de Alice no país das maravilhas, até mesmo pq a lebre só acrescenta essa imagem.Estranho, mas não me cativei tanto pelo livro como você, entendo sua euforia, afinal é meio complicado amar algo e não ser traído pelas palavras quando se tem a função de escrever sobre a história. Não sei se é o fato dela estar correndo atrás do grande amor da sua vida, ou que supostamente ela ache que é, que tenha me desanimado. Não sou feminista, entretanto acredito que a mulher deva ter um pouco de orgulho. Beijos

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo