1 de outubro de 2017

Resenha: A descoberta do amor - Tatiana Amaral, Editora Pandorga

Informações do livro:
Título: A descoberta do amor
Função CEO #2
Autor: Tatiana Amaral
Editora: Pandorga
Páginas: 390



Sinopse: Uma vez minha mãe me disse que satanás era o anjo mais bonito do céu e o mais querido por Deus, mas sua beleza o fez acreditar que podia mais. Então, depois de uma guerra, foi atirado ao inferno, e jurou vingança. Para isso escolheu corromper a humanidade. Como? Alguns dizem que através do dinheiro, outros através das palavras, mas muitos juram que foi através da beleza. Robert tinha os três: dinheiro, persuasão e beleza. E roubava de mim todas as virtudes. Eu cobiçava, traía, roubava, tudo em nome do amor que sentia por ele.



Resenha: "A descoberta do amor", de Tatiana Amaral, é o segundo título da trilogia Função CEO. Confesso que fiquei bem animada para conferir essa sequência, bem mais do que eu poderia esperar, visto que não leio livros eróticos com tanta frequência. Ainda assim, o que mais me motivou a princípio, foram os elementos instigantes ao redor de Robert. O primeiro livro deixou alguns questionamentos em aberto e é ótimo poder acompanhar todo esse desenvolvimento.

Esse enredo não foca apenas no relacionamento de Melissa e Robert, mas também sobre a individualidade de cada um, o que é outro ponto bem esperado nesse segundo volume. O leitor tem a oportunidade de conhecer os sentimentos de forma cada vez mais profunda. Há também outras explanações sobre pessoas ao redor do casal, estas que podem estar envolvidas com conflitos, interesses um tanto perigosos e mais mistérios pelo caminho. Nesse ponto, eu fiquei surpresa sim, mesmo porque é complicado quando existem uma outra figura envolvida.

Como já é esperado, as cenas sensuais estão bem presentes, ainda mais a partir desse momento onde o amor enfim se mostra cada vez mais verdadeiro e é difícil não se render nesse jogo de sedução. É uma construção ousada e que valoriza toda a essencia de duas pessoas que tem muita química, e quanto a isso não existem dúvidas mesmo.

Robert tem todo esse lado "mandão" de ser, mas consegue ser bem carismático quando quer. Claro que por ser controlador demais, isso atrapalha na convivência mesmo, mas para tudo tem uma solução, pelo menos nesse caso. Já quanto a Melissa, eu achei que ela se tornou mais fraca, pelo menos desde o momento em que foi apresentada. Apesar desses detalhes, não há como negar que a paixão se mostra mais forte do que nunca.

Não vou me aprofundar muito, em especial por ser o segundo título de uma trilogia, então não gostaria de entregar nenhuma surpresa ou reviravolta. Eu fiquei surpresa com algumas atitudes, mas ainda bato na tecla sobre a obra ter a sua parcela de previsibilidade. Se eu estou comentando isso não é porque me incomodou, mas algumas pessoas me perguntaram a respeito, então segue o meu comentário. 

De qualquer maneira, sem dúvida, esse livro esclareceu algumas dúvidas, mas também há mais para ser explorado no terceiro livro, e é claro que não irei perder a chance de conferir também. Não é para menos afirmar isso e quem leu vai conseguiu entender ao que estou me referindo, já que o desfecho me deixou na mão, literalmente...

Classificação SEL: 4/5


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo