3 de julho de 2016

Resenha: Onze semanas - Ernani Lemos @Chiado_Editora

Informações do livro:
Título: Onze semanas
Autor: Ernani Lemos
Editora: Chiado
Páginas: 246




Sinopse: A relação de amor entre duas pessoas, seja de mãe e filho, seja de marido e mulher, é desmedida por padrão. No início a empolgação se esforça para esconder todos os defeitos e no fim o cansaço faz esquecer todas as qualidades. Não há relacionamento em que uma pessoa veja a outra com justiça. Se existe alguém com quem nunca somos generosos, é com quem amamos. Que acontecimento poderoso consegue afastar mãe e filha por quase toda a vida? E que tipo de força é capaz de reaproximá-las nas fronteiras da morte? Da cama de hospital onde vive seus últimos dias, Claudia dá início a uma jornada dolorosa pelas experiências que moldaram a história dela e da filha, Meg. A mãe terá que ser mais rápida do que a morte para convencer a jovem a dividir confissões de uma vida marcada por um trauma. Manter-se viva e reviver a memória serão os desafios de Claudia para mudar o mundo das pessoas que mais ama. Com uma dose de mistério que fatalmente leva os olhos à próxima página, Onze semanas é uma viagem de sensações viscerais que conduz o leitor inúmeras vezes, sem que ele perceba, ao papel dos personagens.




Resenha: Onze semanas”, do autor e jornalista Ernani Lemos, apresenta um enredo marcante, além de garantir muitas reflexões ao longo dos episódios narrados. Eu não sabia o que esperar dessa leitura, mas confesso que se mostrou bem mais interessante do que poderia imaginar. A sinopse não se aprofunda muito sobre o que a história tem a oferecer, e garanto que os sentimentos são muito bem explorados nessas páginas. Ah, eu adorei a capa, afinal de contas, tem tudo a ver com o enredo, e a diagramação não poderia estar mais caprichada.

Mãe e filha, Cláudia e Meg, respectivamente, precisam de tempo para compreender o que cada uma tem a dizer. É uma relação extremamente conflituosa, mas o que elas não tem é tempo, pelo menos não o esperado, já que Cláudia se encontra no hospital, e sabe que precisa ser breve para mudar os sentimentos com Meg.

As duas estavam afastadas, mas Meg toma a decisão de voltar atrás para poder entender mais sobre a história da mãe. Por mais que as coisas não tivessem funcionado entre eles, sempre pareceu o certo a se fazer, ainda mais diante de uma situação tão delicada. É muito bom poder conhecer a história de Cláudia, juntamente com Meg, que acaba se sentindo cada vez mais próxima dela. Os diálogos também são fundamentais nessa trajetória tão sensível e impactante.


Cláudia começa a escrever em um caderno, e nesse relato muitas coisas começam a ser, finalmente, reveladas. A curiosidade começa a ficar ainda mais forte, e os trechos de cada página se tornam muito importantes. Não vou dizer que é uma história alegre, porque não é nem de longe, e é claro que chorei em algumas situações, mas a narrativa se mostra bem equilibrada nesse drama.

Uma sempre se sentiu perdida e abandonada, enquanto a outra só queria demonstrar seu amor e conseguir esclarecer todos os questionamentos pendentes em seu passado, ainda mais diante das consequências de seus atos. As cenas possuem um misto de aflição, medo e confusão, e desde o começo, é difícil imaginar como será o desfecho desses esclarecimentos. Acaba se tornando uma reaproximação muito esperada e igualmente sofrida também.

É uma leitura bem rápida, mas muito intrigante e especialmente satisfatória também. O autor soube bem como descrever as emoções – desde a raiva até o amor –, e de uma forma ainda mais clara e sincera. E é claro que tudo é muito comovente, mesmo porque não demora muito para que o leitor se sinta envolvido com as personagens e seus dramas.

Classificação SEL: 5/5


8 comentários:

  1. Oi, não conhecia esse livro e achei bem bacana o autor explorar essa relação da forma como foi feita. Acho que nunca li um livro que fosse assim. Me pareceu ser um tanto profundo e me interessei.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  2. ooooi, tudo bem? :D
    Assim que abri o blog esta capa me chamou a atenção. Não sei, achei diferente e de modo que desperta a curiosidade.
    Me interessei pela obra e sua resenha contribuiu para isso.

    PROMOÇÃO DOIS ANOS DO BLOG BIO-LIVROS

    ResponderExcluir
  3. Oii Fê, tudo bom? Eu recebi esse livro de surpresa, o que me deixou muito feliz, pois sempre quis ler a obra. Adoro dramas, principalmente os que envolvem mãe e filha, então estou curiosíssima para conferir a leitura. Sua resenha ficou ótima, e só me deixou mais empolgada! Fico feliz que tenha gostado tanto!!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Eu tive conhecimento desse livro faz algum tempo e desde então morro de curiosidade com ele, a trama me parece ser mesmo muito intrigante e sua resenha me deixou ainda mais interessada na obra. Eu acho a capa bem diferente e chama atenção.

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia o autor ainda, mas a capa chama bastante atenção. Logo de cara dá p ver que é uma drama profundo e que deve arrancar umas lágrimas da gente. A melhor parte é saber q o autor soube descrever as emoções. #curti Vou guardar a indicação aqui

    http://blogmundodetinta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oiee ^^
    Acho que eu já visto algumas resenhas deste livro antes, e me lembro que o pessoal também o elogiou bastante. A sinopse não me chamou muito a atenção mesmo, mas saber que o livro tem mais profundidade e emoção do que aparenta me deixou animada, e fiquei mais animada ainda quando vi que ele ganhou nota máxima! Deve ser muito bom mesmo, dica anotada :)
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Fê,
    essa é a primeira resenha que leio desse livro e já me ganhou completamente, a história parece ser bem densa, mas que nos remete muitas reflexões. A principio fiquei curiosa, mas conforme ia lendo sua resenha foi impossível não desejar acompanhar essa jornada que tão dolorosa, mas importe.

    Abçs
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  8. Muito obrigado, Fê! Adorei a resenha! Beijos e sucesso com o blog.

    ResponderExcluir

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo