5 de abril de 2016

Resenha: Mulheres modernas, dilemas modernos - Joyce Moysés, Claudio Henrique dos Santos @primaveraeditor

Informações do livro:
Título: Mulheres modernas, dilemas modernos
Autor: Joyce Moysés, Claudio Henrique dos Santos
Primavera Editorial
Páginas: 176






Sinopse: A revolução feminina vem transformando a nossa sociedade de um jeito que não tem volta – nem fórmula. Justamente por isso precisamos conversar. É o propósito deste livro. Ele traz uma visão feminina de quem ama a sua carreira e enfrenta com coragem os diferentes impactos dessa escolha. Traz também a visão masculina de que os homens devem ser parceiros dessa mulher moderna, tanto emocionalmente quanto passando aspirador na casa.


Resenha: Mulheres modernas, dilemas modernos”, dos autores e ambos jornalistas Joyce Moysés e Claudio Henrique dos Santos, explora sobre a revolução feminina com uma intensidade bem trabalhada, entre outras problemáticas relacionadas diante da sociedade atual. O gênero do livro é de autoajuda, e apesar de não estar muito acostumada nessa area, a leitura foi muito fluente e de fácil acesso.


Há dois prefácios, sendo que um é realizado pela psicóloga, expert do comportamento do consumidor e COO da Troiano Branding, Cecília Russo Troiano e o outro pelo educador e sócio-diretor da Txai Consultoria e Educação, Reinaldo Bulgarelli. E ambos conseguem repassar bem a importância desse livro, especialmente ao destacar as formas de relacionamentos de hoje em dia, e isso engloba a todos, desde casais, familiares, amigos, no meio profissional e afins.


Após os prefácios, há ainda uma breve introdução sobre o enredo de modo geral, e de como o leitor terá a oportunidade de compreender a visão masculina sobre questões femininas. Os autores se dividem em dezesseis discussões e todas elas podem mesmo ser classificadas como inspiradoras e extremamente críveis.


As mudanças estão cada vez mais presentes e não é nem um pouco difícil encontrar um marido em casa, cuidando dos filhos enquanto sua esposa está trabalhando ou se ela estiver ganhando mais que ele. E isso, na verdade, nunca deveria ser relevante, porque o casal está junto para somar e não para competir suas habilidades um com o outro. Infelizmente, as coisas nem sempre funcionam dessa maneira...


A visão feminina demonstra todo o seu poder em equilibrar seus vários papéis em uma rotina cansativa, mas no final das contas, muito compensadora: desde ser filha, mãe, dona de casa, profissional, amiga, namorada, entre outros. Vale muito a pena dar uma chance para essa leitura, de certa forma compensadora e reflexiva.


É uma troca de ideias muito bem elaborada, principalmente porque os dois autores conseguem repassar mensagens interessantes sobre suas próprias experiências de vida. E é claro que o texto reflete bem o papel feminino nesse cenário contemporâneo, assim como homens e mulheres pensam sobre as temáticas do dia-a-dia.

O trabalho da Primavera Editorial também merece grande destaque, seja pela capa em destaque, pelas páginas com características especiais e pela separação da narrativa entre os dois autores. Esse último aspecto é extremamente importante para a compreensão das opiniões e todas as suas divergências.

Classificação SEL: 4/5


27 comentários:

  1. Oi, Fê!
    Dessa vez vou passar a dica. Não sou muito fã de livros de autoajuda
    Beijos
    Balaio de Babados
    Porcelana - Financiamento Coletivo

    ResponderExcluir
  2. Oi Fe, to bem na vibe de ler alguma coisa de autoajuda para cumprir com um dos quesitos de um desafio que estou participando, mas esse aí não me chamou muito a atenção não.
    Acho que sempre falo isso no seu blog, mas adoro as fotos que você posta!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Não leio muito livros do gênero, mas o título parece ser interessante. E a resenha está ótima!

    Beijos, Pri
    vintage.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá Fê,

    Infelizmente esse é um estilo de livro que não me atrai muito. Até leio, mas é muito raro de acontecer.
    Sobre o livro, acho que ver questões femininas pela visão dos homens é interessante, porém bem tendenciosa. Muito raro ainda achar um homem que esteja 100% comprometido em deixar a mulher ter seu espaço, principalmente na questão profissional. Pode até falar que aceitam e que entendem, mas sempre vai ter aquela alfinetada e é nessa que o casamento vai pro espaço.
    Não passei ainda por isso, mas já vi muita gente nessa situação. Por mais que digamos que as mulheres conquistou muito nos últimos anos, ainda estamos longe de uma equidade.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thiana, tudo bem, sou o Claudio Henrique, um dos autores do livro. A ideia do livro é justamente evitar uma interpretação tendenciosa e mostrar aos homens que uma vida em comum só faz sentido hoje se compartilharmos as responsabilidades com nossas parceiras. Concordo com você que estamos longe da equidade, mas precisamos fazer a cabeça dos homens sobre isso. Acho que você vai gostar do livro.

      Excluir
    2. Olá Thiana, sou um dos autores do livro. Concordo com você que estamos longe da equidade. Por isso, precisamos "fazer a cabeça" dos homens. Essa é a proposta, de mostrar que só faz sentido ter um relacionamento se você tem um objetivo comum e, no caso dos homens, isso passa por compartilhar as responsabilidades da casa e dos filhos com suas esposas e companheiras. Acho que você vai gostar do livro. Abraços.

      Excluir
  5. OIe Fê, tudo bem?

    O gênero auto ajuda não é o meu estilo literário, até hoje só li uma vez um livro sobre tal gênero. Mas devo confessar que me agradou o enrendo, por se tratar dar mulher, dando o real valor, pois sabemos que tem horas que somos tão discriminadas, né? Gostei muito também do livro em si, a capa, achei legal.

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Olá! Eu achei interessante a temática do livro, mas confesso que fiquei com um pouco de medo de ver a forma como os assuntos foram abordados... No sentido de que vejo muita coisa por aí parecida com isso, mas que só acaba piorando a situação, reforçando estereótipos. Enfim, espero que não seja o caso dessa obra! Acho que, se tratado corretamente, o livro pode sim ajudar homens e mulheres a compreenderem melhor as mudanças que vêm ocorrendo. Gostei da dica! Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi fê, eu quase não leio livros com essa temática mas quando leio, sempre gosto dos que eu escolho, justamente por quase não ler eu acabo ficando bem seletiva nessas escolhas. Eu ainda não conhecia esse livro e é um dos que eu leria facilmente e pelo que vi aqui, acho que gostaria da proposta dele.

    ResponderExcluir
  8. Oi Fê
    Adorei conhecer o livro. Gosto de livros que abordam a situação da mulher na atualidade. O mundo mudou e nós também, logo nossas necessidades são diferente.
    Achei os capítulos interessantes e espero ter e oportunidade de ler.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  9. Olá Fê,
    Adorei sua resenha, como sempre.
    Achei interessante o fato de os autores retratarem suas experiências de vida, entretanto, não sei se é um livro que leria nesse momento, sabe? Acho que me enrolaria com a leitura e não conseguiria lê-lo com rapidez nem curtir.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Fiquei bem interessada nesse livro quando vi o lançamento. Realmente hoje muitas coisas estão mudando, e adoraria ver esses pensamentos. Nesse cenário contemporâneo, as mulheres tem ganhado mais espaço, embora muitas coisas precisem ser mudadas ainda.
    Adorei a resenha e estou curiosa para ler o livro.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá!

    Vários livros sobre essa temática estão sendo lançados recentemente, e esse é o primeiro que vejo que é escrito por um homem, ainda não li nenhum, porque não é assunto que me fascine, que me dê vontade de ler, mas fiquei curiosa para saber o que Cláudio achava sobre a revolução feminina.
    A capa está muito chamativa e a editora caprichou nos detalhes.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oiee ^^
    Ainda não conhecia esse livro, e mesmo ele parecendo ser interessante por conta do tema que aborda, não fiquei curiosa para lê-lo, pois não é o tipo de livro que eu costumo e gosto de ler. Felizmente hoje as pessoas aceitam mais a "troca" de afazeres, a mulher trabalhando e o homem em casa, né? Mas alguns ainda têm preconceito com isso :/
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oie, adorei a dica e ainda mais escrito por uma mulher e por um homem, dá para ver um ponto de vista das duas partes. Você menciona que é dividido em dezesseis discussões, fiquei curiosa em relação a quais as temáticas principais. Adorei a dica, apesar de ser uma autoajuda, gênero que não costumo ler tanto, assim como você, ele me despertou interesse e eu leria.

    ResponderExcluir
  14. Oi Fê, eu vi o lançamento desse livro e já tinha ficado bem curiosa, normalmente não sou muito fã desse tipo de livro, mas confesso que esse chamou minha atenção pela trama, eu gosto dessa conversa de autores e quando eles dão uma opinião sobre esse assunto feminino e masculino, melhor ainda quando tem exemplos de suas próprias vidas, né?

    Beijos

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/04/luz-camera-e-acao-17.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kétrin, gostei muito do seu ponto de vista. Estamos lançando o livro e deixamos claro que ele traz uma visão feminina e uma visão masculina. E não A visão, justamente para não passar receitas. Eu conto muito do que vivo e vivi como mulher e jornalista (com as milhares de mulheres que já entrevistei) e o Claudio abre situaçòes muito interessantes que ele já passou e passa. Tem leitura fácil e direta. Você vai ler num tirinho. Custa 29,90 reais.

      Excluir
  15. Oi Fê

    Acredito de verdade que tem muita gente que precisa de livros assim, mas não curto e nem leio pra falar a verdade, mas creio que pra quem gosta deve ser um prato cheio ainda mais por ser escrito por ambos os sexo.

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi, Fê.

    Apesar de não conhecer o livro, gostei bastante da premissa da trama e espero ler em breve. É bem legal quando a trama trás uma reflexão e podemos carregar isso para nossa vida. Eu não curto muito autoajuda, mas ele livro me interessou. Espero gostar da leitura!
    Beijos!
    http://www.anebee.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá, Fê.

    Apesar de não conhecer o livro, eu gostei bastante da premissa da história. Gostei muito que o livro trás pontos reflexivos sobre nossa sociedade. Além disso, a trama parece ser muito fluida e muito bem escrita.
    Gostei bastante das sua resenha ♥
    Beijos!
    http://www.anebee.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Olha, confesso que não sou muito fã desse gênero de livro, mas esse me atraiu. Achei interessante essa premissa. É muito importante esse tipo de "conversa" nos dias atuais, e quanto mais esclarecidas as mulheres e a sociedades, melhor.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  19. Joyce Moysés, co-autora8 de abril de 2016 20:42

    Fê, obrigada por ajudar a divulgar nosso livro. Gostei de ler vários comentários que demonstram terem captado a nossa ideia. Que é de diálogo. Além de partilharmos o que acontece em nossas vidas, minha e do Claudio, também exploramos o fato de sermos jornalistas nas seleção das informações, pesquisas e na linguagem. Dá para ler o livro num tirinho, e custa 29,90 reais. Há e-book também, para poder ler no celular. Obrigada a todas que comentaram, expressando suas opiniões. É essa a ideia!

    ResponderExcluir
  20. Joyce Moysés, co-autora8 de abril de 2016 20:43

    Fê, obrigada por ajudar a divulgar nosso livro. Gostei de ler vários comentários que demonstram terem captado a nossa ideia. Que é de diálogo. Além de partilharmos o que acontece em nossas vidas, minha e do Claudio, também exploramos o fato de sermos jornalistas nas seleção das informações, pesquisas e na linguagem. Dá para ler o livro num tirinho, e custa 29,90 reais. Há e-book também, para poder ler no celular. Obrigada a todas que comentaram, expressando suas opiniões. É essa a ideia!

    ResponderExcluir
  21. Ola Fee...

    Acabei de ler a sua resenha sobre este livro de autoajuda,adorei mesmo é algo que eu gostaria mas como ele é mais voltado para o publico feminino creio que a maior parto desse publico iria gostar de conhecer mais,então dessa vez eu deixarei ele de lado.

    Bjos Adorei
    http://rillismo.blogspot.com.br/p/resenhas.html

    ResponderExcluir
  22. O tema do livro é muito importante e muito oportuno na sociedade atual. Achei interessante o fato de um dos autores ser homem, afinal, essa discussão deve ser feita por todos. ;)
    Não pretendo fazer a leitura da obra no momento, mas futuramente, talvez.


    Tatiana

    ResponderExcluir
  23. É de encher os olhos ver tantas publicações que exploram essas questões de gênero. Principalmente quando tem o objetivo de desconstruir alguns paradigmas, trazendo a visão dos dois sexos. É uma temática que estou sempre buscando em minhas leituras, principalmente em ensaios. O que me desanima é o fato de ser um livro de auto-ajuda. Por esse motivo, é pouco provável que eu leia.
    Ótima indicação.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabi, nos dê uma chance. Esse livro foi escrito por dois jornalistas que entrevistam muitas mulheres e empresas e vivem essas transformações. Não é um livro de auto-ajuda clássico. Mas trata numa linguagem simples e direta de questões práticas do dia a dia. É assim que eu, como co-autora, enxergo esse livro.

      Excluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo