25 de setembro de 2018

Resenha: Allegro em Hip-Hop - Babi Dewet, Editora Gutenberg

Sobre o livro:



Sinopse: No segundo livro da série Cidade da Música, você vai conhecer Camila. Ela é neta de japoneses e filha de pais muito rigorosos que têm grandes planos para ela e para sua irmã. Desde pequena, aprendeu que precisava se esforçar mais, que precisava ser melhor, que não existia tempo a perder na adolescência e que sua inteligência e seu talento deveriam levá-la longe. Camila, então, trocou as festas das amigas por treinos de balé, e a vontade de viajar o mundo afora pela consagrada Academia Margereth Vilela. Sua vida inteira estava programada e organizada. Até que uma crise de ansiedade a fez perceber que tudo ainda podia mudar e, depois de conhecer Vitor, um garoto desengonçado e cheio de sardas que tocava violino, a vida mostrou à Camila que uma dose de hiphop poderia fazer os dias dela mais felizes.


Resenha: Babi Dewet sempre se surpreende muito diante de uma escrita leve e bem jovial, porém ao mesmo tempo que sabe como ser marcante para com o leitor. E isso é fantástico, é o que me faz ser tão ligada nos seus livros. 

"Allegro em Hip-Hop" é nesse estilo todo delicado, e que faz com que o leitor se envolva rapidinho com a ambientação e personagens também. Eu me arrepiei só de ler essa sinopse, e a leitura fluiu tão bem, que é como se já conhecesse o cenário e tudo que estivesse sendo apresentado nessas páginas.

Camila se sente pressionada por todos ao seu redor, e isso faz com que ela mesmo se pressione para que seja a melhor, para que seu percurso como bailarina não seja desviado de nada. Os pensamentos começam a pesar em determinado momento. Pressão, pressão, pressão. Pressão por todos os lados!!! (Porque a sociedade impõe tanto disso né?!)

É uma vida muito regrada, o que a faz ser extremamente ansiosa, isso é algo que a define bem. Hoje em dia, existem muitos casos semelhantes ao trabalhado nesta obra. Não é difícil pensar em alguém que tenha alguma dessas características ao nosso redor, não é mesmo?

Vitor entra em cena para dar mais brilho na vida de Mila. E é claro que a música se torna um detalhe essencial e mágico na relação. Mas, afinal, como não se encantar com música, independente do estilo, sempre pode fazer um bem danado na vida de uma pessoa.

A gente sabe que tem uma hora que as coisas tendem a desmoronar. Por mais que a pessoa seja organizada ou tenha um foco além do normal, a vida tem momentos inusitados e as surpresas fazem parte do nosso caminho. Essa é uma das tantas mensagens que esse livro disponibiliza.

Esse é o segundo livro da série Cidade da música. O primeiro se chama Sonata em Punk Rock, ao qual eu ainda não fiz a leitura, mas pretento, em breve. Já estou muito ansiosa para conferir também (já estou com meu exemplar em mãos ♥). Ah, tô extremamente apaixonada por essa capa, linda, sem dúvidas!

Classificação SEL: 4/5


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada por visitar o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre! Fê ♥

© Fernanda Prates - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo