12 de outubro de 2017

Resenha: Gata branca - Holly Black, Rocco Jovens Leitores

Informações do livro:
Título: Gata branca
Mestres da maldição #1
Título original: White Cat
Curse Workers #1
Autor: Holly Black
Editora: Rocco Jovens leitores
Páginas: 360



Sinopse: Cassel vem de uma família de mestres da maldição – pessoas que têm o poder de mudar emoções, memórias e destinos com o mais leve toque das mãos. Mas fazer isso é ilegal, o que significa que todos eles são criminosos. Exceto Cassel. Ele não tem o toque mágico, está de fora: é o único filho normal em uma família paranormal. O único detalhe é que matou sua melhor amiga. Tentando fugir de seu terrível passado, Cassel faz de tudo para ser como os outros garotos. Uma noite, porém, tudo vai por água abaixo: depois de sonhar repetidas vezes com uma estranha gata branca, um ataque de sonambulismo o põe em perigo e ele começa a achar que seus irmãos estão escondendo mais do que alguns segredos. Desconfiado de que não passa de uma pequena peça de um grande golpe, Cassel começa então a fazer uma busca em seu passado e em suas memórias, que parecem lhe fugir. Para desvendar os mistérios de sua vida, ele vai precisar armar um verdadeiro golpe de mestre.


Resenha: "Gata branca", de Holly Black, possui os elementos certos para me deixar envolvida, e confesso que fazia muito tempo que este livro estava na minha lista de desejados. Agora, só posso me arrepender de não o ter lido antes, porque a história me surpreendeu bastante diante de tantas emoções conturbadas.

Cassel não se parece em nada com a sua família e isso quer dizer que ele não é um mestre da maldição, ou seja não possui o dom de manipular emoções e afins. Enquanto os outros conseguem fazer de um jeito muito habilidoso, garantindo consequências repletas de erros e questionamentos. Na verdade, há muita fantasia nesse universo, bem mais do que eu estava esperando e isso é um ponto bem positivo ao meu ver.

Ainda tem o fato de os mestres precisarem usar luvas, e eu como gosto sempre de perceber os detalhes da capa, já tinha mesmo ficado curiosa a respeito disso. Achei uma característica diferenciada e muito bem pensada, visto que há considerações intrigantes nesse meio. Não posso deixar de comentar que também achei esse fato mais intrigante e tem tudo a ver com essa loucura de máfia, perigos, mestres e afins.


O garoto se sente meio perdido em suas memórias, especialmente em uma, onde não consegue explicar ou lembrar com clareza sobre a morte de Lila, filha de Zacharov, um mestre extremamente poderoso. Há certas controvérsias nesse meio, e isso fica bem claro, agora resta descobrir o que e quais são os motivos que acobertam tal crime. Em paralelo, há ainda uma gata branca que surge em seus sonhos, o deixando ainda mais paranóico.

Quem se considera um mestre está cercado de curiosidades, e isso pode envolver muitos perigos até considerações de sucesso. Como comentei acima, ele pode até ter ficado paranóico, mas as causas são bem justificáveis. Nesse caso, algo que vale a pena comentar sobre sua postura é o modo como sabe ser reservado e esperto. Dessa forma, começa a desconfiar de tudo e de todos ao seu redor. A partir disso, se inicia um planejamento louco e com artimanhas incríveis.

Já tinha lido outras obras da autora, e gosto muito de seu desenvolvimento e da forma como consegue representar bem os sentimentos em seus personagens. Diante de todo o exposto, só posso concluir que foi uma leitura bem envolvente, por mais que não tenha sido tão rápida quanto eu gostaria. Eu realmente me vi fascinada por esse universo e não vejo a hora de ler mais dessa trilogia.

Classificação SEL: 4/5


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo